Blog

início

Vendo Artigos etiquetados em: início

Barra Mansa: Semana em comemoração ao Dia Mundial da Capoeira

A Biblioteca Municipal de Barra Mansa iniciou ontem a semana em comemoração ao Dia Mundial da Capoeira. A data é comemorada na próxima sexta-feira, dia 3 de agosto.

Na programação, haverá roda de capoeira e palestras. A capoeira tem o objetivo de divulgar e preservar o folclore brasileiro. Atualmente, tem um papel muito importante, como formar cidadãos conscientes e grandes capoeiristas. A atividade é praticada desde o início do Brasil Colonial, trazida pelos escravos, com dança, luta, acrobacia e jogo.
 

Fonte: Diário do Vale – Volta Redonda – http://www.diarioon.com.br/temporeal/noticia2.asp?Id=55373

Fidelidade às raízes negras em “Besouro Cordão-de-Ouro”

Sucesso no Rio, sucesso em Curitiba, a montagem que trás o lendário Personagem de "Besouro Cordão-de-Ouro" conquista e agrada por onde passa…
É a magia do universo da Capoeira!!!
 
Luciano Milani
Fidelidade às raízes negras em "Besouro Cordão-de-Ouro"
por GISELE ROSSI – GAZETA DO POVO ONLINE
O musical “Besouro Cordão-de-Ouro” encerrou sua participação no 16º Festival de Teatro de Curitiba (FTC), deixando saudades. No início da última sessão, na noite de domingo (25), quem estava dentro da Casa Vermelha, pôde ouvir os gritos de “Queremos assistir! Queremos assistir!”, das pessoas que ficaram de fora, porque não conseguiram a entrada para assistir ao espetáculo. Os ingressos, para a pequena temporada, se esgotaram antes do início do Festival. Quem garantiu a entrada, passou por uma vivência interessante, de reconhecimento da cultura negra no Brasil.  Ricardo Sodré/JLM Produções 
    
A música “Lapinha”, que possui um refrão de autoria de Besouro (personagem que inspirou a montagem), “Quando eu morrer/Não quero choro nem vela/ quero uma fita amarela/ gravada com o nome dela”, é o ponto de partida para o musical, escrito e concebido por Paulo César Pinheiro, compositor de “Lapinha”, em parceria com Baden Powell, entre outras músicas. A canção ganhou novos versos para o espetáculo. Ao todo o musical apresenta dez canções, cantadas ao toque do berimbau e que apresentam nas letras, um pouco da história de Besouro e da vida dos negros no Brasil. As músicas são cantadas resgatando os seguintes toques do berimbau: Jogo de Dentro, Jogo de Fora, São Bento, Angola, Cavalaria, Benquela, Barravento, Iúna, Samango, Santa Maria e Besouro. Assim os cantos, que pareciam de uma tradicional roda de capoeira, ganharam ares de uma primorosa MPB.
 
A experimentação na ambientação também apresentou um resultado positivo. Ao entrar no ambiente a impressão é de que íamos assistir uma roda de capoeira no Barracão do Waldemar, endereço famoso de Salvador (BA), na década de 1950, onde aconteciam rodas de capoeira. Mas logo se descobriu que a peça começava com um velório e após alguns minutos o público foi convidado a entrar em outro ambiente, que lembrava uma senzala, onde as pessoas se acomodaram em cadeiras, almofadas e cestos. Visualmente, o espetáculo apresentou um cenário simples e monocromático, como era a vida dos negros recém-libertos, no início do século 20. Os atores, espalhados pelo espaço, iam relatando a vida do valente capoeirista, através da música e das histórias que ficaram conhecidas e chegaram até os dias de hoje apenas pelo boca-a-boca, das pessoas que o conheceram ou ouviram falar de Besouro Preto. No fim, o público foi convidado à participar da roda de capoeira.
 
