Blog

kabula

Vendo Artigos etiquetados em: kabula

Roda dos Saberes do Cais do Valongo

“Esse livro documenta uma experiência singela. Acontece no cais do Valongo desde julho de 2012. O Valongo, lugar de desembarque de centenas de milhares de africanos escravizados entre 1774 e 1831, passou em seguida quase dois séculos encoberto e esquecido pelos habitantes do Rio de Janeiro e seus visitantes. Como era inconveniente lembrar desse lugar de sofrimento e de profunda injustiça, os donos do poder carioca o encobriram, primeiro com outro cais, depois com um largo chamado de “Jornal do Commercio”, o que evoca notícias de uma atividade decente e normal, não um crime contra a humanidade…”

Matthias Röhrig Assunção – Essex, 23 de novembro de 2014

Mestre Siqueira na Roda do Cais do Valongo

No próximo sábado, o Conexão Carioca / Roda do Cais do Valongo recebe um convidado muito especial, o Mestre Siqueira, um dos pioneiros da Capoeira na Europa. Paulo Siqueira trará fatos, “causos” engraçados e fragmentos de sua longa estória no continente europeu. 

. onde: Cais do Valongo, Av. Barão de Tefé em frente ao C.C. da Ação e da Cidadania
. data: 20 jul. 2013
. horário: 11hs em diante
. convidado Roda dos Saberes: M. Siqueira (Escola de Capoeira Angola N’Zinga . Hamburg)

siga os clipes das Rodas do Cais do Valongo |  follow the Roda do Valongo teasers

7a Roda do Cais do Valongo
6a Roda do Cais do Valongo
5a Roda do Cais do Valongo

 

Carlo Alexandre

Kabula Rio & London

Diretor Artístico / Mestre de Capoeira Angola
webwww.kabula.org
Cel. 21 7948.7969 tim |
Skype: carloalexkabula1

RJ: Pequena África – 100 anos de Cultura Negra

Evento com capoeira angola, jongo e première do filme “Fly Away Beetle” celebra cultura negra na Zona Portuária

Kabula Rio e Centro Cultural Pequena África resgatam a memória afro-carioca com um dia de atividades no Largo de S. F. da Prainha

Rio de Janeiro, 22 de outubro de 2011 – A história e a cultura negra encravadas nas ruas, calçadas e casarões da Zona Portuária do Rio de Janeiro será revivida através de um grande evento no próximo dia 22 de outubro (sábado), no Largo de São Francisco da Prainha, na Praça Mauá. Capoeira angola, jongo, comida típica e a première do filme “Fly Away Beetle” (“Voe Longe Besouro”) compõem a programação do encontro “Pequena África – 100 anos de Cultura Negra”, promovido de forma conjunta pela escola de capoeira angola Kabula Rio e pelo Centro Cultural Pequena África (CCPA). O acontecimento celebra a cultura afro-carioca e o centenário do nome Pequena África, cunhado por Heitor dos Prazeres à região que tinha a maior concentração de escravos negros africanos e seus descendentes entre 1850 e 1920.

Hoje, essa região compreende os bairros de Gamboa, Saúde, Santo Cristo, os Morros da Providência, do Pinto e da Conceição e a Praça Mauá, incluindo a Pedra do Sal e a Rua Marechal Floriano (antiga Rua Larga). Naqueles anos, a região era habitada majoritariamente por negros africanos e seus descendentes brasileiros. Entre os frequentadores da Pequena África, destacam-se Machado de Assis, Pixinguinha, Heitor dos Prazeres, Aniceto do Império, Sinhô, Donga, João da Baiana, Tia Ciata e o babalorixá João Alabá.

O objetivo do Kabula e do CCPA com essa iniciativa é resgatar e celebrar o patrimônio imaterial da cultura popular presente nessa região, através das diversas manifestações culturais afro-brasileiras encenadas em seu próprio ambiente. Ambos situados no Largo de São Francisco da Prainha, o CCPA e o Kabula Rio se inspiraram nos inúmeros artefatos arqueológicos que estão sendo encontrados na região da Pequena África pelos operários das obras de escavações do Projeto Porto Maravilha.

