Blog

ferreira

Vendo Artigos etiquetados em: ferreira

Bauru: Praça Mestre Bimba

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO

Dá denominação de MANOEL DOS REIS MACHADO – MESTRE BIMBA a uma praça pública da cidade.

A MESA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BAURU, Estado de São Paulo, no uso das atribuições que lhe confere o Artigo 15, Item I, letra “m”, da Resolução 263/90, promulga o seguinte Decreto Legislativo:

Art. 1º – Fica denominada Praça MANOEL DOS REIS MACHADO – MESTRE BIMBA a praça sem denominação oficial, localizada no Setor 03, Quadra 0007, situada na confluência das Ruas Elias Murback, quarteirão 04, Francisco Paez, Sebastião Pregnolato e Christiano Pagani, no loteamento denominado Jardim Auri Verde.

Art. 2º – Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação.

 

Bauru, 25 de fevereiro de 2009.

ROQUE JOSÉ FERREIRA

 

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

A Capoeira recebeu recentemente o status de “patrimônio cultural de natureza imaterial”, em face de sua força cultural.

Esta força cultural está diretamente relacionada aos aspectos técnicos próprios da manifestação, bem como aos aspectos simbólicos que a sua pratica ao mesmo tempo representa e testemunha: os ideais dos quilombos e de Zumbi.

Várias manifestações culturais de origem afrodescendente se perderam pelo caminho da historia. A Capoeira também poderia haver-se perdido, dada a descomunal força das proibições e repressões. Contudo, nos anos de 1930, Manoel dos Reis Machado (1900-1974), conhecido nas voltas do mundo da capoeira como MESTRE BIMBA, ao criar e sistematizar uma metodologia de ensino; como excepcional tocador de berimbau que era criar toques específicos para cada tipo de jogo; inovar nos rituais próprios da roda, mantendo a tradição; e especialmente oportunizou o aprendizado e pratica a homens, meninos e mulheres, das diferentes origens étnicas e sociais, com o seu Centro de Cultura Física e Luta Regional Baiana, conquistando assim a descriminalização da pratica do Jogo da Capoeira através da sua obra “A Capoeira Regional”.

Hoje a Capoeira deu, literalmente, a volta ao mundo, sendo praticada em

mais de 160 paises dos 5 continentes, sendo a maior embaixatriz do Brasil no exterior, e o maior veiculo de difusão da língua portuguesa no mundo.

Assim sendo, devemos essa herança cultural que tanto nos identifica como

brasileiros a Manoel dos Reis Machado, o MESTRE BIMBA, o criador da Capoeira Regional, ao lado do Mestre Pastinha, o patrono da Capoeira Angola.

 

Bauru, 25 de fevereiro de 2009.

 

ROQUE JOSÉ FERREIRA

Baixo orçamento do Ministério da Cultura ainda é um problema

 

Apesar de administrar um dos orçamentos mais modestos da Esplanada dos Ministérios – cerca de 0,6% de participação nas contas do Estado – o ministro da Cultura, Juca Ferreira, avalia que 2008 foi um período de muito crescimento e importantes realizações na área cultural.

“Nós compensamos as deficiências estruturais do ministério com muita dedicação, mas tem limite”, afirmou em entrevista à Agência Brasil.

O ministro está otimista para 2009: “será o melhor ano do ministério”. Outra expectativa de Juca para o ano que chega é a aprovação, pelo Congresso Nacional, ainda no primeiro semestre de 2009, de uma nova Lei Rouanet que vai modificar os mecanismos de financiamento cultural.

Em um ano marcado pela saída de Gilberto Gil da pasta e por algumas polêmicas, como a discussão sobre a instituição de cotas para a meia-entrada de estudantes, a última agenda de Juca foi uma reunião com o recém-empossado presidente da Funarte, Sérgio Mamberti. Um forte indicativo do que será prioridade para a pasta a partir de janeiro: “A Funarte está fraca, precisa de recursos e nós vamos dar atenção especial a ela”, adiantou.

Agência Brasil: Qual avaliação que o senhor faz sobre a atuação do Ministério da Cultura neste ano que se encerra?

 

Juca Ferreira: O ministério vem em um processo crescente, construindo várias políticas públicas na área de patrimônio, na área de memória. Em 2008 a gente teve muitas conquistas, concluímos o processo de reformulação da Lei Rouanet. O Plano Nacional de Cultura já fez todos os debate públicos e as consultas para ser avaliado pelo Congresso no início do próximo ano. E conseguimos ainda no final do ano aprovar a criação do Instituo Brasileiro de Museus (Ibram), que vai nos possibilitar ter uma gestão setorizada. Tivemos ainda o tombamento da capoeira como patrimônio imaterial, o reconhecimento do saber dos mestres e de outras manifestações culturais.

ABr: O ministério se dedicou muito em 2008 ao processo de substituição da Lei Rouanet pelo Programa Nacional de Fomento e Financiamento de Cultura. O senhor acredita que em 2009 o projeto será aprovado pelo Congresso Nacional?

Ferreira: Eu espero que saia no primeiro semestre de 2009. Nós não demos entrada agora porque os próprios parlamentares nos disseram que não era conveniente. Há uma disputa pela presidência das duas Casas e isso poderia envolver uma proposta que tem tudo para ser um grande consenso. Mas o projeto já está pronto. Já fechamos com a Fazenda, com a Receita, com o Ministério do Planejamento.

ABr: Qual é a importância da aprovação desse projeto no cenário atual?

Ferreira: É fundamental porque a gente está com um modelo caduco que gera distorções e que tende a apresentar uma nova debilidade com essa crise econômica, na medida em que há uma possibilidade de cair a adesão das empresas porque há um clima subjetivo de crise. Isso pode redundar em um rebaixamento da capacidade de patrocínio, então a reforma vem possibilitar que a gente faça frente a essa situação.

ABr: Ao deixar o cargo, o ex-ministro Gilberto Gil reclamou dos problemas orçamentários do ministério. Essa questão ainda é um problema?

Ferreira: É um problema. Com esse orçamento final [aprovado pelo Congresso], a gente cresce em 2009 para quase 0,7% [em relação ao Orçamento Geral da União]. Mas ainda é pouco, muito pouco. O ministério precisa ter recursos para desenvolver as políticas de cultura, gerar acessibilidade, apoiar os produtores culturais na sua capacidade de produção e irradiar por todo o Brasil. Tudo isso custa dinheiro.

ABr: Entre os brasileiros não há o costume de frequentar museus, qual será o papel do recém-criado Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) para impulsionar o setor?

Ferreira: Criou-se uma instituição cujo foco é a gestão desses museus, o que gera uma capacidade de desenvolver expertise na área. A gente fez um investimento de mais de 1000% na área de museus em relação ao que encontramos, mas ainda estamos longe de uma situação perto do ideal. Só 5% dos brasileiros entrou em um museu alguma vez na vida.

ABr: E há previsão de programas para incentivar esse hábito?

Ferreira: Claro, cada museu deve ter um programa. Primeiro com as escolas e depois um programa geral com a sociedade envolvendo a mobilização.

ABr: Outro debate importante em 2008 foi o projeto de lei que estabelece uma cota de 40% para ingressos vendidos como meia-entrada. A matéria já passou pelo Senado, qual é a expectativa do ministério?

Ferreira: O projeto está caminhando rápido porque tem uma base consensual. Os estudantes querem ordenar a emissão de carteiras o que é muito justo porque essa crise foi gerada por uma MP [Medida Provisória 2208 de 2001] do governo passado que liberou a produção de carteiras para qualquer entidade. E muitas que não são idôneas passaram a produzir essas carteiras o que gerou uma inflação que desorganiza toda essa área de espetáculos. E os produtores querem um mínimo de estabilidade. A extensão do benefício para a terceira idade agrava ainda mais o problema. A cota de 40% é razoável, tem condições de garantir o benefício e, ao mesmo tempo, dar estabilidade à economia dos espetáculos e às salas de exibição.