Foi uma experiência bacana e fiel ao que se fala do famoso personagem. Destaca-se a direção de João das Neves, que estava na cidade junto com a equipe da peça. Diretor de teatro consagrado, que trabalhou com o grupo Opinião, na década de 1960; dirigiu shows de artistas como Chico Buarque, Milton Nascimento, Baden Powell; realizou a Missa dos Quilombo, no Rio de Janeiro em 1988, e também dirigiu o Tributo a Chico Mendes com o Grupo Poronga, no Acre, entre outras atividades, Neves levou o público a passear pelo espaço até chegar à roda da capoeira, onde tudo se passa, deixando o espetáculo leve e agradável. Junto com Pinheiro, apresentaram a figura humanizada de um homem que era tido como desordeiro, mas que na verdade usava de sua valentia para se defender, e apesar da fama de mal era uma boa pessoa.
 

RJ: Entrega de Cordel na UNIART

O Mestre Narizinho da UNIART gradua e confirma Mestres em Tanguá.
 
Nos dia 24 e 25 de junho do corrente ano, o Mestre Narizinho (branco lacre prata) estará dirigindo a festa de graduação de seus alunos e mestres no município de Tanguá no rio de janeiro.
O evento contará com a presença de vários Mestres da região e municipios vizinhos para palestras e confraternizações. Com início ás 10:00 hs da manhã e término provavel ás 14:00hs.
Contamos com sua presença pois quem soma é sempre bem vindo.
Read More

Guarulhos: Ginásio João do Pulo terá seletiva de Judô e Capoeira

A Capoeira buscando em sua faceta "esporte" a institucionalização e a presença cada vez mais enraizada nos clubes, escolas e nos jogos esportivos.
 
Um bom exemplo da valorização da capoeira no ambito esportivo é a excelente aposta que o SÃO PAULO, no Morumbi, vem fazendo em prol da capoeira, disponibilizando espaço, infraestrutura e todas as condições para os seus sócios praticarem a capoeira. Para isto o São Paulo Futebol Clube buscou uma parceria com o pessoal da Berim Brasil, representados pelo Mestre Wellington, CMestre Wandola e Prof. Monise.
 
Nós do Portal Capoeira desejamos que outros Clubes abram o olho para o enorme potencial da capoeira como esporte e arma de inclusão, sendo sem dúvida uma maravilhosa ferramenta de ludicidade e parceria, que incorpora diversos elementos culturais e musicais, despertando a cidadania.
 
Para o pessoal de guarulhos que nos enviou esta matéria desejamos muito axé e sucesso nesta seletiva!!!
 
Luciano Milani
 

Visando à formação de equipes que irão representar Guarulhos nos Jogos Regionais, em Lorena – SP, em julho, será realizada neste sábado, 13, uma Seletiva de Judô e de Capoeira…
… pelo Instituto Gustavo Gomes e Secretaria municipal de Esportes.
 
Os atletas que forem classificados até oitavo lugar terão direito a receber bolsa-auxílio. A participação é permitida a todos os interessados, masculino ou feminino, com idade mínima de 16 anos (para Judô, da faixa verde para cima) e as disputas da Seletiva obedecerão a normas da Coordenadoria de Esportes do Estado de São Paulo, segundo informa o professor José Aparecido Gomes (Zeca).
 
Às 8h do sábado, haverá a pesagem dos atletas do Judô, para início da Seletiva às 8h30. Às 15h, haverá a pesagem dos atletas da Capoeira, com início da Seletiva às 16h. A tolerância de peso será de até 500g. Local: Ginásio João do Pulo, rua Maria Cerri, s/n, Jardim Divinolândia/Bela Vista.
 
Os interessados devem confirmar a participação até sexta-feira, dia 12, das 7 às 22h, pelo telefone 6440-6624, ou no horário comercial, pelo telefone 6406-3580.