No início do século passado, a Pequena África foi uma das regiões mais importantes para a cultura popular carioca. O cais do porto e a estiva foram redutos de capoeiristas, malandros, heróis, reis e rainhas da folia. Negros e mestiços na sua maioria, que viveram numa época de ebulição cultural e social, esses personagens, muitas vezes eram sambistas ou respeitados praticantes dos batuques e das religiões afrobrasileiras.

O evento “Pequena África – 100 anos de Cultura Negra” começa às 10h e se estende ao longo do dia. A abertura será com a “Roda de conversa: Pequena África – memória e cultura Afro-Brasileira no Largo da Prainha”, que contará com o radialista, jornalista, compositor e passista Rubem Confete e outros especialistas em cultura negra – Délcio Teobaldo (TV Brasil), Damião Braga (Arqpedra – Associação da Comunidade Remanescente do Quilombo Pedra do Sal), Celina M. R. de Almeida (Ialorixá e membro do CCPA) e Tânia Andrade Lima (Arqueóloga, UFRJ). A seguir, haverá uma oficina de capoeira angola, com os mestres José Carlos, Neco e Armando. O almoço será um caldo de feijão amigo e à tarde haverá apresentação de jongo com o grupo Um Bando, do falecido Mestre Messias do Jongo, que será homenageado. A partir das 18h30 haverá a première do filme “fly Away Beetle”. O documentário apresenta três mestres de renome mundial – Olavo dos Santos, Boca Rica e Cobra Mansa, falando sobre as condições opressivas durante e após a escravidão que moldaram a arte da capoeira.

 

‘Pequena África – 100 anos de Cultura Negra’

Local: Centro Cultural Pequena África, Largo de São Francisco da Prainha, nº 4/sobrado, Praça Mauá

Data: 22 de outubro de 2011

Horário: de 10h às 19h

Atividades: palestra, oficina de capoeira angola, almoço, roda de capoeira e show de música.

Valores:

• Palestra – Gratuita

• Oficina com três mestres – R$ 35,00. Também dá direito a almoço e show de jongo com o grupo Um Bando.

• R$ 15,00 – Apenas o show de música com o grupo Um Bando.

• R$ 8,00 – Apenas o caldo de feijão.

• Exibição do documentário “Fly Away Beetle” – Gratuita

Inscrições com antecedência

Pagamento antecipado através de depósito bancário:

Banco: Caixa Econômica Federal

Agência: 0175

Operação (Poupança): 013

Conta: 00436640-3

Nome: Carlo Alexandre Teixeira da Silva

contato: info@kabula.org | (21) 9786-9955

Enviar e-mail com nome e cópia do depósito bancário para info@kabula.org ou apresentar o comprovante na chegada ao evento.

Programação:

• 10h – Inscrições

• 10h30 – Roda de conversa: Pequena África – memória e cultura Afro-Brasileira no Largo da Prainha. Convidados: Rubem Confete (Radiobrás e CCPA), Délcio Teobaldo (TV Brasil), Damião Braga (Arqpedra), Celina M.R. de Almeida (Ialorixá, CCPA) e Tânia Andrade Lima (Arqueóloga, UFRJ).

• 11h15 – Oficina intensiva de capoeira angola, com os mestres José Carlos, Neco, Armando, com assistência de mestre Carlão e contramestre Leandro. Cada um dos três mestres terá 30 minutos para ensinar uma movimentação de Capoeira Angola. No final da oficina será montada uma única sequência reunindo a movimentação demonstrada por cada Mestre.

• 13h – Almoço: Caldo de Feijão Amigo.