ABr: Há algum setor que o ministério pretende priorizar em 2009?

Ferreira: A gente não gosta dessa coisa de foco porque temos um sistema complexo para administrar, mas eu diria que a Funarte vai ser um foco, as políticas de arte. Ela [Funarte] está fraca, sem recursos, sem uma missão muito clara. Hoje mesmo estou saindo de férias, mas a minha última reunião foi sobre a Funarte. Ela vai ter uma atenção especial, a gente vai ter que suplementar recursos, vamos fazer todo um esforço para desenvolver a área.

Fonte: Agência Brasil

Lançamento da Coleção Capoeira Viva no Planetário da Gávea

Prezados amigos capoeiristas é com o maior orgulho que vamos realizar, no Rio de Janeiro, a primeira noite de autógrafos da Coleção Capoeira Viva, com o lançamento dos livros dos nossos parceiros Izabel e Bernardo. Acreditamos que seja a primeira coleção exclusivamente dedicada à capoeira e desejamos que tenha vida longa. Segue o convite, para quem está no Rio, e o release, para quem quiser saber um pouco mais. Os livros estão à venda nas livrarias, mas o legal é reunir a galera na roda. Esperamos vocês. Abraços, Raquel Silva

Coleção Capoeira Viva

  • Volume 1 – A Capoeira no Rio de Janeiro 1890 – 1950 – Izabel Ferreira
  • Volume 2 – A Arte da Negociação: a Capoeira como Navegação Social – Bernardo Conde

Exatos cinco meses depois de ter sido oficialmente declarada patrimônio cultural brasileiro, chegam às livrarias os volumes de estréia da Coleção Capoeira Viva, a primeira exclusivamente dedicada à publicação de livros sobre capoeira.

Marcada pelo estigma da marginalidade por mais de um século, a capoeira sempre foi tema de investigação nos círculos acadêmicos brasileiros e internacionais, especialmente no Rio e em Salvador, cidades que disputam sua maternidade. Entretanto, muito pouco disso chegou ao grande público.

A Coleção Capoeira Viva é composta por uma série de livros histórico-etnográficos adaptados de teses e dissertações acadêmicas. Foi criada com o intuito de tirar das prateleiras das bibliotecas da academia textos resultantes de relevantes pesquisas sobre o tema e dar acesso a importantes estudos que, ao abordarem a capoeira, suscitam questões que remontam aos primórdios da gênese da cultura brasileira.

“Jogo, luta, cultura, dança, esporte, brincadeira, instrumento de socialização… Muito se fala da capoeira, mas pouco se compreende. A Coleção Capoeira Viva tem a intenção de quebrar paradigmas e trazer a público a riqueza e as nuances desta manisfestação cultural, tão próxima de seus praticantes e admiradores e tão distante da maior parte da sociedade brasileira”, declara a jornalista Raquel Silva, diretora da coleção.

Coleção Capoeira VivaO primeiro volume, A capoeira no Rio de Janeiro 1890 – 1950, de Izabel Ferreira, aborda um período, entre o fim da República e meados do século XX, no qual a memória da capoeira carioca foi gradativamente apagada. Segundo a autora, isso se deve fundamentalmente ao fato de que com a implantação da República e o projeto de nação brasileira, a capoeira escrava lembrava a vergonha que foi o modelo escravagista praticado no país até então. A partir do início da década de 1940 a capoeira começou a se revestir com uma imagem mais adequada ao idéário nacionalista da época, ou seja, como arte genuinamente brasileira ou como luta nacional.

“Acredito que a análise da capoeira praticada no Rio de Janeiro neste período será útil à compreensão da capoeira que se faz contemporaneamente. Trata-se de entender a cosmologia construída ao longo das últimas décadas, incorporada ao imaginário dos capoeiristas, e que, nos dias atuais, se descortina em uma multiplicidade de discursos, de práticas e em uma rede de difusão que cobre quase todo o planeta”, declara a autora Izabel Ferreira, mestre em Ciências Sociais e especialista em Sociologia Urbana.

Coleção Capoeira VivaNo livro 2, A arte da negociação – A Capoeira como Navegação Social, o autor, Bernardo Conde, a partir de sua própria experiência, se debruça sobre a formação da identidade do capoeirista. Com uma cuidadosa análise que inclui o universo cultural que circunda a capoeira – samba, samba-de-roda, maculelê, candombé, malícia, mandinga etc. – o autor traça o panorama de um mundo à parte, cuja porta de entrada é a prática de um jogo em que não há nenhuma regra fixa e o oponente não é adversário e sim companheiro. Uma viagem fascinante, em que o leitor haole1, é conduzido por um local e, depois de uma breve passagem por concepções históricas da capoeira é apresentado a um universo muito particular, que vai se constituindo desde a dinâmica de iniciação de um discípulo até a incorporação do ethos da capoeira, que indica um modo de agir e pensar no qual o jogo da capoeira é transportado para a vida.

“Procurei, por intemédio da observação participativa e da depuração de fatos e situações vividas ao longo de minha trajetária, (re) interpretar comportamentos e ações que apontam para este possível ethos da capoeira. Num segundo momento tento estabelecer como o saber do jogo é acionado em diversos espaços sociais e como o cotidiano é traduzido pela ótica da roda de capoeira”, adianta Bernado Conde, professor universitário e doutorando em Ciências Sociais.

Sobre os autores:

Izabel Ferreira é cientista social, pós-graduada em Sociologia Urbana e Mestre em Antropologia Visual pelo PPCIS-UERJ. Professora de Sociologia da Universidade Gama Filho, entre 2000 e 2001. Desde 1998 realiza pesquisas históricas e iconográficas para exposições de arte, entre elas: “Flávio de Carvalho – 100 anos de um revolucionário romântico”; “Ismael Nery – a poética de um mito”; “Pancetti – o Marinheiro Só”; “No Tempo dos Modernistas – D. Olivia Penteado, a senhora das artes”; “Traço Humor & Cia”; “O Preço da Sedução – do espartilho ao silicone”; “Mary Vieira – o tempo do movimento”; “Homo Ludens – do faz de conta à vertigem”; “O Olhar Modernista de JK”, “O’Brasil – da terra encantada à aldeia global”, “Di Cavalcanti – um perfeito carioca”, Nippon, Galeria de Valores, entre outras.

Bernardo Velloso Conde é doutorando em Ciência Sociais pela UERJ, professor do departamento de Sociologia da PUC-RJ e professor de Antropologia Cultural na Univercidade. Desde 1982, quando ingressou no universo da capoeira, vem produzindo trabalhos que resultaram na publicação de diversos artigos sobre o tema. Atualmente pesquisa sobre a difusão da capoeira na Europa.

Raquel Martins Silva é jornalista, Mestre em Bens Culturais e Projetos Sociais pelo CPDOC/FGV. Trabalha, desde 1979, como produtora cultural. Atua em diversas áreas da comunicação, particularmente assessoria de imprensa, edição e produção de livros de arte e fotografia. Foi responsável pela coordenação editorial do livro Ismael Nery, que em 2005 recebeu o Prêmio ExcelênciaGráfica Werner Klatt. Escreveu o Guia da Copa França 1998. É coordenadora da Coleção Capoeira Viva, patrocinada pelo Minc, que publica ensaios acadêmicos sobre o tema. Uma das criadoras do Fundo Ângela Borba de Recursos para Mulheres, é verbete do livro Mulheres Negras do Brasil, que lista as mulheres negras que se destacaram em suas áreas ao longo da historiografia brasileira.

1 As expressões haole e local são gírias, oriundas do surf, que significam respectivamente pessoas de fora de uma sociedade específica e membros de uma sociedade.

Mestre Valdenor – Homenagem de Aniversário

Mestre Valdenor – Homenagem de Aniversário Portal Capoeira:

Desejamos ao Mestre Valdenor e todos os seus, muita saúde, paz e hamonia sempre acompanhado de muita capoeiragem!

