Blog

arts

Vendo Artigos etiquetados em: arts

Jogo de luta inspirado na capoeira será lançado para PC

O estúdio alemão Twelve Interactive, revelou em seu site o lançamento de mais um game de luta baseado exclusivamente na capoeira, arte marcial brasileira original da época da escravidão.

Martial Arts – Capoeira, que agora chega aos PCs, já teve versões para PlayStation 2, Wii, PSP e Nintendo DS, colocando lutadores de diversas nacionalidades em disputas do esporte que une dança e música.

O game traz um modo carreira, onde é possível treinar o seu personagem para aprimorar suas habilidades, ganhar campeonatos e atingir o status de maior capoeirista do planeta.

Como cenário para os embates, o jogo coloca os atletas em recriações de pontos turísticos por todo o mundo, como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, as piramides do Egito, e Times Square, em Nova Iorque.

Estão disponíveis doze capoeiristas no jogo, com habilidades divididas em força, velocidade, resistência, constituição física e talento acrobático.

 

Martial Arts – Capoeira será lançado no próximo dia 25, com preço de 20 euros (cerca de R$ 50). Mais informações, no site oficial (e verde-amarelo) do game.

 

Fonte: http://arena.ig.com.br

Londres: Movement For Change – The Capoeiragem Conference 2011

A Conferência vai prestar homenagem a dois grandes mestres da Capoeira – Mestre João Grande, ícone da Capoeira Angola da Bahia, e Mestre Gato, um dos fundadores do Grupo Senzala Rio de Janeiro e representante da capoeira regional.
O Evento servirá também como ponto de encontro e plataforma para troca de conhecimento e experiências entre a comunidade de Capoeira Européia. O evento servirá também para arrecadar fundos para os Projetos do BIDNA, uma organização sem fins lucrativos que está utilizando a capoeira como forma de apoio a crianças em situação de risco no Oriente Médio.
Recomendamos que a inscrição seja feita antecipadamente através de pagamento on line, pois as vagas serão limitadas e a procura está sendo muito alta. Veja todas as informações referentes ao pagamento no final dessa pagina.

Programação

1/07/11

Local: Petchey Academy / Kabula Arts venue Shacklewell Ln, London E8 2EY

18:30 – Abertura

Registro seguido de apresentação dos Mestres convidados para a Conferência: Mestre João Grande, Mestre Gato e demais convidados.

19:00 till 20:00 – Palestra com Dr. Matthias Röhrig Assunção* (University of Essex):

As raízes Angolanas da Capoeira. Apresentação do projeto de pesquisa financiado pela Arts and Humanities Research Council (AHRC)*.

A palestra vai se seguir de exibição de um curta sobre o Projeto BIDNA Capoeira

19:30 till 21:30 – Roda de abertura com todos os participantes.

2/07/11

Local: Petchey Academy / Kabula Arts studio em Shacklewell Ln, London E8 2EY

10:00 – Registro, apresentações e leitura do programa da Conferência

10:30 as 12:00 – Mestre Joãozinho – oficina de Maculelê

12:15 as 14:15 – Oficina de movemento com Mestre João Grande **

12:15 as 14:15 – Oficina de movemento com Mestre Gato ** (além da oficina M. Gato vai falar sobre metodologia de ensino na Capoeira)

** metade dos participantes com cada Mestre

Os workshops serão seguidos de 20 min perguntas e respostas

14:15 – Almoço

15:00 as 15:30 – Mesa redonda: Movement for Change, fazendo a diferença.

BIDNA Capoeira, Mestres João Grande,  Gato, Joãozinho, Carlão,  Ponciano e mais por vir!

15:40 as 17:40 – Oficina de movimento com Mestre João Grande **

15:40pm as 17:40pm – Oficina de movimento com Mestre Gato**

** metade dos participantes com cada Mestre

Os workshops serão seguidos de 20 min perguntas e respostas

18:00 as 20:00 – Roda de Capoeira

(somente com os inscritos para o evento)

20:30 – Festa com o grupo Pé-de-Juremá tocando Cocô, Maracatú, Ciranda, Capoeira e mais!
(informações completas em breve)

—–

3/07/11

Location: Petchey Academy / Kabula Arts venue Shacklewell Ln, London E8 2EY

10:30 – Registro dos participantes

11:00 as 12:00 – Musicalidade na Capoeira Angola com Mestre João Grande

12:10 as 13:40 – Oficina de movimento com Mestre Gato  (além da oficina M. Gato vai falar sobre metodologia de ensino na Capoeira)

(traga o seu próprio berimbau)

13:40 as 14:10 – Almoço

14:10 as 15:40 – Oficina de movimento com Mestre João Grande

15:50 – Entrevista com Mestres João Grande e Gato – Conversando sobre Capoeira

16:20 as 18:30 – Roda de encerramento

—-

PRICES:

:: PACOTE PROMOCIONAL (3 Dias)

£80 (antes do dia 30 de Maio)
£90 (antes do dia 15 de Junho)
£100 (depois do dia 15 Junho)

:: SEXTA-FEIRA – 1/07/11

preço: £30
Local: Petchey Academy / Kabula Arts venue Shacklewell Ln, London E8 2EY