• 14h – Roda de Capoeira no Largo da Prainha. A roda será realizada próximo à Pedra do Sal, ponto de bambas e da nata da cultura popular carioca do século passado. Por essa razão, pedimos a todos para que venham para a Roda vestidos de roupas casuais, e não de uniformes de capoeira, de forma a caracterizar uma roda como as que eram realizadas no início do século passado. As roupas que caracterizem as diversas referências da capoeira no passado são bem vindas. Em caso de mal tempo a roda será realizada na sede do CCPA, no Largo da Prainha.

• 16h – Grupo Um Bando. No repertório, as composições do Mestre Messias do Jongo numa homenagem póstuma ao saudoso músico, violeiro, professor de música, poeta e pintor.

Grupo Um Bando: Marcelo Lopes (viola), Lars Hokenberg (acordeão), Luciano Cintra (baixo), Marcelo Aragão (violão) e Pedro Lima (percussão).

• 18h30 – “Fly Away Betlee” (“Voe Longe Besouro”) – Première do filme. O documentário apresenta três mestres de renome mundial – Olavo dos Santos, Boca Rica e Cobra Mansa, falando sobre as condições opressivas durante e após a escravidão que moldaram a capoeira. O filme tece a história dessa arte, através de entrevistas, imagens antigas e raras, e de exposições modernas do jogo, fazendo conexões com a escravidão, o candomblé e a magia.

 

Sobre o Kabula:

Somos uma escola de capoeira angola, criada em 2004 pelo mestre Carlo Alexandre (mestre Carlão), com sede em Londres e no Rio de Janeiro. Além de ensinar a arte da capoeira, transmitimos a história, a filosofia e o conhecimento preservados pelas formas tradicionais dos saberes popular. Movimento e pensamento integrados fazem parte da missão do Kabula, que enfoca a transformação do ser humano através do conhecimento e da prática de nossas raízes ancestrais. Assim, a capoeira ganha ainda mais força enquanto ferramenta de transformação social e cultural.

O Kabula busca, através de pesquisa e vivência das tradições orais e rítmicas, aquilo que há de mais antigo e enraizado nas culturas do Brasil. Nossa intenção é disseminar essa arte através de aulas e oficinas de capoeira, além de integrá-la em outras artes, como a participação em filmes e peças. Também buscamos estabelecer relações com outras tradições e ritmos afro-brasileiros especialmente, o samba, o jongo e o candomblé através do intercâmbio com outros grupos.

Mais Informações: www.kabulario.com e www.kabula.org

Centro Cultural Pequena África

Assessoria de imprensa

Caroline Rocha, tel. (21) 9343-7505, caroline_rocha@yahoo.com.br

Kabula Rio

Carlo Alexandre, tel. (21) 97869955, carloalex@kabula.org

Leandro, tel. (21) 75332157

Délcio Teobaldo, tel. (21) 92186586

CCPA

Celina Rodriguez, tel. (21) 93217121

99833366

Orquestras infantil de Berimbaus, Niterói 1997

No ano de 1997 em Niterói, no bairro de São Domingos, algumas crianças se destacaram pela habilidade que mostravam na Roda da Capoeira e na sua parte rímica e musical. Dentre eles Wellington e Thiaguinho (ao centro e olhando à frente).

Aqueles meninos estavam praticando a capoeira angola a pouquissimo tempo e já mostravam que “iam dar o que falar”. E realmente começaram a jogar uma capoeira bonita de se ver. Um deles, o Wellington (filho da Vera) parecia flutuar no jogo, sapateava e mandingava. Todos o elogiavam e ele já começava a dar trabalho a alguns marmanjos da capoeira, que quando jogavam com o garoto tinham que se calçar de precauções, para não escorregarem de encontro ao chão.