MESTRE VALDENOR Renome Internacional na Roda da Capoeira Melhores Momentos Profissionais

DADOS PESSOAIS

Nome: Valdenor Silva dos Santos Nascido em 09 de Setembro de 1951 Natural de Mairí – Estado da Bahia Formação: Estudante Universitário. GESTÃO EM ADMINISTRAÇÃO ESPORTIVA Endereço: Rua Rio Grande, 263 – Bairro Homero Thon – Santo André – SP. CEP: 09110-420 – Fone Celular: 0xx. 11.9309-1698 – E-mail: [email protected]

Iniciou e formou-se na Capoeira com: MESTRE ANDRADE CAPOEIRA SANTO ANDRÉ – Santo André – SP. Treinou também com Mestre JOÃO FERREIRA (em memória), ASSOC. DE CAPOEIRA REGIONAL PRIMITIVA – São Caetano – SP.

Tabela de conteúdo CapoWiki:

 

Fortaleza: Cortejo pelo Centro comemora o Dia do Patrimônio Cultural

Em comemoração ao Dia Estadual do Patrimônio Cultural, a Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult) realiza na tarde de quarta-feira, dia 30, o Cortejo dos Confederados. Reedição teatral, cívica e festiva da marcha dos condenados, o Cortejo resgata fatos que marcaram a vida do cearense e exalta as conquistas dos nossos heróis.

A ação faz alusão à Confederação do Equador – episódio marcante da nossa história – remetendo à participação do Ceará na Revolução Republicana de 1824, quando foi implantado, no Estado, um Governo Patriótico e Republicano, sob a chefia de Tristão Araripe. Vencida a revolução, os principais líderes foram executados pelas forças monarquistas, em fuzilamentos precedidos por cortejos que saíam da Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção e seguiam pela Rua Conde D’Eu, Igreja do Rosário, Praça do Ferreira, Rua Floriano Peixoto, encerrando no então Campo da Pólvora, hoje Passeio Público.

Procurando rememorar as idéias e o heroísmo dos revolucionários de 1824, o Cortejo dos Confederados seguirá o mesmo trajeto do passado, fazendo paradas, com encenações, na 10ª Região Militar, Igreja da Sé, Museu do Ceará, Igreja do Rosário, Praça do Ferreira, Casarão Dr. José Lourenço e Passeio Público, onde serão encenadas as execuções.

A solenidade militar de degradação dos condenados será iniciada às 15h com a execução dos hinos do Brasil, do Ceará e de Fortaleza, salvas de canhão, toques de cornetas e fogos de artifício. O Cortejo sairá às 15h30min, com fogos e música. Apresentação de Maracatu, Capoeira e de uma cena relacionada com a libertação dos escravos no Ceará, acontecerá em frente à Igreja do Rosário. Já em frente ao Museu do Ceará e Palácio da Luz, será apresentado o Manifesto dos Confederados; na Praça do Ferreira, grupos indígenas executarão o Ritual do Torém e, no Sobrado Dr. José Lourenço, será feita outra encenação do Manifesto dos Confederados. De lá, o Cortejo seguirá para o Passeio Público, onde encerrará com grupo de atores e de grandes bonecos encenando os fuzilamentos de Padre Mororó, Ibiapina, Carapinima, Azevedo Bolão e Pessoa Anta.

Participarão do Cortejo o grupo Garajal, índios Tapeba, Escola de Samba Mocidade Independente/Bela Vista, Cia. Bate Palmas, Bumba-meu-boi Ceará (do Mestre Zé Pio), Quadrilha Paixão Nordestina, Caravana Cultural, Barraca da Amizade, Reisado Brincante Cordão do Caroá, Reisado SESC Nossa Senhora da Saúde, Grupo Formosura de Teatro, Viver Capoeira Mestre Índio, Ala dos Condenados, Linda Canalha e Maracatu Solar.

Serviço:

14h – Concentração dos Grupos em frente na 10ª Região Militar -Fortaleza de Nossa Senhora de Assunção

15h – Início da Solenidade militar de degradação dos condenados, execução dos hinos do Brasil, do Ceará e de Fortaleza, salvas de canhão, toques de cornetas e fogos de artifício.

Assessoria de Imprensa da Secult:

Bianca Felippsen ([email protected] – 3101.6759 / 8878-8805)

Resultado: Capoeira Viva 2007

 

1.286 projetos inscritos e 122 projetos contemplados

O ministro da Cultura interino, Juca Ferreira, anunciou, no dia 4 de abril, os vencedores do Edital Capoeira Viva 2007. A solenidade aconteceu na Sala dos Espelhos do Palácio Rio Branco, em Salvador.

Nesta edição, o total de recursos oferecidos foi de R$ 1,2 milhão, distribuído em quatro categorias, para as quais foram selecionados 122 dos 1.286 projetos inscritos.

Com o apoio do MinC, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a iniciativa tem o objetivo de fomentar políticas públicas para a valorização e a promoção da Capoeira como bem constituinte do patrimônio cultural brasileiro. Também visa incentivar ações relacionadas à manifestação por meio de atividades socioeducativas, pesquisas e constituição de acervos e produção de mídias e suportes digitais, eletrônicos e audiovisuais (filmes, vídeos, exposições, instalações, sítios, portais e jogos eletrônicos, software livre, dentre outros recursos).

Idealizado pelo Ministério da Cultura e promovido pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), com patrocínio da Petrobras, o projeto Capoeira Viva tem como objetivo fomentar políticas públicas para a valorização e promoção da capoeira como bem constituinte do patrimônio cultural brasileiro, apoiando uma das diretrizes da política cultural da atual gestão do Ministério da Cultura.

Esta chamada pública, de promoção e fomento, tem âmbito nacional, garantindo aos interessados de todo o País a mais clara e ampla possibilidade de acesso aos recursos financeiros captados junto à Petrobras e destinados a cada uma das modalidades de apoio. Permitirá, ainda, o mapeamento de diferentes experiências e iniciativas ligadas à capoeira em todas as regiões brasileiras e, eventualmente, no exterior.

Para mais informações, visite o site do Capoeira Viva: www.capoeiraviva.org.br

 

Lista dos projetos contemplados

 

 

Resultado: por categoria

Categoria Apoio a Ações Sócio-educativas
Total do Fomento: R$ 561.935,00

INSCRIÇÃO

NOME DO PROJETO

RESPONSÁVEL

CIDADE

UF

PRÊMIO (R$)

35873

Encontro e Vivência – Capoeira um Veiculo Educacional 3ªedição

Antonio Cesar de Vargas

Rio de Janeiro

RJ

6.000

35911

Tem Capoeira na Praça !!!

Alethéia Silva Fernandes

Rio de Janeiro

RJ

4.000

35918

Projeto Maculelê

Genival Soares dos Santos

Nova Olímpia

MT

5.000

35946

Projeto Afro Brasileiro

Flavio Ramos da Silva

Montes Claros

MG

4.000

35948

Malungo No Quilombo

Valmir Moreira Goulart

Guimaraes

MA

8.000

35949

Comunidade Capoeira

Walter dos Santos Dias

Teresina

PI

10.000

35991

Projeto Cultural e Social "Nossas Raízes"

Aldeci Gomes da Silva

Cachoeiro de Itapemirim

ES

4.000

35993

Roda Grande Capoeira nos Bairros

Luiz Carlos Ataide de Faria

Aparecida de Goiânia

GO

5.000

36000

Projeto Cultural A Arte de Ser Feliz

Maria Helena Zago Bragueto Moreira

Iracema do Oeste

PR

7.000

36029

Santa Capoeira

Sergio Augusto Sacramento

Rio de Janeiro

RJ

4.000

36040

Casa Mestre Ananias – Centro Paulistano de Capoeira Tradicional, Convivência e Cidadania

