Blog

juventude

Vendo Artigos etiquetados em: juventude

Limoeiro do Norte: Capoeiristas participam do Crescer Cidadão

EM LIMOEIRO DO NORTE, os jovens aprendem noções de cidadania ao mesmo tempo em que dominam os passos da capoeira
O projeto Crescer Cidadão é uma das iniciativas que recebem apoio da ONG Ashoka no Interior do Estado

Limoeiro do Norte. O empreendimento social vai além da busca de geração de renda, e um impacto social de boas ações pode refletir na promoção econômica de jovens da periferia. “Estudar para poder praticar” virou lema para grupos de jovens que participam de atividades esportivas paralelo à sala de aula. Jovens que praticam capoeira no Interior, em várias cidades, levando o mesmo nome da Fundação Arte Brasil de Capoeira, treinam por conta própria e têm dificuldade para arrumar equipamentos.

Tudo é do próprio suor, do berimbau às calças “boca-larga” típicas dos capoeiristas. Material simples e barato, mas que sai caro quando vem de jovens que, além de não terem emprego, são de famílias muito humildes, para quem o maior “luxo” é ter “o de comer todo dia”. Mas os capoeiristas fazem questão de dizer que a capoeira transforma a vida, “porque ajuda a dar mais responsabilidade e disciplina”, comenta Rafael Eduardo da Silva, o “Tição”, que coordena os capoeiristas do projeto Crescer Cidadão, idealizado por ele e aprovado por pessoas especialistas em empreendimentos social juvenil, em Fortaleza.

“Levamos o nosso projeto, foi bem aceito. A gente tem pouco apoio, apesar de a capoeira ter conquistado mais respeito. A grande vantagem é que, com o dinheiro do Geração Muda Mundo (GMM), poderemos comprar nossos abadas, nosso uniforme para as apresentações. O projeto deu um estímulo, a gente espera aumentar o número de integrantes (hoje são 50) e expandir o trabalho”, afirma, otimista, o capoeirista Rafael, autor do projeto Crescer Cidadão.

A dúvida do grupo é saber quando receberão os R$ 1.500 de “semente”, como define a Ashoka Empreendimentos Sociais. O ativista Marcelo Castro, um dos coordenadores do Centro de Estudos Aplicados da Juventude (Ceaj), esclarece que houve um pequeno atraso no repasse devido à prorrogação das reuniões dos projetos e pela mudança na forma de recebimento, que não será em cheque, mas em conta bancária.

“Sabemos que existem riscos, temos a preocupação de se os jovens farão realmente bom uso do dinheiro, por isso promovemos palestras, damos esclarecimentos. Só não podemos ficar parados. A intenção é justamente mostrar aos jovens que eles tem potencial, que podem fazer algo que dê certo”, explica a cientista social Bárbara Diniz, sobre os garotos cujos projetos pretendem “mudar o mundo”, mais do que a fronteira do bairro da comunidade, os limites das idéias e do empreendedorismo.

A demanda de projetos enviados da região jaguaribana tem ampliado os trabalhos do Ceaj, que realizou mais uma reunião com grupos aprovados no último sábado, em Limoeiro do Norte. E na mesma cidade lançará, na semana que vem, uma sede regional da associação. Ainda neste mês, os jovens empreendedores serão orientados sobre os próximos passos para receber o investimento.

Um pré-requisito é a existência de aliados, pessoas que se comprometam a apoiar o projeto, sendo incentivador e apoiador. É o caso do projeto “Em Busca do Tesouro Perdido”, que trabalhará a musicalidade com crianças no Interior. Terá como aliado o artista-educador Talvanes Moura, da Orquestra Carnaubeira de Arte e Educação, de Russas. Este grupo já tem uma tradição e o reconhecimento no trabalho com crianças e jovens do Estado.

O termo Ashoka significa, em sânscrito, “ausência de sofrimento”. Também foi o nome do imperador que dominou a Índia no século III a.C. e é lembrado como um dos maiores inovadores sociais do mundo. As empresas e organizações não governamentais que queiram apoiar os projetos da Ashoka devem preencher formulário que pode ser disponibilizado no site da ONG: www.ashoka.org.br

O Centro de Estudos Aplicados da Juventude (CEAJ) recebe idéias e projetos de jovens no Interior. Qualquer município pode participar.

SAIBA MAIS

Imperador

Valorização
O geração Muda Mundo, lançado no Brasil em 2006, é uma iniciativa da Ashoka com a intenção de valorizar o jovem entre 14 e 24 anos, que possam ter autonomia para concretizar idéias de impacto social.