Bons tempos aqueles da Cantareira, incríveis eventos os do Projeto Todo dia São Domingos, no Casarão. Inesquecíveis Sambas pelos quais depois o espaço ficou tão conhecido: o famoso Samba do Casarão! Local onde bambas se apresentaram … artistas que hoje entoam suas vozes nos melhores bares e casas de shows do Rio e do Brasil.  Nomes como Tereza Cristina e Galloti, Pedro Lima e Teresa Pineschi, Seu David da Portela e o seu grupo, Tio Samba e muitos outros deixaram sua marca nas lembranças de muitos que lá estiveram.

O tempo passa a memória permanece!

A partir dessa semana estaremos postando diariamente algumas fotos do Projeto todo Dia São Domingos e de uma época que muitos tem saudades e boas memórias.

Obs. se você participou do Casarão de São Domingos ou da Cantareira e tem alguma foto que deseja compartihar com agente basta enviar para info@kabula.org. A foto poderá ser selecionada e postada no nosso site.

Fonte: Kabula Art’s & Culture – http://kabula.org

Portugal: Gingando para Cidadania 2011

Fórum: um manifesto pela mudança através da capoeira Dia 20 de Julho – ICS, Universidade de Lisboa

Em julho de 2010, a ACGBC – Associação Cultural Ginga Brasil Capoeira realizou o primeiro encontro Gingando para Cidadania. O evento foi apoiado pelo programa Juventude em Acção e teve a forma de um intercâmbio entre jovens de dois países: Portugal e Estónia. A temática da iniciativa justificou-se pela necessidade de utilizar a capoeira como ferramenta de educação não-formal na promoção da cidadania entre os jovens na Europa, conectando e fazendo-os trocar ideias sobre as suas problemáticas quotidianos nos respetivos países. Entretanto, este ano, a organização resolveu dar continuidade ao projecto, resguardando o mesmo título e a filosofia inicial, por acreditar que o encontro desenvolveu o caráter natural de um movimento e que ganhou corpo no seio da capoeira e da sociedade em que nos inserimos.

Faz-se necessário debater a capoeira, examiná-la na sua fase atual, verificar os ganhos e as perdas de uma arte que se mercantilizou muito, mas, sobretudo, resgatar o seu potencial de intervenção social numa sociedade marcada por crises de várias ordens. Urge também dialogar com o conhecimento académico e estabelecer com ele um princípio de troca que é salutar nos dois sentidos.

No momento em que lançamos essa proposta ocorrem noutras partes da Europa movimentos de vanguarda com os quais nos coligamos na promoção de valores. Nos dias 30 de junho e 3 de julho ocorre o  encontro “Movement for Change : The Capoeiragem Conference 2011” organizado pela ONG Kabula Arts liderada pelo Mestre Carlão em Londres. O encontro pretende prestar homenagens a dois importantes Mestres João Grande e Gato e servir como uma plataforma de debates sobre a capoeira na Europa. Não era sem propósito que estes movimentos ocorrem em duas cidades emblemáticas do continente europeu, Londres e Lisboa, cidades que possuem uma longa história colonial e pós-colonial com as culturas do atlântico negro, para além de serem metrópoles cosmopolitas que abrangem uma diversidade populacional bastante acentuada.

Assim, convocamos a comunidade de capoeiristas a tomar parte nesta iniciativa e dar seu contributo no debate que urge realizar. O Fórum: um manifesto pela mudança através da capoeira constitui a primeira fase do Gingando para Cidadania 2011 e terá início em Lisboa, no dia 20 de Julho. A segunda fase decorrerá na cidade em São João da Madeira, entre os dias 21 e 24 de Julho, conforme a programação que segue abaixo.

 

Saudações capoeirísticas

Objetivo: A partir das experiências acumuladas e das pesquisas já realizadas pelos intervenientes, refletir sobre a globalização da capoeira e as mudanças intrínsecas a este fenómeno, nomeadamente, as suas novas aplicações no contexto não-formal do ensino e sua afirmação no mundo virtual.

 

Público-alvo: Pesquisadores da área das Ciências Sociais, professores da área do desporto, professores de capoeira e danças, representantes de associação jovens, entre outros. Estima-se a presença de cerca de 40 pessoas.