Rodrigo Bruno Lima

São Paulo

SP

8.000

36095

Ginga & Dança Capoeira

Eliseu Riscarolli

Tocantinopolis

TO

5.000

36125

Crescer Gingando

Wellington Carlos de Almeida

Belo Horizonte

MG

6.000

36174

Casa da Capoeira De Araguaina

Francisco Felix dos Anjos Carreiro

Araguaina

TO

7.000

36208

Educando Na Capoeira

José Maria Medeiros das Neves

Pesqueira

PE

8.000

36209

Projeto Resgantando A Cultura Afro-Brasileira – Instrumento de Inclusão Social

José Rodolfo Carrinho Viana

Canoas

RS

4.000

36215

Arte de Capoeirar

Rejane Maria de Sousa Pereira Oliveira

Palmas

TO

5.000

36240

Vem Capoeirar II

Valdernilson de Lima Gomes

Tarauacá

AC

7.000

36241

Projeto Capoeira no Morro das Pedras

Armando Maciel Pereira

Belo Horizonte

MG

4.000

36253

A Capoeira Como Objeto Educacional para A Inclusão e Diversidade

Leandro Ferreira Tomé

Janduís

RN

8.000

36256

Capoeira: Dança, Música, Arte e Educação

Heleno Emiliano da Silva Neto

Janduís

RN

8.000

36265

Projeto Cultural Renascer Capoeira Angola

Rubens Bezerra Oliveira

Brasília

DF

6.500

36275

Ginga Brasileira – Coquinho Baiano

Geusa Roberta Pinto

Campinas

SP

12.000

36315

Gingando no Itapoã

Reinaldo Ferreira Lima

Sobradinho

DF

7.935

36342

Construindo Cidadãos

José Leopoldo Ribeiro da Silva

Janaúba

MG

6.000

36343

Quilombo de Angola

Gustávio da Silva Pinheiro

Goiás

GO

6.500

36344

Projeto Capoeira No Campo

Francikelly Silva Andrade

Timon

MA

7.000

36347

Projeto Capoeira E Formação Cidadã

Marco Antonio Santos da Silva

Maceió

AL

5.500

36374

Capoeira É Nossa Cor: O Berimbau e O Caxixi

Maria Luisa Bastos Pimenta Neves

Lauro De Freitas

BA

6.500

36397

Escola de Capoeira "Manoel de Hilário"

Idelmar Gomes Cavalcante

São Francisco Do Piauí

PI

5.000

36429

Projeto Imagem Comunitária – Resgate da História E da Cultura de Povo Através da Capoeira

Josiane Soares Cardoso

Porto Alegre

RS

7.000

36446

Gingando Pela Paz

José Carlos Almeida Santos

Laranjeiras

SE

8.000

36487

Projeto-Sócio Cultural Quilombola "Capoeirando com As Crianças e Adolescentes"

Valdemiro Pereira Filho

Florianopolis

SC

7.000

36496

Projeto Educando Através do Esporte

Aloisio de Souza Piton

Curitiba

PR

5.000

36503

Capoeira de 8 A 80

Edeltraut Edith Rueckl

São Bento do Sul

SC

7.000

36515

Projeto Gente Feliz

Odete Rigato Mioto

Ji-Parana

RO

5.000

36521

100%Capoeira Cultura Brasileira

Eveton Alfaia Moraes

Belém

PA

5.000

36525

Capoeira Angola, Roda Mundo em Jogo de Rodas Vivas: Ancestralidade, Educação e Cultura

Jaime Martins dos Santos

Salvador

BA

6.000

36542

Capoeira Angola Mabaça

Carlos Alberto Martins Alves

Goiânia

GO

8.000

36544

Vivenciando a Capoeira para um Novo Mundo Melhor

Mariza Maia Guimarães

Senador Canedo

GO

5.000

36560

Potencial Capoeira

Denivan Costa de Lima

Maceió

AL

8.000

36571

Ventos de Liberdade

Francisco Flávio Pereira Barbosa

Fortaleza

CE

7.000

36586

Capoeiragem Mirim: e do pequeno que se faz o grande

Augusto Bonatto Alves de Sousa

Belo Horizonte

MG

6.000

36597

Capoeira pela Vida

Raimundo Inaldo Alves Araujo

Missão Velha

CE

5.000

36610

Capoeira no Bom Pastor II

Marcelo de Lima Schitz

Caxias do Sul

RS

4.000

36612

Projeto Social "Capoeira Na Roda da Vida"

Douglas Martins

São José

SC

7.000

36624

Palmares em Nós

Ivanildes Teixeira de Sena

Salvador

BA

6.000

36629

Muzenza, Capoeira pra Todos

Elias Sebastião da Silva

Paulista

PE

5.000

36633

Capoeira Angola – Estudos e Prática

Jorge Estevão Ferreira

Olinda

PE

5.000

36635

Grupo Aún Chibata de Capoeira

José Wanderson Nascimento Saraiva

São Luis

MA

5.000

36641

Capoeira ART-VIDA

Jeime Gleidso do Nascimento Soares

Morada Nova

CE

8.000

36642

Capoeira No Quilombola: Contribuindo com o Resgate da Cultura Crioula a Partir da Capoeira Na Escola

Flaviano Ribeiro da Silva

João Pessoa

PB

6.000

36654

Projeto de Educação e Cultura – "Terra Brasil"

Raphael Alves Vieira da Silva

Palmas

TO

6.000

36683

Preservarte Capoeira Viva

Estela Maris Casara

João Neiva

ES

6.000

36690

Grupo Cultural Esquiva de Capoeira

Joao Alves de Souza

Lapão

BA

6.500

36737

Capoeira Cidadã

Valter da Rocha Fernandes

Rio de Janeiro

RJ

6.000

36739

Meninos da Ilha de Mar Grande

Gilson Fernandes

Salvador

BA

12.000

36749

O Brilho Tem Capoeira

Eduardo André Silva dos Santos

Palmeiras

BA

12.000

36750

Capoeirando e Educando

Odailton Pollon Lopes

Osasco

SP

8.000

36757

Capoeira – Instrumento de Cidadania

Josefa Marlene Dantas Souza

Macaiba

RN

5.000

36799

Capoeira: Um Salto Para O Mundo

Cleyton José Da Silva

Olinda

PE

5.000

36811

Capoeira Integração Social Ma Capuava

Cecilia Maria Borges

Goiânia

GO

5.000

36816

Capoeira – Resistência, Tradição e Preservação

Evangivaldo Palma Azevedo Filho

Vera Cruz

BA

6.500

36817

Capoeirança

Lindomar Dantas da Silva

Aparecida

PB

5.000

36830

“O Futuro Depende de Nós”

Ir. Maria Hubertina Lijnen

Cabedelo

PB

5.000

36866

Projeto Capoeira Na Escola

Sandra Regina Prudêncio

Goiânia

GO

5.000

36877

Projeto "O Quilombola": Implantação E Fortalecimento da Capoeira Angola Na Comunidade Quilombola de Retiro

Ananda Bermudes Coutinho

Vitória

ES

6.000

37026

Grupo Muzenza Mirim de Capoeira

Eleusa das Graças Gomes

Uberaba

MG

6.000

37050

Capoeira na Escola

Antônio Marcos da Silva

São Gonçalo do Amarante

RN

5.000

37058

IV Encontro de Capoeira & Síndrome de Down

Josimar Flor de Araújo

Campo Grande

MS

8.000

37068

Caá Puêra na Terra de Zumbi

Severino Cláudio de Figueiredo Leite

Maceió

AL

7.000

37073

Arte da Criança: A Prática da Capoeira No Ensino Infantil

Rosilene Cristina da Silva Carvalho

São Luis

MA

5.000

37104

“Intervenções Culturais: Formação Cidadã dos Filhos do Solar”

Cecília dos Santos de Brito

Salvador

BA

12.000

37112

Capoeira e Inteligências Múltiplas

Marcelo Pertussatti

Xaxim

SC

6.000

37126

Capoeira Como Resistência: Um Resgate Histórico e Cultural Em Jardim Catarina

Elisangela Bandeira Mendes

Rio de Janeiro

RJ

6.000

37128

Orquestra de Berimbaus “Mandingueiros do Amanhã”