Inicio das Obras de Restauração do Forte da Capoeira

De Salvador, Bahia, nos chega a grata notícia por intermédio de Mestre Decanio, de que o Governo da Bahia estará implementando as obras de Restauração do Forte de Santo Antônio, o "Forte da Capoeira".
O Portal Capoeira já havia noticiado a "Revitalização do Forte da Capoeira" em matéria de 21 de dezembro, cujo a fonte foi:  Globo Online – IBahia, mais é sempre bom receber esta confirmação ainda mais quando o assunto é de fundamental importância para a nossa cultura e história.
 
Luciano Milani

SALVADOR – O Forte Santo Antônio Além do Carmo, em Salvador, construído no século XVII, passará por um processo de revitalização para receber um centro de capoeira. As obras de recuperação do edifício histórico serão acompanhadas pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultura e devem começar no início de 2006. A idéia é transformar o espaço no Centro de Referência Estudos, Pesquisa e Memória da Capoeira, ou, simplesmente, no Forte da Capoeira.

O governador Paulo Souto, acompanhado do secretário da Cultura e Turismo, Paulo Gaudenzi, assinam nesta terça-feira o edital de licitação para a reforma e restauração do Forte.
 

O monumento irá abrigar seis salas de atividades, além de um grande palco ao ar livre para as grandes rodas de capoeira. A reforma vai devolver ao Santo Antônio suas características arquitetônicas originais, ao mesmo em que irá modernizá-lo com vestiários feminino e masculino, centro de documentação com sala de leitura, biblioteca, videoteca, sala de vídeo, oficina de instrumentos (para a fabricação de berimbaus, caxixis e pandeiros), lanchonete, memorial da capoeira, auditório, loja e área para abrigar exposições.


Segue abaixo mensagens originais de Mestre Decanio e Forte da Capoeira:
 
Mais um passo na via da cidadania da capoeira…
      Decanio
Desejando muito Axé, Saúde e Felicidade!


From: fortedacapoeira fortedacapoeira@superig.com.br
Sent: Tuesday, March 21, 2006 12:16 PM
 
Subject: INICIO DAS OBRAS DO FORTE

No dia 27/03/2006 às 17:00h, teremos a visita do Sr. Governador do estado da
Bahia, Dr. Paulo Souto, no Forte de Santo Antônio Além do Carmo, a fim de
dar a ordem de serviço para inicio das obras de restauração do Forte.
Contamos com a presença de todos!
 
Atenciosamente,
Caroline Alves
71 3243-3518

Carnaval na Bahia: “A mão que afaga e a mesma que apedreja…”

“A MÃO QUE AFAGA E A MESMA QUE APEDREJA…”
Ou a ascensão e decadência do trio elétrico no carnaval da Cidade da Bahia
  
       Fim do século XIX, a Bahia testemunha uma mudança de costumes na sua maior festa popular. Estou me referindo ao nascimento do carnaval e à morte do entrudo. Se o preconceito e a segregação social além da violência física eram as notas destoantes desta manifestação de origem portuguesa, o carnaval recebe este dote como herança e até intensifica o seu caráter hierarquizado concebendo, porém, novos paradigmas lúdicos, estéticos  e capitalistas.
 
       No entrudo, negros “brincavam” ao lado de brancos, e estes podiam atingi-los com as famosas laranjinhas, farinhas, água fétida e toda a sorte de armas podres, enquanto aqueles só poderiam fazê-lo entre si. Já no carnaval do início do século XX, a ”inconveniente”  presença dos afrodescendentes e pobres foi alijada do nobre circuito do corso, (onde o préstito trazia a “nata” da sociedade baiana em suntuosos desfiles), e nem sequer imaginada nos seletivos bailes dos salões do Theatro São João, Teatro Politeama, Cruz Vermelha e Fantoches da Euterpe.
 