 

Programação Dia 20 de Julho

10h – 10:20 Abertura, apresentação do projeto, do Juventude em Acção e dos participantes da mesa

Responsável: Raquel Lobão – Jornalista, Mestre em Comunicação Empresarial, Doutoranda em Ciências da Comunicação

10h20 – 10h50 De mogadouro para o mundo: o jogo da capoeira no cyberspaço

Responsável: Luciano Milani – Professor de capoeira, webdesigner, dinamizador do site portalcapoeira.com

10:50 – 11h 10 Movement for Change : Londres e o paradigma da Roda Global

Responsável: Mestre Carlão – Mestre de capoeira, Master’s degree in Philosophy of Art,  Presidente do Kabula Arts London.

11h10 – 11h35 Debate entre os participantes

11h35 – 12:40 Roda / aula

 

14h30 – 14h50 – Mandinga for export: a malandragem  como capital simbólico na era global

Responsável: Ricardo Nascimento – Professor de capoeira, Mestre em sociologia da cultura e Doutorando em Antropologia

14h50 – 15h10  The mobility of culture elements: Capoeira in Poland

Responsável: Kasia Kobolwska – Doutora em Sociologia, Autora do livro “Capoeira in Poland”

15h10- 15h45 – Perguntas do público

15h45- 16h – Coffee Break

16h-17h20 – Mostra do filme Capoeira, Fly away beetle.

17h30 –18h00-  Bate Papo com o produtor Márcio Abreu / professor de Capoeira Angola, Bacharel em História com concentração em Patrimônio Cultural e Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de Nottingham.

18: Roda de encerramento / sorteio de material de capoeira Bassula

19h – Saída para o jantar

Meios de divulgação: Sites institucionains – ACGBC, ICS e Kabula; 10 cartazes A3 a serem colocados em pontos estratégicos, Portal Capoeira, Comunidade Virtual ACGBC Portugal

Organização:

ACGBC – Associação Cultural Ginga Brasil Capoeira e ICS – Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

Apoio:

Juventude em Ação, Kabula Arts London, Portal Capoeira, ALCC- Associação Lusofonia, Cultura e Cidadania, Bassula

Sites:

www.gingabrasilcapoeira.ptwww.portalcapoeira.comwww.lusofonia.com.ptwww.kabula.orgwww.juventude.ptwww.bassula.com

Londres: Movement For Change – The Capoeiragem Conference 2011

A Conferência vai prestar homenagem a dois grandes mestres da Capoeira – Mestre João Grande, ícone da Capoeira Angola da Bahia, e Mestre Gato, um dos fundadores do Grupo Senzala Rio de Janeiro e representante da capoeira regional.
O Evento servirá também como ponto de encontro e plataforma para troca de conhecimento e experiências entre a comunidade de Capoeira Européia. O evento servirá também para arrecadar fundos para os Projetos do BIDNA, uma organização sem fins lucrativos que está utilizando a capoeira como forma de apoio a crianças em situação de risco no Oriente Médio.
Recomendamos que a inscrição seja feita antecipadamente através de pagamento on line, pois as vagas serão limitadas e a procura está sendo muito alta. Veja todas as informações referentes ao pagamento no final dessa pagina.

Programação

1/07/11

Local: Petchey Academy / Kabula Arts venue Shacklewell Ln, London E8 2EY

18:30 – Abertura

Registro seguido de apresentação dos Mestres convidados para a Conferência: Mestre João Grande, Mestre Gato e demais convidados.

19:00 till 20:00 – Palestra com Dr. Matthias Röhrig Assunção* (University of Essex):

As raízes Angolanas da Capoeira. Apresentação do projeto de pesquisa financiado pela Arts and Humanities Research Council (AHRC)*.

A palestra vai se seguir de exibição de um curta sobre o Projeto BIDNA Capoeira

19:30 till 21:30 – Roda de abertura com todos os participantes.