Passos
Os trabalhos no Ceará existem há poucos meses e está concluindo a fase de avaliação-aprovação de projetos. Os próximos passos são o investimento financeiro e acompanhamento logístico.

Site
As empresas e organizações não governamentais que queiram apoiar os projetos da Ashoka devem preencher formulário no site da ONG: www.ashoka.org.br

Projetos
O Centro de Estudos Aplicados da Juventude, com sede em Fortaleza, recebe idéias e projetos de jovens de todos os municípios do Interior.

Portugal: I Campeonato De Capoeira “Fair Play”

Prova do Brasil no coração de Portugal…
Apoiada pelos jovens portugueses a Capoeira dá mais um passo histórico na preservação das suas raizes.
Datas do evento:
 
Ï QUARTOS DE FINAL
 
Dia 17 de Março de 2007, das 10h às 13h
Pavilhão Desportivo do Agrupamento de Escolas da Bobadela (Distrito de Lisboa, Concelho de Loures)
http://www.cm-loures.pt/mesjuventude07/index2.html
 
Ï MEIAS FINAIS
 
Dia 25 de Março de 2007, das 18h às 20h
Pavilhão Desportivo de Portimão (Distrtito de Faro, Concelho de Portimão)
www.cm-portimao.pt (Clicar em: Serviços Municipais; Juventude; Actividades Juvenis)
 
Ï FINAL – Em estudo
 
Dia 21 de Abril de 2007, das 16h às 19h
Casa da Juventude (Distrito de Leiria, Concelho das Caldas da Rainha)
Dr.ª Inês Caeiro Tlf/Fax: 21 938 42 67 Tlm: 96 894 86 42
[email protected]

São Paulo: Capoeira no feriado do dia 25

Parque da juventude tem programação especial para o feriado do dia 25
Viver no Parque comemora os 453 anos da Capital com o vento São Paulo, Meu Amor
SÃO PAULO – O Projeto “Viver no Parque”, realizado no Parque da Juventude, preparou uma programação especial para comemorar os 453 anos da cidade de São Paulo. O evento São Paulo, Meu Amor! oferecerá várias atividades gratuitas – inclusive um baile público. Serão 10 oficinas de lazer e cultura, com mil vagas, distribuídas em dois turnos: das 9 às 13 horas e das 14h30 às 17h30.
 
As atividades do dia 25 de janeiro terão início às 9 horas com as oficinas culturais. Às 10 horas, haverá o hasteamento da bandeira de São Paulo, confeccionada pelos alunos da turma de Arte Sucata sob orientação do professor Carlos Gomes. Às 11 horas será a vez da galera da oficina de Dança de Rua , com o professor Dudu, apresentar o resultado do seu trabalho. Além disso, durante todo o dia, um caricaturista presenteará os freqüentadores do parque com seus divertidos desenhos.
 
Os apaixonados por dança de salão poderão requebrar a vontade no “Baile Público”, coordenado pelo professor Matheus Leisnoch, a partir das 16 horas, na Marquise do Parque da Juventude. Quem quiser participar é só escolher o par e sair dançando os diversos ritmos.
 
Sexta-feira
Vale lembrar que na sexta-feira (26/01), haverá as aulas de Tai Chi Chuan, que integram a programação da semana: das 8 às 9 horas e das 9 às 10 horas.
 
Oficinas de Fim de Semana
 
No sábado e domingo, as atividades retornam ao Parque da Juventude, nos turnos das 9 às 13 horas; e das 14h30 às 17h30. São duas mil vagas, divididas nas oficinas de: Contador de Histórias, Noções de Jardinagem, Recreação Circense, Dança (de salão, rua e urbana), Arte Sucata, Construindo o Lazer, Teatro de Fantoches. Também há aulas abertas de Capoeira e Yoga, no sábado; e Tai chi chuan no domingo. As inscrições gratuitas são feitas na hora, basta comparecer ao local. Confira a programação:
 
Contador de Histórias: não são apenas as crianças que mergulham no mundo mágico das histórias. Os adolescentes que participam das atividades também podem se transformar em futuros criadores e contadores de histórias.
 
Teatro de Fantoches: proporciona o acesso a uma das formas mais antigas de teatro, além de ministrar aulas para a construção de bonecos. Esta oficina também trabalha a cultura popular e o estímulo aos movimentos de dedos, mãos e braços.
 
Recreação Circense: são oferecidos exercícios de aquecimento e experimentação dos materiais específicos desta arte, com o objetivo de desenvolver a expressão corporal.
 