Kleber Umbelino Lopes Filho

São Luís

MA

7.000

37142

Escolinha Conscienciarte

Lucivaldo Paz de Lira

Paracatu

MG

6.000

37159

Projeto Ação e Movimento

Roberto Rós Perez

Miranda

MS

8.000

37174

Projeto Capoeira São Luiz do Palmares

Luiz Carlos da Silva

Porto Nacional

TO

6.000

37192

Bimba, Buda e Eu…

Paulo Cristiano Marques Pereira

Campo Grande

MS

5.000

37217

I Encontro Infantil de Capoeira – EICA – Novo Horizonte Circularte

Leonardo Dutra Guedes

Florianópolis

SC

6.000

37271

Projeto Gunguerê, Negritude e Cidadania Dia-a-dia

Lázaro dos Prazeres Santos

Salvador

BA

12.000

37288

Movimento Capoeira Mulher

Gisele da Silva Figueira

Belém

PA

4.000

37331

Resgatando a Auto Estima dos Quilombolas

Laura Ferreira da Silva

Várzea Grande

MT

8.000

37426

Angoleiros Sim Sinhô

Renata Ribeiro dos Santos

São Paulo

SP

12.000

37477

"Orquestra Popular Do Tocantins

Davi Fernandes Nunes

Araguaína

TO

9.000


Categoria: Incentivo para projetos inéditos de estudos, pesquisas, inventários e documentação sobre o desenvolvimento da capoeira
Total do fomento: R$ 171.000

INSCRIÇÃO

NOME DO PROJETO

RESPONSÁVEL

CIDADE

UF

PRÊMIO (R$)

36020

Uma Vida Na Capoeira Regional: Os Seguidores de Mestre Bimba

Helio José Bastos Carneiro de Campos

Salvador

BA

9.000

36102

Mestre Pastinha: Fragmentos de uma vivência

Claudio Rocha de Cunto Lemos

Brasília

DF

12.000

36224

Livro – "A História da Capoeira de São Paulo: Contada Pelos Antigos Mestres."

Womualy Gonzaga dos Santos

Santo André

SP

12.000

36264

Livro: A capoeiragem no Recife Antigo – os valentes de outrora

Mônica Carolina de Albuquerque Beltrão

Recife

PE

12.000

36372

A História da Capoeira de Goiás Contada Por Seus Pioneiros: Mestre Osvaldo E Mestre Sabú

Elto Pereira de Brito – Mestre Suino

Goiânia

GO

12.000

36424

Raízes do berimbau: Hungu e M’bulumbumba

Cinezio Feliciano Peçanha

Salvador

BA

9.000

36514

Corpo, cultura e sociedade: memórias da capoeira na cidade do Natal/RN

João Carlos Neves de Souza e Nunes Dias

Natal

RN

12.000

36789

Em Busca das Raízes da Capoeira: Danças Africanas em Angola, Séculos XVI Ao XIX

Carlos Eugênio Líbano Soares

Salvador

BA

9.000

36790

Menino quem foi teu mestre: a capoeira em Salvador nas fotos de Pierre Verger

Angela Elisabeth Lühning

Salvador

BA

9.000

36858

A capoeiragem no Rio de Janeiro através do século

Jair Fernandes de Moura

Salvador

BA

12.000

36862

Mandinga Em Manhattan – O Livro

Maria Lucia Correia Lima de Souza

Salvador

BA

9.000

37059

Brabos, valentões, mas também brincantes – A capoeiragem em Pernambuco de 1890 a 1937 pelos olhos da imprensa local

Cristiane Amador Alves

Olinda

PE

9.000

37163

A CAPOEIRAGEM AMAZÔNIDA: a experiência social de mestres e praticantes da capoeira em Belém

Fabio Araújo Fernandes

Belém

PA

9.000

37200

HORALCAP: Conversando com Mestre de Capoeira em Feira de Santana

Maria Fulgência Bomfim Ribeiro

Feira de Santana

BA

12.000

37289

FEIRA DE CAPOEIRA – História em imagens fotográficas

Fabrício Souza Barboza

Feira de Santana

BA

12.000

37308

As Rodas de rua na capoeira do Maranhão da década de 1970

Roberto Augusto A. Pereira

São Luis

MA

12.000


Categoria: Apoio a Acervos Documentais
Total do fomento: R$ 200.000

INSCRIÇÃO

NOME DO PROJETO

RESPONSÁVEL

CIDADE

UF

PRÊMIO (R$)

35887

Acervo Mestre Itapoan

Raimundo César Alves de Almeida

Salvador

BA

25.000

36489

Acervo Frede Abreu – Instituto Jair Moura

Frederico José de Abreu

Salvador

Ba

20.000

36516

Memorial da Capoeira Pernambucana

João Ferreira Mulatinho

Recife

PE

40.000

36568

Acervo Mestre Camisa

José Tadeu Carneiro Cardoso

Rio de Janeiro

RJ

35.000

36928

Divulgando A Capoeira

José Carlos Alberto

São José dos Campos

SP

20.000

36983

MUSCAP – Museu da Capoeira do Paraná

Adegmar José da Silva

Colombo

PR

40.000

37220

Casa Mestre Ananias – Centro Paulistano de Capoeira e Tradições Baianas

Rodrigo Bruno Lima

São Paulo

SP

20.000


Categoria: Ações relacionadas à capoeira por meio de mídias e suportes digitais, eletrônicos e audiovisuais, incluindo filmes, vídeos, exposições, instalações, sítios, portais e jogos eletrônicos, software livre e produtos correlatos e iniciativas de produção e difusão
Total do fomento: R$ 270.160

INSCRIÇÃO

NOME DO PROJETO

RESPONSÁVEL

CIDADE

UF

PRÊMIO (R$)

36034

João Grande, Mestre de Capoeira Angola

Mari Travassos

Salvador

BA

20.000

36269

Pernas Para Voar

Ioná Pizzi Dourado

São Paulo

SP

20.500

36301

Pesquisadores da Capoeira

Antônio Liberac Cardoso Simões Pires

Muritiba

BA

15.000

36318

Capoeira de Cacete

Matthias Röhrig Assunção

Rio de Janeiro

RJ

17.660

36613

Gigante – O berimbauman

André Chaves Santos

Salvador

BA

25.000

36664

A difusão da capoeira Angola através do desenho animado e da produção de livro digital para pessoas cegas e surdas

Guimes Rodrigues Filho

Uberlândia

MG

22.000

36722

Olhar capoeirista sobre a capoeira

Anna Rosaura de Medeiros Trancoso

Rio de Janeiro

RJ

30.000

36726

Capoeira/teatro do Lua Rasta

Gilson Fernandes

Salvador

BA

20.000

36756

Besouro Zum Zum Zum

Elza Maria Montal de Abreu

Salvador

BA

20.000

36802

usina de revitalização negodotimbo apresenta:negros de briga em frevos de poeira

Wagner Porto Cruz

Garanhuns

PE

25.000

36823

PUNGA, MARIMBA E PERNADA – Aspectos da capoeiragem na cultura popular do Maranhão

Raimundo Muniz Carvalho

São Luís

MA

20.000

36844

Portal Angoleiros do Sul

Mário Augusto da Rosa Dutra

Porto Alegre

RS

15.000

36945

Mídias : PAZ NO MUNDO CAMARÁ – A CAPOEIRA ANGOLA E A VOLTA QUE O MUNDO DÁ

Carem Cristini Nobre de Abreu

Belo Horizonte

MG

20.000

Fonte: Capoeira Viva: www.capoeiraviva.org.br

 

Seminário de Estudos e Pesquisas em Capoeira – Capoeira Viva 2007

 Seminário de Estudos e Pesquisas em Capoeira – Capoeira Viva 2007.
 Esse resultado também será divulgado via internet e imprensa.
 O evento será aberto ao público.