2/07/11

Local: Petchey Academy / Kabula Arts studio em Shacklewell Ln, London E8 2EY

10:00 – Registro, apresentações e leitura do programa da Conferência

10:30 as 12:00 – Mestre Joãozinho – oficina de Maculelê

12:15 as 14:15 – Oficina de movemento com Mestre João Grande **

12:15 as 14:15 – Oficina de movemento com Mestre Gato ** (além da oficina M. Gato vai falar sobre metodologia de ensino na Capoeira)

** metade dos participantes com cada Mestre

Os workshops serão seguidos de 20 min perguntas e respostas

14:15 – Almoço

15:00 as 15:30 – Mesa redonda: Movement for Change, fazendo a diferença.

BIDNA Capoeira, Mestres João Grande,  Gato, Joãozinho, Carlão,  Ponciano e mais por vir!

15:40 as 17:40 – Oficina de movimento com Mestre João Grande **

15:40pm as 17:40pm – Oficina de movimento com Mestre Gato**

** metade dos participantes com cada Mestre

Os workshops serão seguidos de 20 min perguntas e respostas

18:00 as 20:00 – Roda de Capoeira

(somente com os inscritos para o evento)

20:30 – Festa com o grupo Pé-de-Juremá tocando Cocô, Maracatú, Ciranda, Capoeira e mais!
(informações completas em breve)

—–

3/07/11

Location: Petchey Academy / Kabula Arts venue Shacklewell Ln, London E8 2EY

10:30 – Registro dos participantes

11:00 as 12:00 – Musicalidade na Capoeira Angola com Mestre João Grande

12:10 as 13:40 – Oficina de movimento com Mestre Gato  (além da oficina M. Gato vai falar sobre metodologia de ensino na Capoeira)

(traga o seu próprio berimbau)

13:40 as 14:10 – Almoço

14:10 as 15:40 – Oficina de movimento com Mestre João Grande

15:50 – Entrevista com Mestres João Grande e Gato – Conversando sobre Capoeira

16:20 as 18:30 – Roda de encerramento

—-

PRICES:

:: PACOTE PROMOCIONAL (3 Dias)

£80 (antes do dia 30 de Maio)
£90 (antes do dia 15 de Junho)
£100 (depois do dia 15 Junho)

:: SEXTA-FEIRA – 1/07/11

preço: £30
Local: Petchey Academy / Kabula Arts venue Shacklewell Ln, London E8 2EY

:: SÁBADO – 2/07/11

preço: £60
Loca

l: Petchey Academy / Kabula Arts venue Shacklewell Ln, London E8 2EY

:: DOMINGO  – 3/07/11

preço: £50
Local:

Petchey Academy / Kabula Arts venue Shacklewell Ln, London E8 2EY

Shacklewell Ln. E8 2EY

 

Pagamento:

Kabula Arts and Culture No. 2 Account
Co-operative Bank
Account no.: 65370542
Sort code: 08-92-99

Importante: favor enviar email com recibo para info@kabula.org como prova do pagamento bancário

 

Pedimos para que continuem checando as informações do programa até a data do evento pois pequenas alterações ainda podem acontecer. Acesse www.kabula.org para atualizações.

Para mais informações sobre reservas e programa da Conferência escreva para info@kabula.org ou ligue 0044 07930076149

Documentário: Slum, Drums and Capoeira

É com satisfação que anunciamos em anunciar que o Kabula estará exibindo o documentário “Slum, Drums and Capoeira” (Favela, Percussão e Capoeira). Esta festa se destina a todos os membros do Kabula e também a toda comunidade da capoeira em Londres e UK. O intuito maior dessa celebração visa a arrecadação de fundos para o projeto do Kabula no Reino Unido, o Projeto JINGA.

