Blog

juiz

Vendo Artigos etiquetados em: juiz

Juiz de Fora: Música Inpirada na “Capoeira Mulheres”

De Juiz de Fora, MG,  nos chega a letra de uma música inspirada em uma matéria publicada no Portal Capoeira, de autoria de Maira Hora, quem compôs foi a Instrutora Maguy.
A Instrutura Maguy participou do projeto Juiz de Fora nos Trilhos da Paz, onde gravou um CD
O toque é São Bento Grande.
"Mulher guerreira ,mulher guerreira, na capoeira sua história vai
contar (refrão)
E ela luta a vida inteira, pro preconceito e o machismo acabar
Refrão
Como Dandara, mulher guerreira, que em Palmares ajudou Zumbi lutar
refrão
ComoTereza de Benguela, rainha negra guerreira do Pantanal
Refrão
Como Quitéria, mulher guerreira, foi a patrona do exército militar
Refrão
Como Luíza, a quituteira, mulher guerreira dos Malês da África
Refrão
Como Romélia, mulher guerreira, a capoeira conheceu com Pastinha
Refrão
Como a Rosa, mulher guerreira, fez os saveiros lá da Bahia chorar
Refrão
Como guerreiras, vamos lutar, pra que a história possa se perpetuar
Refrão"

ORIGEM E PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA NA CAPOEIRA

O estilo da capoeira depende principalmente, pela própria natureza deste jogo, do toque do berimbau, dos cânticos, do coro e do acompanhamento de palmas pela assistência, além do estado de espírito dos parceiros na roda.
No estado atual de evolução da regional o ritmo acelerado, o calor das palmas e do coro, obrigam os parceiros a um jogo extremamente rápido que não permite sequer o gingado correto, dificulta o golpe de vista, impede a execução do movimentos com segurança e a visualização do objetivo do ataque, não permitindo sequer as esquivas e defesas seguras

Read More

O GAROTO DE JULIANE

A mensagem de Juliane é linda!

"Olá ! gostei muito da sua página, e gostaria de parabenizá-lo.
Gostaria também que você dissesse que em Juiz de Fora (MG) o grupo de capoeira Oficina da Capoeiragem está fazendo um ótimo trabalho com a capoeira, com direção do mestre Ray e do professor Kamuanga.
Gostaria também de dizer e mandar uma idéia para todos os outros capoeiristas:

" Ontem, dia 26/02/00, eu presenciei um exemplo de força de vontade para todos, principalmente os capoeiristas. Um garoto de cadeiras de rodas, com problemas mentais, entrando e jogando em um batizado.
Não levantava, não chutava, não dava au nem mortal, mas se protegia com a mão no rosto e quase não mexia os pés …
Bem, ele fez muita gente chorar quando disse:

"na capoeira ninguém pode ter preconceito
naquela roda não havia ninguém igual a ele,
mas também não tinha ninguém diferente."

E depois disso tudo que vi e vivi, mais vontade me deu de jogar e de um dia jogar uma "iuna" (roda para graduados). Sei que falta muito para mim, pois tenho 14 anos e estou na corda branca, mas um dia, eu sei, tenho fé em DEUS e em BIMBA, que irei conseguir.
Por favor fale ao menos do garoto, pois isso é verdade e uma lição de vida.

Juliane S. Machado ( da família de Bimba)
Juiz de Fora/ Minas Gerais
Oficina da Capoeira
juebinho@powerline.com.br

Obrigada !!!!!"

demonstra nitidamente a euforia, o estado de felicidade plena que a prática da capoeira provoca em todos nós; a mudança do nível de consciência, o estado modificado de consciência que o ritmo-melodia ijexá provoca e que pode e deve ser usado como terapia.

Menina Juliana,
Deus lhe conserve
O dom de amar ao próximo
A humildade de ver em tudo o dedo do Senhor!
Você já nasceu capoeirista pela lei de Deus!
Um dia será formada pela lei dos Homens
Jogará sua "Iuna" na Roda da Vida
Com o aprumo da Mestra que mora em Você!

Axé Babá!