:: SÁBADO – 2/07/11

preço: £60
Loca

l: Petchey Academy / Kabula Arts venue Shacklewell Ln, London E8 2EY

:: DOMINGO  – 3/07/11

preço: £50
Local:

Petchey Academy / Kabula Arts venue Shacklewell Ln, London E8 2EY

Shacklewell Ln. E8 2EY

 

Pagamento:

Kabula Arts and Culture No. 2 Account
Co-operative Bank
Account no.: 65370542
Sort code: 08-92-99

Importante: favor enviar email com recibo para [email protected] como prova do pagamento bancário

 

Pedimos para que continuem checando as informações do programa até a data do evento pois pequenas alterações ainda podem acontecer. Acesse www.kabula.org para atualizações.

Para mais informações sobre reservas e programa da Conferência escreva para [email protected] ou ligue 0044 07930076149

DANCEBRAZIL & Mestre Jelon no New York Times

There was enough appreciative whistling to make a construction worker blush at Skirball Center at New York University on Saturday night, when DanceBrazil rolled through town with its crowd-pleasing style of high-octane, high-flying, pelvis-swiveling choreography. And let’s not forget the revealing costumes: the phrase “six-pack abs” doesn’t begin to do these folks justice.

Act II of “Ritmos,” or rhythms, by DanceBrazil’s artistic director, Jelon Vieira, was true to its title. Accompanied by Tote Gira’s live, percussive feast of a score, the work moved between silky samba sections and explosions of capoeira, Brazil’s martial arts dance. The performers, all men save for two women, might spend a bit less time hamming it up for the crowd and a bit more focusing on the intimate social dynamics that can make capoeira — with its spinning, lashing kicks and power moves executed in close quarters — so captivating. Still, it’s hard to be grumpy in the face of such an unabashed display of bravado, especially by dancers like these, whose rhythmic intelligence elevates sometimes stock material.

“Inura,” a premiere by the former Alvin Ailey dancer Carlos dos Santos Jr., is more ambitious, described in program notes as an exploration of the energy associated with the Yoruba deity Exu. Tania León’s score, which she conducted, features a spookily strange chorus and intriguing orchestration, creating a richly ritualistic mood. Here the women are given more to do, often taking central roles in sensual, impressionistic passages that meld capoeira with a modern fusion of styles reminiscent of Ailey.

These passages, like Manny Vega’s costumes, are sometimes more fussy than complex. Yet the eye and ears are drawn in and inclined to linger. CLAUDIA LA ROCCO

LAURA PAWEL

Dance Company

Baryshnikov Arts Center

“This is old school,” my neighbor said to me in a stage whisper during intermission at Laura Pawel’s dance program at the Baryshnikov Arts Center on Friday night. “Very Sarah Lawrence.” Ms. Pawel, who formed her company in 1968 after graduating from Sarah Lawrence College, approaches movement from a pedestrian, post-Judson Dance Theater aesthetic. There is a good deal of talking while moving; and the dancing, characterized by skipping, walking and shuffling, isn’t strenuous but deftly composed. Ms. Pawel experiments with improvisation within set choreographic structures.

Dancing with Ms. Pawel in the short trilogy of dances, “Sphinx,” “Phoenix” and “Griffins,” Pamela Finney was a grounded, austere counterpart to the choreographer’s lissome walks on demipoint and wiggling fingers. But the majority of works were for the group. In “Brambles,” from 2007, the dancers slyly commented on the aging process while contrasting off-kilter phrases with stillness. “I didn’t bump my head on the corner of anything today, and it doesn’t hurt,” Ms. Finney observed with deadpan flair.

The approach of talking and dancing extended to Ms. Pawel’s “There Might Be Mangoes,” a premiere for six brightly costumed performers set to live jazz music by the Cecilia Coleman Quartet. While the lines were funny in “Brambles” because the dancers seemed unaware of their humor, the dialogue was overly self-conscious in “Mangoes.” For Ms. Pawel to succeed in making an old form look alive, innocence can’t be sacrificed for a laugh. GIA KOURLAS

 
DanceBrazil members performing Jelon Vieira’s “Ritmos.”
By THE NEW YORK TIMES
Published: March 22, 2009

Skirball Center
for the Performing Arts

 
Fonte: http://www.nytimes.com

Mestre de capoeira recebe condecoração na Casa Branca

O baiano Jelon Vieira (mestre Jelon) foi agraciado com o National Endowment for the Arts – NEA, em Washington – DC

A National Endowment for the Arts – (NEA) anunciou em maio desse ano os agraciados com o NEA National Heritage Clubes, a condecoração do gênero mais alta do país. As 11 Eleven fellowships, which include a one-time award of $20,000 each, are presented to honorees from eight states and Puerto Rico.bolsas, que incluem um prêmio de US$ 20 mil cada, foram distribuidas entre residentes em oito estados, incluindo Porto Rico. Ente ano, entre os agraciados está o mestre de capoeira Jelon Vieira, radicado nos Estados Unidos desde meados da década de 70. A cerimônia de entrega dos prêmios ocorreu em setembro e teve lugar em Washington – DC, capital norte-americana.