Slum, Drums e Capoeira conduz você a uma viagem única de descoberta dentro do universo dessa antiga arte. Desde suas origens até a favela mais famosa do Rio de Janeiro e assim vivendo o espírito da capoeira no Brasil moderno.


Na Rocinha – maior favela do Rio de Janeiro, que tem suas ruas estreitas manchadas com o sangue de tráfico de drogas, encontramos

Tiane, uma capoeirista talentosa e jovem, que perdeu seu irmão para a violência. Nós seguimos a sua jornada mostrando como ela luta para estabelecer uma escola de capoeira na favela para proporcionar as crianças a possibilidade de caminho alternativo.

Sua história está entrelaçada com a dos antigos mestres de Salvador um dos berços da Capoeira no Brazil. Com imagens raras de Mestre Bimba e Mestre Pastinha (os pais da moderna Capoeira) e entrevistas dos mestres mais respeitados de hoje (Mestre Curió, Nenel, Bamba, Moraes Bola Sete e muitos mais). Favela, Percussão e Capoeira capta a verdadeira essência da capoeira no Brasil de hoje.


Após a projeção, termos uma performance com uma orquestra de berimbau (por isso, por favor traga o seu próprio berimbau se você pretende participar). Em seguida acontecerá uma roda e também um festa com DJs tocando uma mistura eclética de música brasileira. Cópias do filme também estarão disponíveis para venda em DVD em £10 (normal price £ 15), com 50% das vendas revertidas ao Kabula.

O Projeto Kabula JINGA projetado para escolas e espaços comunitários para jovens, refugiados e público em geral tem como finalidade maior utilizar a capoeira como uma ferramenta para a transformação pessoal e social, inspiradas na filosofia da capoeira Angola.

Esperamos que você possa para participar conosco deste evento especial … se inspirar, se divertir e contribuir para uma boa causa.



O quê? Projeção de filme e festa de angariação de fundos para o projeto Kabula Jinga!


Onde: Favela Chic (Londres)

Quando: 06 de dezembro

Horário: das 7pm em diante

Custo: doação de £ 3 (recomendado)

 

 

Film Screening: “Slums, Drums and Capoeira” & Fundraising Party

 

(Link: http://slumsdrums.com/)

We’re delighted to announce that Kabula will be hosting the premier screening of the documentary film Slums, Drums and Capoeira. This will be a party for Kabula members and the wider capoeira community and others to raise funds for the work of Kabula in the UK and Brazil.
Slums, Drums and Capoeira takes you on a unique journey of discovery into this ancient art form. From its origins in Salvador to Rio’s most notorious slum, we see the spirit of capoeira alive in modern Brazil.
Rocinha – the largest slum in Rio de Janeiro, where the narrow alleys are stained with the blood of drug trafficking. Here we meet
Tiane, a gifted young capoeirista who lost her brother to the violence. We follow her journey as she fights to establish a capoeira school in the slum to provide the kids with a different path.
Their story is interwoven with that of the old masters from Salvador the home of Capoeira. With rare footage of Mestre Bimba and Mestre Pastinha (the fathers of modern day Capoeira) and interviews from today’s most respected masters (Mestre Curio, Nenel, Bamba, Moraes Bola Sete and many more). Slums, Drums and Capoeira captures the true essence of capoeira in today’s Brazil.
After the screening we will have a berimbau orchestra (so please bring your berimbau if you want to play), a roda and a party with great DJs playing an eclectic mix of Brazilian music. Copies of the film will also be available for for sale on DVD for £10 (normal rrp £15), with 50% of sales going to Kabula.
Kabula works in schools and community settings with young people, refugees and the general public to use capoeira as a tool for personal and social change, inspired by the philosophy of capoeira Angola.
We hope you can attend this special event, be inspired, have fun and contribute to a good cause.

What: A film screening & fundraising party for Kabula!

Where: Favela Chic (London)
When: 6th Dec.
Time: from 7pm onwards
Cost: Recommended donation £3 to Kabula