       Formaram-se (a exemplo de hoje) dois circuitos distintos no carnaval de Salvador. Na Rua do Palácio (hoje Chile) acontecia bem comportado o eurocêntrico dos citados clubes e na Baixa de Sapateiros a farra de entidades negras como Guerreiros d´África, Embaixada Africana, Pândegos d´África, evocando e reverenciando suas origens.
 
Read More

Projeto Vale Verde promove o I Festival de Infantil de Capoeira

Da Reportagem
Hoje e amanhã (quinta e sexta-feira), acontecerá em Cuiabá o I Festival Infantil de Capoeira, um
evento que envolverá centenas de crianças atendidas pelo Projeto Vale Verde, da Secretaria
Municipal de Bem Estar Social.
Na sede do projeto, no Ginásio Quilombo, está programado para esta quinta-feira, a partir das 15
h30, aulão de capoeira sob a orientação do mestre capoeirista Ramos, do Rio de Janeiro, e
professores convidados. Às 17h30, começam as rodas de apresentações dos mestres,
professores convidados e alunos. Logo depois, às 18h, tem início a mostra de produções em
DVD, resultado do intercâmbio cultural Rosa Mundo Capoeira.
A coordenadora do Vale Verde e do festival, Iranildes Maria Cunha, destaca que na sexta-feira, a
programação é extensa e agradável. Começará no Ginásio Quilombo e se prolongará até a Praça
Popular, um dos mais tradicionais logradouros de Cuiabá que dispõe de um importante centro
comercial de lazer e entretenimento em seu entorno.
A partir das 18h, ainda no ginásio, será celebrado o batizado dos novos capoeiristas, seguido de
roda de capoeira com mestres e professores convidados para alunos com idade entre 11 e 15
anos.
Para às 19h está prevista a mostra de DVD e início das apresentações culturais na Praça
Popular. Nesse local terá maculelê, dança do fogo, samba de roda, dança afro e outras
manifestações culturais.

Cursos de Formações em Capoeira por Educação à Distância

A todos os capoeiristas e simpetizantes
 
A Federação Internacional de Capoeira, em parceria com a GMGG/GTEC, vem pelo presente, informar a toda a comunidade que no período entre 10 de setembro e 10 de outubro estarão abertas as inscrições para os Cursos de Formações em Capoeira por Educação à Distância oferecidos pela Universidade Livre de Capoeira. O início dos Cursos ocorrerá no dia 11 de outubro próximo.
 
O início desta operação inaugurará a utilização das novas linguagens e tecnologias para a democratização de informações, rituais, fundamentos e tradições do Jogo da Capoeira e afins.
 
Estes Cursos serão ministrados através da Internet, tendo cada módulo a duração de 30 horas/aula. Poderão ser inscritos filiados ou não filiados de quaisquer cidades ou países, uma vez que toda a formação e certificação será feita à distância.
 
O valor de cada módulo será de R$ 50,00 (cinquenta reais) para filiados e R$ 60,00 (sessenta reais) para não filiados, depositáveis na própria conta-corrente da Federação Internacional de Capoeira.
 
Serão oferecidos inicialmente os seguintes Cursos:
 
1- Treinamento Desportivo na Capoeira – I
2- Fundamentos Filosóficos do Jogo da Capoeira – I
3- Fundamentos Sócio-Antropológicos do Jogo da Capoeira – I 
4- Fundamentos de Arbitragem e Competições – I
5- Gestão de Entidades Esportivas – I
 
Maiores informações serão fornecidas pelo portal da Federação Internacional de Capoeira www.capoeira-fica.org .  Aos que tiverem dificuldades de atualizações do portal, deverão entrar em "ferramentas/ opções de internet/excluir cookies".  
 
Solicitamos a todos redistribuirem esta mensagem para os endereços que possuírem. quaisquer contatos poderão serem efetuados também pelo endereço capoeira.fica@gmail.com .
 