The NEA National Heritage Fellowships program is made possible through the support of the Darden Restaurants Foundation and family of Red Lobster, Olive Garden, LongHorn Steakhouse, The Capital Grille, Bahama Breeze, and Seasons 52 restaurants.O NEA National Heritage Fellowships programa é possível graças ao apoio da Fundação Darden Restaurants & Family, Red Lobster, Olive Garden, Longhorn Steakhouse, O Capital Grill, Bahama Breeze, e Seasons 52 restaurantes.

These awardees were chosen for their artistic excellence and contributions to our nation’s cultural heritage.foram escolhidos pela sua excelência artística e contribuições ao património cultural da nação. They represent a cross-section of ethnic cultures and traditions including Native American, Peruvian, Ethiopian, Brazilian, and Korean and art forms ranging from saddlemaking and dance to bluegrass music and drum making. Eles representam uma mistura de culturas e tradições étnicas, incluindo nativos norte-americanos, peruanos, etíopes, brasileiros, e coreanos, variando desde a fabricação de selas para cavalos à confecções de tambores e composições musicais.

National Endowment for the Arts Chairman Dana Gioia said, “It is important to recognize the diverse traditional arts that enrich America’s cultural landscape and to award those whose dedication and artistry are so integral to the continuation of these art forms.”Dana Gioia, presidente da National Endowment for the Arts – (NEA), comentou que “é importante reconhecer que as diversas artes tradicionais enriquecem a cultura Norte-Americana e, por isso, é importante reconhecer aqueles que trabalham para a manutenção dessas formas de arte”.

Nascido na Bahia, Mestre Jelon Vieira estudou a arte afro-brasileira aprendendo capoeira com os mestres Giovanni Bussandri, Eziquiel, e Bobo, assim como dança afro-brasileira na Escola de Ballet Teatro Castro Alves. Since his arrival in the United States in the 1970s, Vieira has been at the forefront of promoting and presenting traditional capoeira through performing, teaching, and providing a wealth of knowledge and expertise on Brazilian culture to scholars and historians.Desde sua chegada nos Estados Unidos, na década de 1970, Vieira tem estado na vanguarda da promoção e apresentação de capoeira tradicional, realizando, no ensino, e proporcionando uma riqueza de conhecimentos e experiências sobre cultura brasileira para estudiosos e historiadores. In 1977, he founded DanceBrazil, a professional company of contemporary and traditional dancers and musicians that has performed throughout the US and abroad, including performances at the Festival of Vienna, Austria; Spoleto USA in South Carolina; South Bank Theatre in London, England; the Kennedy Center in Washington, DC; and Avery Fisher Hall in New York City.

Em 1977, ele fundou a DanceBrazil, uma companhia profissional de dança contemporânea e tradicional e músicos que tem se apresentado em todos os Estados Unidos e no exterior, incluindo performances no Festival de Viena, Áustria; Spoleto E.U.A. na Carolina do Sul; South Bank Theater, em Londres, Inglaterra; o Kennedy Center em Washington, DC; e Avery Fisher Hall, em Nova Iorque. Vieira also founded the Capoeira Foundation in the 1980s to promote Afro-Brazilian cultural forms —— particularly dance and music — through educational,presenting, and producing activities.

Vieira também fundou a Fundação Capoeira na década de 1980 para promover formas culturais afro-brasileiras – especialmente dança e música – através da educação, apresentando e produzindo atividades. Inherent in capoeira is the music that accompanies the movement. Inerente à capoeira é a música que acompanha o movimento. A gifted mover in his day, Vieira still performs the berimbau on stage. Um ágil capoeirista na adolescência, Jelon ainda toca o berimbau no palco, A single-stringed instrument that is an integral part of the art form, the berimbau is often referred to as the soul of capoeira.o único instrumento de-corda integrante da capoeira e algumas vezes referido como a “sua alma”. In 2000, Vieira was recognized by the Brazilian Cultural Center in New York City for being the “Pioneer of Capoeira in the United States.”

Em 2000, Jelon Vieira foi reconhecido pela Associação Brasileira Centro Cultural na cidade de Nova York por ter sido o “Pioneiro da Capoeira nos Estados Unidos.”

Mestre João Grande

Mestre João Grande
João Oliveira dos Santos, um dos maiores mestres da Capoeira, vive atualmente em Nova York, onde ensina a sua arte e transformou seu destino, tendo recebido um título de doutor honoris causa, em reconhecimento pela sabedoria e riqueza de seu trabalho. Waldeloir Rego sobre ele escreveu, em 1969: "é dentre todos os grandes capoeiristas jovens o que mais truques de ataque e de defesa conhece, contribuindo para isso a flexibilidade fora do comum de seu corpo, tornando-o o mais ágil de todos os capoeiras da Bahia. Quando em pleno jogo é um grande bailarino. Canjiquinha (…) saiu com um tipo de frase muito sua, de que: – ‘Foi Deus quem mandou João Grande jogar capoeira’." Foi discípulo de mestre Cobrinha Verde. Integrou também a delegação brasileira no Premier Festival International des Arts Nègres, em Dakar (Senegal).