Maringá: Grupo Muzenza promove encontro de capoeiristas
10 Out 2009

Maringá: Grupo Muzenza promove encontro de capoeiristas

Mestres e alunos de diferentes Estados prestigiam o 11° Maringá Open de Capoeira, realizado pelo Grupo Muzenza de Maringá; evento vai batizar

10 Out 2009

Mestres e alunos de diferentes Estados prestigiam o 11° Maringá Open de Capoeira, realizado pelo Grupo Muzenza de Maringá; evento vai batizar mais de 40 alunos

“Vamos jogar capoeira, vamos tocar berimbau”. O chamado para a roda vai reunir neste sábado (10), a partir das 17 horas, mestres, professores e alunos do Grupo Muzenza de várias cidades e diferentes Estados no 11° Maringá Open de Capoeira, no Teatro Reviver. Promovido e organizado pelo Grupo Muzenza de Maringá, o evento é tradicional e aguardado pelos novos alunos, que serão iniciados na arte da capoeira e pelos mais antigos, que vão trocar a graduação.

Quarenta e dois alunos, de Maringá e Apucarana, vão participar do batizado e subir a graduação que possuem no grupo. As atrações que antecedem a roda de mestres e o batizado incluem a apresentação da sequência de desenvolvimento com movimentos da capoeira contemporânea, pelo professor Antena e seus alunos, dança do ventre com o grupo Mahaila Zayn, de Presidente Prudente, e acrobacias.

O Mahaila Zayn é o único grupo de dança do ventre da Terceira Idade a se apresentar do Brasil. Coordenado pela professora Shaia Zurah, o grupo foi formado há cinco anos a partir do curso de dança oferecido na Universidade Aberta da Terceira Idade (Unati), da Universidade Estadual de São Paulo (Unoeste). As dançarinas têm entre 60 e 82 anos.

Uma delas, Ana Maria Azevedo de Aquino, pratica capoeira e, em agosto, foi batizada pelo Mestre Narizinho, um dos coordenadores do Muzenza em Maringá em evento realizado na cidade paulista. “Tanto a capoeira quanto a dança do ventre contribuem para estimular a coordenação dos movimentos, principalmente entre as pessoas com mais de 60 anos. Sem contar que a prática de qualquer atividade física é muito importante para a autoestima”, diz ele.

Ao meio-dia, para dar as boas-vindas aos convidados que vêm de São Francisco do Sul, Florianópolis, Marília, São Paulo, Presidente Prudente, Itapevi, Curitiba, Itaipulândia, Francisco Beltrão, Cascavel, Foz do Iguaçu, São Mateus do Sul, Ponta Grossa e Ivaiporã e aquecer para o encontro do final da tarde, os capoeiristas farão uma roda de rua na praça Raposo Tavares.

O 11° Maringá Open de Capoeira tem o apoio das academias Máxima, Movimento, Centro de Treinamento Muzenza, Antenas Aquário, Alternativa Esquadrias de Alumínio e Vidraçaria e Team Fest.

 

Juliana Daibert
daibert@odiariomaringa.com.br

Fonte: http://www.odiariomaringa.com.br

Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

nineteen − 18 =