Atenciosamente
 
Prof. Sergio Vieira – Ph.D.
Federação Internacional de Capoeira

Cursos de Formações em Capoeira por Educação à Distância

A todos os capoeiristas e simpetizantes
 
A Federação Internacional de Capoeira, em parceria com a GMGG/GTEC, vem pelo presente, informar a toda a comunidade que no período entre 10 de setembro e 10 de outubro estarão abertas as inscrições para os Cursos de Formações em Capoeira por Educação à Distância oferecidos pela Universidade Livre de Capoeira. O início dos Cursos ocorrerá no dia 11 de outubro próximo.
 
O início desta operação inaugurará a utilização das novas linguagens e tecnologias para a democratização de informações, rituais, fundamentos e tradições do Jogo da Capoeira e afins.
 
Estes Cursos serão ministrados através da Internet, tendo cada módulo a duração de 30 horas/aula. Poderão ser inscritos filiados ou não filiados de quaisquer cidades ou países, uma vez que toda a formação e certificação será feita à distância.
 
O valor de cada módulo será de R$ 50,00 (cinquenta reais) para filiados e R$ 60,00 (sessenta reais) para não filiados, depositáveis na própria conta-corrente da Federação Internacional de Capoeira.
 
Serão oferecidos inicialmente os seguintes Cursos:
 
1- Treinamento Desportivo na Capoeira – I
2- Fundamentos Filosóficos do Jogo da Capoeira – I
3- Fundamentos Sócio-Antropológicos do Jogo da Capoeira – I
4- Fundamentos de Arbitragem e Competições – I
5- Gestão de Entidades Esportivas – I
 
Maiores informações serão fornecidas pelo portal da Federação Internacional de Capoeira
www.capoeira-fica.org   Aos que tiverem dificuldades de atualizações do portal, deverão entrar em "ferramentas/ opções de internet/excluir cookies"
 
Solicitamos a todos redistribuirem esta mensagem para os endereços que possuírem. quaisquer contatos poderão serem efetuados também pelo endereço
capoeira.fica@gmail.com
 
Atenciosamente
 
Prof. Sergio Vieira – Ph.D.
Federação Internacional de Capoeira

Angola de Itaparica (BA) em novo espaço de São Paulo

Mestre Jaime de Mar Grande, autêntico angoleiro da Ilha de Itaparica, dá início a novo trabalho na Mooca, capital de São Paulo.
 
Quando se fala em Capoeira Angola, de pronto vem à mente a Mandingueira Cidade de São Salvador da Bahia. Pouco se fala da angola das demais regiões do Recôncavo, de Santo Amaro da Purificação (Saravá Mestre Gato Preto!) e do interior do Estado, como é o caso de Feira de Santana onde Mestre Cláudio Angoleiro – que frequentemente carimba seu Passaport por toda a Europa – mantêm um trabalho exemplar de resgate e preservação das tradições de nossa Dança de Nêgo Banto-Nagô.
Pouco se fala também da Ilha de Itaparica, recanto de excelentes angoleiros, excelentes cantadores de samba e de representantes da legítima Cultura Afro-Braiana.
 
Assim como a Capoeira já não pertence exclusivamente ao Brasil – em breve será tombada como Patrimônio Cultural Mundial " a Capoeira Angola não se restringe mais somente à Bahia. Até mesmo por conta do exemplar trabalho de divulgação e de ensino que os velhos mestres fizeram para que a angola prosperasse em outras paragens. Mestres como Caiçara, Canjiquinha, Boca Rica, Paulo dos Anjos e Gato Preto, por exemplo, constantemente viajaram e passaram algum tempo no Sudeste e Sul do Brasil, ensinando suas angolas. Graças ao elevado quilate desses mestres, muitos discípulos se formaram ao longo das últimas três décadas.
 
Quando falo de Capoeira Angola, falo em um "sentido plural", uma vez que seria impossível restringi-la a uma ou outra forma de praticá-la ou de concebê-la.
 