Programação:

9h – Mesa de abertura

10h – Mesa redonda – Capoeira, Educação e Comunicação
Muniz Sodré (Rio de Janeiro)
Luís Felipe Machado (Pernambuco)
Pedro Abib (Bahia)
Anselmo Accurso (Rio Grande do Sul)
Álvaro Malaguti (Distrito Federal)

14h – Mesa redonda – Capoeira, História e Cultura
Flávio Gomes (Rio de Janeiro)
Oswald Barroso (Ceará)
Luiz Augusto Leal (Pará)
Luiz Renato Vieira (Distrito Federal)
Letícia Vidor (São Paulo)

17h30 – Pronunciamento do Secretário Executivo Juca Ferreira

18h – Lançamento do livro: A Política da Capoeiragem, de Luiz Augusto Leal

Local:
Sol Victoria Marina – Salão Ilha de Maré
Av. Sete de Setembro, 2068 – Vitória.
Salvador – BA

Taquarussu: Projeto Berimbau & Encontro Interestadual de Capoeira

Projeto Berimbau graduou 40 alunos em solenidade realizada no Ginásio Municipal Flávio Derzi
     
TAQUARUSSU – No intuito de incentivar cada vez mais o desenvolvimento do Projeto Berimbau (grupo de capoeira para crianças carentes) foi realizado no último dia 10 de novembro, o 1° Encontro Interestadual de Capoeira em Taquarussu, a cerimônia aconteceu no Ginásio Municipal de Esportes Flavio Derzi .

Idealizado pelo diretor do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) Erivaldo de Andrade e pelo coordenador do Programa Rogério Francisco dos Santos, o evento contou com a participação de grandes profissionais da capoeira em especial do Grupo Memória cujo presidente é o Mestre Aranha de Ilha Solteira.

O objetivo do encontro foi graduar 40 participantes do Projeto Berimbau, que é comandado pelo instrutor Paulo Robson Júnior, que receberam das mãos de mestres, professores e instrutores de capoeira de diversas localidades do país, as respectivas graduações, corda crua, verde crua, verde.

O Projeto Berimbau que hoje conta com a participação de aproximadamente 70 crianças é originado do Centro de Referencia da Assistência Social (Cras) e apoiado pela Secretaria de Promoção e Assistência Social e pela Prefeitura Municipal.
Além da presença do mestre Aranha, estiveram no evento os mestres João Montanha de Pereira Barreto, Animal de Clementina e Ciclone de Guaraçaí (SP) além de professores e instrutores dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Segundo o prefeito Genivaldo Medeiros "o incentivo ao esporte é um meio fundamental de transformar crianças em cidadãos do futuro, e sem dúvida estaremos a disposição para buscar o necessário para bem de nosso povo".

O evento foi prestigiado por um grande público, dentre o qual se destacam os secretários do município Daniel Berto (Educação), Laurindo São Pedro (Administração e Finanças) e Célia Patussi (Assistência Social), além dos diretores Cícero Medeiros (Transportes) e Dirce dos Santos (Escola Municipal) e ainda a Primeira-Dama Terezinha Silva Santos e vereadores Lucinda Rodrigues, Joaquim Xisto e Gilso Francisco.

Os alunos graduados foram: Fabiana Dias Evangelista, Ailton Carlos Vieira Silva, Ana Carolina Silva, Carina Ferreira dos Santos, Danieli de Souza, Diego Granjeira, Ferandno Mendonça, Igos da Silva Souza, João Vitor Silva, Jose Aparecido de Meneses, Joicy de Souza, Justieli Pereira Martins, Luan Felipe Santos, Mateus Alves de Lima, Rafael Teixeira Neiva, Romário Manuel Ferreira, Tayná Teixeira Estevo, Tiago Alves de Souza, Vando Mendonça dos Santos, Vanessa da Silva Dantas, Welinton da Silva Souza, Yara Maria de Oliveira, Mateus Lima dos Santos, Elito Costa Martins, Eric Jhones Barbosa, Gabriel Martins dos Santos, Gilmara dos Santos Figueiredo, João Paulo Peralta, Juliana dos Santos Figueiredo, Junior César Figueiredo dos Santos, Junior Costa Martins, Keli Cristina Paulino, Leandro dos Santos, Leomar Barbosa Nogueira, Lucas dos Santos Loterio, Marcio Peralta, Mateus de Oliviera Silva, Oseias Andrade dos Santos, Renan dos Santos Ramos, Ricardo dos Santos Ferreira, Tamires de Oliveira Santos, Taynara Alves da Cruz, Timoteo da Silva Guedes, Uatila Silva Santos, Welington dos Santos Figueiredo e Willian da Silva Souza.

O Progresso – Dourados – http://www.progresso.com.br

Minc destina R$1,2 milhão para projetos de capoeira

Ministério da Cultura lança edital, homenageia João Pequeno e anuncia bienal na Bahia

O Ministério da Cultura (Minc) lançou, ontem pela manhã, o novo edital do programa Capoeira Viva, que distribuirá um total de R$1,2 milhão a projetos de todo o Brasil que tenham como vértice a mistura de luta, dança e rito trazida ao Brasil pelos negros escravos, no final do século XVIII. Realizada no Palácio Rio Branco, a solenidade homenageou o mestre capoeirista mais antigo ainda vivo, João Pequeno. Ele completa 90 anos em 27 dezembro. O ministro interino Juca Ferreira anunciou ainda que Salvador sediará, em 2008, a Bienal Mundial da Capoeira, além de ser palco da festa de tombamento da arte como patrimônio cultural brasileiro.

 

O Minc premiará projetos ligados à capoeira em quatro linhas: ações socioeducativas de mestres capoeiristas com foco na recuperação da auto-estima, que podem receber de R$8 mil a R$18 mil cada um; projetos inéditos de pesquisa e documentação sobre o desenvolvimento da capoeira no Brasil e exterior, no valor máximo de R$20 mil; apoio a acervos documentais, cujo aporte chegará até R$50 mil; projetos de utilização de mídias e suportes digitais, eletrônicos e audiovisuais, que podem receber até de R$30 mil.


Clique para ampliar…

 

“Este projeto faz parte do intento do Minc em transformar a capoeira como instrumento de políticas públicas”, afirma o presidente da Fundação Gregório Matos, Paulo Costa Lima. O órgão coordenará o processo do edital. As inscrições abrem em 22 de outubro. O resultado da seleção sai em fevereiro. O valor destinado nesta edição é 29% superior ao anterior, quando foram premiados 74 projetos.

 

A solenidade de lançamento do programa Capoeira Viva congregou sábios capoeiristas de várias gerações, mas o homenageado, mestre João Pequeno, não pôde comparecer, por conta de problemas de saúde. Foi representado por uma neta. “Eu cumpri a missão que o mestre Pastinha me deu. Ajudei a manter o nome da capoeira angola e o dele que será eterno, graças a Deus”, disse à reportagem do Correio da Bahia, em casa, no bairro da Fazenda Coutos.

Patrimônio – A capoeira já é praticada em mais de cem países, mas o ministro interino da Cultura, Juca Ferreira, admite que o estado brasileiro peca em apoiá-la. “Temos que reconhecer que em alguns lugares na Europa e nos Estados Unidos, nossos capoeiristas são melhores tratados e recebidos do que no Brasil. Queremos mudar isso”.
Ferreira informou que o processo de tombamento da capoeira como patrimônio cultural brasileiro estará concluído até o fim do ano. “Nós devemos esperar o fim do Carnaval para fazermos o anúncio oficial que ocorrerá em Salvador”, explicou Ferreira. Mais informações sobre o edital no site www.capoeiraviva.org.br.

 

 

Universidade quer criar centro da arte-luta

Entre os projetos que concorrerão ao edital do Capoeira Viva, estará o da Universidade Federal de Bahia (Ufba), que pretende criar um centro de cursos, oficinas e memorial da capoeira. O núcleo será batizado de Aruandê – corruptela de Aruanda, que remete a Luanda, capital de Angola.