Por falar em Itaparica, Mestre Jaime de Mar Grande é um legítimo representante da Angola daquela Ilha. Capoeira Angola de Raiz, de Tradição e de Fundamento, Mestre Jaime aprendeu com Mestre Paulo dos Anjos, que por sua vez foi discípulo de Mestre Canjiquinha.
 
O primeiro contato de Jaime com a Angola de Mestre Paulo foi em Mar Grande, costa leste de Itaparica, no ano de 1965, quando Paulo dos Anjos mudou-se por um tempo de Salvador para a Ilha, e ali passou a ensinar "seus meninos". De lá para cá muita coisa mudou na capoeira como um todo, mas mestre Jaime sempre praticou e preservou o que seu mestre lhe ensinou e confiou.
 
Hoje, por São Paulo, existem outros representantes da Capoeira Angola de Mestre Paulo, como é o caso dos Mestres Jequié (Ubatuba), Raimundinho (Jacareí) e Dominguinhos (São Sebastião).
 
ESPAÇO DE VADIAÇÃO "RABO DE ARRAIA"
 
Em Mar Grande, Mestre Jaime orienta um trabalho que deu início há muitos anos. Mas há dois ou três anos o mestre se achegou pela "Terra da Garoa", por onde, com seu carisma e simplicidade, tem conquistado o respeito dos Capoeiras Paulistas e Paulistanos. Na Ilha, o grupo do Mestre é a Associação Cultural de Capoeira Angola Escrava Anastácia.
Em São Paulo, neste mês de Junho, Mestre Jaime está dando início a um novo trabalho, em um espaço que, em primeiro momento, está sendo batizado de "Espaço de Vadiação Rabo de Arraia", em parceria com o amigo Fernandes Wellington, que não por coincidência é contramestre de Capoeira.
            A inauguração do novo espaço será no próximo dia 18 de Junho de 2005, sábado, a partir das 16h00, Rua da Mooca, 3108, Mooca, São Paulo, próximo ao metro Bresser, e a duas quadras da Faculdade São Judas.
            Mestre Jaime estende convite a todos os amigos e capoeiras da Capital Paulistana, do Interior do Estado, do Vale do Paraíba e do Litoral Norte – além dos capoeiras que estiverem passando por Sampa no dia. Seu novo "Campo de Vadiação" e promete:
 
"Neste espaço, vou dar início ao mesmo trabalho que desenvolvo na Ilha, com a legítima Capoeira Angola de Itaparica!"
 
 A Roda Inaugural será uma homenagem especial ao Mestre Gerson Quadrado, Capoeirista, Cantadô, Poeta, Compositor e Artista Popular da rica cultura da Ilha. Mestre Gerson fez sua "passagem" em 17 de abril de 2005, às vésperas da comemoração de sua octogésima "Vorta do Mundo", momento em que seria lançado seu novo CD Samba Tradicional da Ilha (STI). Mestre Jaime de Mar Grande é o responsável pelo retorno de mestre Gerson Quadrado à Capoeira, em 1993, e com ele privou de respeitável convivência a partir de então. O CD foi elaborado com auxílio de diversos "pares", dentre eles a musicóloga alemã Catarina Dorin. Por email, mestre Jaime informa que o CD está pronto e que será lançado nos próximos dias.
 
Se para você a Capoeira é a arte de vadiar, então venha vadiar neste novo "Terreiro de Angola da Capital Paulista".
 
Contatos com Mestre Jaime: (11) 3399-4927, (11) 9954-6668 ou então por email: jaimedemargrande@hotmail.com. O espaço estará abrindo novas turmas já neste mês de junho, em diversos horários e dias da semana.
 
"Êê meu irmão
 Vocês me traz alegria
 Eu sei que vocês são a letra
 E eu sou… a melodia"
     (M.Gerson Francisco Quadrado).
 
Simbora Vadiá… e Dá-lhe volta do mundo!
Yêêê!
 
Miltinho Astronauta – www.capoeira.jex.com.br