 
O pró-reitor de extensão da Ufba, Ordep Serra, informa que, além de professores da instituição, mestres de capoeira e o governo participaram do projeto. “É responsabilidade da universidade atuar neste processo de difusão da capoeira”.
 

A Ufba pretende outorgar o título de mestre de ofícios e saberes populares a capoeiristas. O Minc planeja fazer o mesmo. “É preciso reconhecer os saberes dos mestres para que eles possam ensinar nas universidades e nas escolas públicas sem a necessidade de um título acadêmico”, afirmou o ministro interino Juca Ferreira. Para o mestre Nenel, filho de mestre Bimba, existe ainda uma dificuldade na sociedade em reconhecer o conhecimento aprendido na rua pelos capoeiristas.

Flávio Costa
Correio da Bahia – Salvador,Brasil
http://www.correiodabahia.com.br

Promoção de Aniversário Portal Capoeira – Sorteio do CD do Jogo Capoeira Fighter 2

Lista dos Membros do Portal Capoeira que estão concorendo ao sorteio de um CD do Jogo "Capoeira Fighter 2 – Brazilian Batizado", desenvolvido por: Spiritonin Media, sucesso na Internet e entre os capoeiristas.
 
O sorteio será feito através do número do usuário, tendo como fonte do sorteio, a centena final do 1º premio da Loteria Federal da Caixa, Extração nº: 04067
 
* Caso a centena sorteada no 1º premio da Loteria Federal da Caixa, Extração nº: 04067 não estiver contemplada entre os 336 participantes, a mesma sera invalidada e a centena seguinte passará a vigorar (2º premio, 3º, 4º, 5º e assim sucessivamente até  o premio puder ser validado)
 
Luciano Milani pcapoeira
Wellington Fernandes rabodearraia
003 RS rscapoeira
004 Pequena e mAu/mAu pequena_maumau
005 Ricardo Morais ricardomorais
Luciano Milani lmilani
007 Rodrigo Felix Bove cabeludo
008 Andrew Rebouças Pereira andrewcapoeira
009 Valdemir Nunes estagiário Gato Preto
010 Jose Lauro Ribeiro mestre bigodinho
011 Emerson Souza Madimbu
012 Luis Carlos gradluis
013 Instrutor Toureiro Grupo Ginga USA
014 Gilvan Soares Marcolino GRAD. GILVAN
015 leonardo léo bombeiro
016 Carlos dinho
017 Francisco Alexandre Silva de Almeida xandaocdoacre
018 valmir santos mauricio valmir.mauricio
019 Tony Roberto Pereira Grilo2005
020 Renan Pereira renan_ccp
021 francisco chiquinho
022 PAULA CRISTINA FARIAS BOAVENTURA paulacfb
023 Tairone Walzer Sant Ana gigante
024 Alexandre Dutra de Moura alexandredmoura
025 Nhatash Fonseca Carioca
026 Maurício mauriicio
027 Anderson Formigao
028 Joaquin Rebollo joaco
029 Paulo Grande paulogrande
030 Kalle kalle
031 Vanessa vavasl
032 Dourado dourado
033 Daniel Maffioletti dmaffioletti
034 Diego Ribeiro Negrao Celsinho CAMAFEU
035 Fábio Baqueta
036 Offer J. Mosquera Cordoba capoeiratigre
037 Chris Verminoso
038 Júlio Pedro Duarte dos Santos Ribeiro piupiu
039 RICARDO LUIS THEODORO THEODORO
040 MESTRE- PITÚCA MS.PITUCA
041 Wilson Vieira Filho Vieira
042 Anderson Fetter afetter
043 André Luis de Oliveira André
044 KELLY OLIVEIRA DE SOUZA kellynago
045 João Andrade Almeida João Andrade
046 Suco Suco
047 Tulio Tubarão tulio
048 Pedro Manuel Rodrigues Cardoso PedroCardoso
049 Cíntia Pires Lopes thinty
050 Lindinalvo Natividade Lindi
051 Helder valdez79
052 giovane leal de souza silva samambaia
053 giovane giovanesamambaia
054 victor gomes victor
055 Élerson Krebsky Bispo Lobão
056 Angelo Augusto Decanio Filho adecan
057 Rui Takeguma Rui Takeguma
058 Flavia Dendê
059 Rosilene Alves Rosi
060 Cátia Ishtar
061 Marco Nascimento Gulu
062 EDUARDO SANCNHEZ MESTRE CHILENO
063 LUCIMAR CESARIO DA SILVA GIRAFFA
064 BRUNO CASTRO bruno_luanda
065 danner maia
066 Isabela Puig de Moura BRANCA
067 Ting ting
068 Lorena Lorena
069 Eulálio Cohim Hereda de Freitas Cruzeiro
070 Andreia Mariana Rodrigues Cardoso Kanguru
071 Fabiano Ferrari Fabiano Brasil
072 marcelo andré da cunha grajaú caniço capoeira
073 Salvador Sombra
074 Luiz Fernando Goulart lgoulart
075 Patricia Patypira
076 Beatriz Moura da Matta GUERREIRA
077 Renato Leao Leao
078 João Filipe Lourenço Carangua
079 Mauricoi Ferreira Da Luz Dede Capoeira
080 Fernando Oliveira nandocapoeira
081 Contramestre Macaco Contramestre Macaco
082 Willian Jonas douradoiecapoeira
083 DADÁ LHP dinha_lhp
084 Alexandre Ramos Siri
085 Ginés Rosagro Peixe Aranha
086 Vanuska Torres nuska
087 Guilherme Paixão Montanha
088 Charles Roger Arrepio
089 Alexandre Lima alesthags
090 Adriano Medeiros Adriano Medeiros_18
091 André Radesca Pucca Piau Fonte do Gravatá
092 lua crescente lua crescente
093 RIVALDO SOUZA rilu71
094 Wilson Vieira nosliw
095 alcides alves araujo m.narizinho
096 DANIELA ROSA DA SILVA DANNY STYLE
097 Michela Soldati Lela
098 oziel alves oziel
099 Raylana Silva Raylana
100 Ângela Pereira Angela
101 George Nazareth GeorgeHON
102 Giselle Machado Gisajornalista
103 Juliana Vasconcellos Juliana Vasconcellos
104 Roosevelt Cunha sauva
105 Marcelo Correia da Silva marc_editor
106 marcelo santos morcego
107 anabela pacheco ricardo
108 Mauricio Prada beriba
109 jorge silva kill
110 Diogo Ferrari Diogo
111 John Souza johnws1
112 Jardel Oliveira jardel
113 Eurico Vianna ContraMestreEurico
114 Raphael Dorigatti Lobao_regional
115 Juliana Lacerda jucapoeira
116 robson costa robson do carmo da costa
117 Gilliard Rocha gilcrocha
118 helton amauri laxes aquino aquino helton
119 Diana Gomes Digomes
120 Jose Coelho JaC
121 ROBERTO ANDRADE BETO02
122 Naraiana Serrano Naraiana
123 Marcos Santos Marcos Capoeira
124 Genival soaresdefreitas ravengar
125 ARMANDO JOSE MOLINA ARMANDOSE
126 Marcos Barbosa Perna Longa
127 jean lourenço gabriel
128 Wevergton L. Hermsdorff Smirnoff
129 Grupo Muzenza internetico
130 massimiliano sala caramelo
131 marcio lima tatu
132 Gerson Esteves Berereu
133 Roberto Marcos Vidotto Roberto Marcos
134 Rosana Teixeira rosanateixeira
135 Eduardo Peixoto ligerinho
136 Estevão Mateus Estevão
137 Michele Martins Michele
138 Jean Pangolin Jean Pangolin
139 johnson silva johnson carlos florentino
140 Osvaldo Paz Landim Junior jrpazlandim
141 samuel rodrigues samuel
142 Marcus Flávio Santos Alves malmal
143 Henry Rincon tobi82
144 EDILSON LUIZ BECKER GRALHA AZUL
145 Ednaldo Ferreira da Silva Twister
146 euda santos euda
147 Mariana Pando Mariana_Margarita
148 danelson pessoa mestre pessoa
149 washington silva washington bahia silva
150 Dim Lyk Public
151 juliana melo juli
152 Alisson Lima Alisson
153 cristian oliveira mulouco
154 josé corrÊa jaraujos
155 Andres Macias Preto
156 Clarice chianca clara
157 Mario Luongo Junior MarioCMJ
158 Weriton Machado Tom
159 Idylio Matheus Martins Santos idylio
160 silvio luis de souza barboza jim
161 Igor Albuquerque Igor Yuri
162 tarciano ferreira mandingueiro
163 origem negra origem negra
164 origem negra origem negra
165 BRUNO VEIGA FARMACIA
166 BRUNO VEIGA FARMACIA
167 darlene braga bbcapoeira
168 angel cuitlahuac anguiano urrea franginho
169 David Silva David Alexandre
170 Cledson Ferreira da Silva Cledson
171 Marcone Filho Shion
172 MAYNAS AGUILAR CARLOSMAGNO
173 samuel ferreira samuca
174 alex torquato aleftoledo
175 Cigana Teixeira Cigana
176 DEJANIRA MACHADO ALEMOA
177 Raphael Cego Cego
178 Paulo Henrique Feitosa dos Santos paulofeitosa
179 ivo marques grim
180 Cátia Pinto IshtarUnicar
181 Joselmo Fagundes boca08
182 León Felipe Arellano Luna weiz
183 Luciana Gonçalves Luciana.mundial
184 Capo Erê Capoerê
185 mizael malachias mizael santana malachias
186 dila-ho ho dilaho
187 jorge santos benson
188 andy cientista capoeirascience
189 Ada luz Duque Ada luz
190 Alexandra Domingos miau
191 Caco Afro Dom Afro
192 Giclei Andrade Dias Giclei Andrade Dias
193 jefferson pereira jefferson da silva pereir
194 ivan alejandro rockeirista
195 celson junior marimbondo
196 jorge lopes kill_kill
197 Melany Schneider Mely
198 Gleydson Braga Cavalcante Cavera
199 rafael mendes aue
200 WISLEY SOUZA MESTRANDO WISLEY
201 Dandara Muniz Dandara
202 ALEXANDER BARRERA EXECUTIVO
203 Marcio Vieira mbilo
204 Miguel Pereira budbooster
205 Gláucia Torres Morena
206 André Fonseca André Fonseca
207 JUNIELLE SILVA LOIRA
208 perez perez cristiancastanha
209 ivano verreschi lobocamporista
210 William Neto william
211 Sebastião Oliveira multfacial
212 Jorge Junior Jorge Apolinario dos Sant
213 muryel santos muryel
214 Steven Saborío Badilla Pekeno
215 Fabiano Fernando F. dos Santos Chakal
216 David Fernandes MUNDOBLACK
217 Roberto-Carlo Ruiz-Morales cafole
218 Rosinha Bastos (Cigana) Ciganinha
219 GILVAN CAVALCANTE BELLCAPOEIRAGNC
220 thomas costa cabelinho_capoeira
221 FERNANDA ANDRADE FERNANDA
222 kety costa ketynursing
223 nelma neli sacramento dos santos nelma
224 Pedro Fernandes Morcego_beribazu
225 dalila alves dalila
226 Felipe Noblat Noblat
227 Alexandre Rodrigues atrodrigues
228 Jhones Augusto dos Santos Abobrao
229 Dyego R esquiva
230 luciano costa picapau
231 samuel antonio samuelbsi
232 Rosa Naçao ROSA
233 Wagner Silva Wagner Ricardo Padilha Da
234 ana carolina santos da mota carol157
235 mario eugenio ferreira mariobv
236 Marcelo Silva Sagui
237 Maxwel Lucas Freitas Mestre Maxwel
238 deykson cavalcante deykson bruno cavalcante
239 ibson freitas ibson freitas
240 Pedro Kracik Pedro Henrique
241 CLEVERTON CHIMANSKE prof_teto_pr
242 Welllington Figueredo Natividade
243 Lúcio Seki lucioseki
244 David Canassa David
245 Alcione Quadros Alcione Quadros
246 Sandra Ayumi Oshiro sandra.ayumi
247 renato siqueira caco
248 André Santos andrecapoeira
249 jon fran capoeira8
250 Mestre Anunciacao Rapaz
251 alef toledo alef007
252 Wilham Botelho Pastozinho
253 adriano valente adrianovalente
254 josé correia zetopazio
255 Fernando Formiga fern4ndinh0
256 Cledson Franco CSF
257 Adilson Bona adilson_capoeira
258 priscila moreira priscila paiva
259 Ana Carolina Coelho carol
260 Filipe Vasco filipevas
261 Nego Capoeira negocapoeira
262 Bruno Benatti brunobenatti
263 lidemar silva cabelo
264 Alexandre Gomes Paranpa
265 douglas oliveira douglascantador
266 Herinck de Souza Herinck
267 Plínio Alexandrino plini0
268 Miriam Seki miriam seki
269 Lígia Seki ligianozomi
270 Layla Paraizo layla.paraizo
271 alan barreto alan roots
272 beto panda beto panda
273 Alex Souza Gomes AlexPR
274 Marilene Soares dos Santos Mary
275 igor junior caiman
276 Paulo Costa Farol
277 Gel Melo Gel
278 Thiago Guedes Donck
279 Luiz Lobão capoeiraaberre
280 luiz felipe mendes xulipa
281 TATIANE ALMEIDA taty_ligerinha
282 Luis Colon lcolli5
283 juan galvez xmozhox
284 Rodrigo Antunes Pépe Antunes
285 Marcia Abrahão Marcia
286 Neomar Santos [email protected]
287 Mario Alves Chocolate
288 Fabiano Brites fabiano
289 cezar santana cezar augusto gomes de sa
290 karen borges karen tpm
291 Renata Santos Raposa
292 Andreia Valdigem Andreia
293 Renato Vieira Barney
294 KEILA PIGNATA KEILA
295 bruno Nascimento [email protected]
296 Heber santos Heber
297 Fernando Sousa pezincapoeiragerais
298 Isabella Baptista isabellavb
299 carlos roberto beto
300 alexander lima Alexander
301 Helio Nelson Fernandes Helio Nelson
302 Isabel Cristina F. Beirigo ibeirigo
303 Hamilton Santos Jr. Hamilton
304 Edu Marques Educapoeira
305 Gerlaine Karina Silva Gerla
306 moises ferreira moises
307 Eduardo Sousa mano_azc
308 nuno gomes apressado
309 Renata Reis rreis
310 Adriano Carneiro nano
311 Fernanda Aranha Leal fernanda_memoria
312 sandro pinto sandro luis pinto
313 Luiz Fernando Goulart Goulart lfgoulart
314 Cleiton Barbosa Cleitinho
315 Edemário Jesus Edemário
316 Rogerio Schumacher rogerioschumacher
317 rafael curcio neto rafael
318 rato irmao capoeira rato
319 Neomar Almeida [email protected]é.com.br
320 Steven Sierra bizoru
321 maina karenju ktaniam
322 franciele nascimento franciele
323 Jorge Brito kpoerista
324 vamir lima valmir ferreira lima
325 Le gall Gilles bankal
326 Emerson Freitas milonga
327 NAIR MARIA MARCARINI NANA
328 Osvaldo Wate Vava
329 alessandro jesus alessandro
330 GIL MARLON BRANDAO gildende
331 Rodrigo Oliveira Farofacapoeira
332 Samantha HADJ Iguana
333 Eva Maria Souza Evinha
334 Michel Braz malhadobraz
335 Andreia Cardoso Andreia_Kanguru
336 paulio santos da silva silva paulosantos da silva