Vem Dançar: ensina várias modalidades: Dança de Rua, Danças Urbanas e Dança de Salão. T em como objetivo exercitar o corpo através da dança, resultando na desinibição e auto-confiança, além do bem estar fisico e mental. Integrando o público de todas as idades, as oficinas ministradas rendem coreografias em diversos ritmos.
 
Jardinagem: além das noções de jardinagem, esta atividade trabalha questões básicas, como a conscientização do jovem e o apoio à manutenção dos espaços verdes do Parque da Juventude, incentivando a preservação ambiental e a prática da cidadania.
 
Arte Sucata: o aproveitamento de materiais descartáveis e novos usos como elementos artísticos ou utilitários são algumas das propostas desta oficina, além de estimular a consciência ecológica entre os participantes durante o desenvolvimento das aulas.
 
Construindo o Lazer: lições e práticas para a construção de brinquedos, jogos e instrumentos musicais, entre outros, são alguns dos destaques desta oficina, que trabalha com o aproveitamento de materiais descartáveis, lidando com o lúdico e a conscientização.
Capoeira: mistura de dança e luta nascida nas senzalas, a capoeira serve de instrumento para o resgate cultural das raízes afro-brasileiras e exercício de cidadania.
Tai Chi Chuan: através de movimentos circulares e respiratórios, a atividade busca auxiliar o alongamento do corpo e a ativação da circulação do praticante, relaxando os músculos e oferecendo uma melhor qualidade de vida.
 
Yoga: por meio de exercícios de relaxamento, busca a tranqüilidade mental, concentração, clareza de pensamento e percepção interior juntamente com o fortalecimento do corpo físico e o desenvolvimento da flexibilidade dos participantes.
 
Projeto Viver no Parque
 
Fruto da iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, realizado em convênio com a entidade ECO – Associação para Estudos do Ambiente, o projeto oferece atividades gratuitas de arte-educação, lazer, cultura e cidadania. O objetivo é dar aos jovens e moradores da região que freqüentam o Parque da Juventude a oportunidade de vivenciar experiências e se desenvolver por meio de elementos de cultura. Desde sua implantação em dezembro de 2005, o projeto já beneficiou aproximadamente 50 mil pessoas.
 
Serviço:
 
PROJETO VIVER NO PARQUE – São Paulo, Meu Amor!
 
Dia 25 de janeiro (quinta-feira), das 9h00 as 17h30
 
Inscrições gratuitas para todas oficinas no local.
 
Oficinas de lazer e cultura: 2.000 vagas sábados e domingos
Horários: sábados e domingos, das 9h às 13h; e das 14h30 às 17h30.
 
Capoeira (sábado): 10 às 12h. Yoga (3ª, 5ª e sábado) e Tai chi chuan (4ª, 6ª e domingo): 8h às 9h e 9h às 10h.
 
Parque da Juventude
 
Av. Zaki Narchi, 1309 – Santana (Metrô Carandiru)

Bauru: Escolinhas de esportes de Bocaina oferecerá capoeira a partir deste ano

Bocaina – A Diretoria de Juventude, Esporte e Lazer de Bocaina (69 quilômetros de Bauru) inicia hoje as inscrições para 11 modalidades esportivas oferecidas pelas escolinhas de esportes do município.
Existem vagas para natação, vôlei, futsal feminino, futsal masculino, futebol de campo, atletismo, basquete, handball, hidroginástica e bocha. A novidade este ano são as aulas de introdução à capoeira. Os interessados precisam ter entre 7 e 18 anos.
As inscrições são gratuitas. A expectativa da diretoria é receber cerca de 1.300 inscrições. Em 2005, no primeiro ano das escolinhas, foram 1.197 participantes.
Cada aluno receberá gratuitamente uniformes de verão e inverno e ainda receberão uma carteirinha de identificação, com foto. Serão realizados exames médicos nas crianças e adolescentes e os pais têm que assinar uma autorização para seus filhos serem aceitos nas escolinhas.
O diretor municipal de Juventude, Esporte e Lazer, Marco Antonio Giro, o Pipoca, diz que existem planos para implantar ainda este ano mais duas modalidades esportivas nas escolinhas: jogo de dama e judô. As aulas de capoeira, que começam este ano, serão às terças e quintas-feiras, das 19h às 21h, no Espaço Amigo, no bairro José Tonon.
Read More

João Pessoa: Prefeitura abre inscrições de Oficinas de Férias

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por sua Assessoria de Políticas Públicas para Juventude, abre inscrições para as "Oficinas de Férias para Jovens", a partir desta quarta-feira (28) e até o dia 6 janeiro. O início das atividades está previsto para 9 de janeiro.
 
As inscrições e as oficinas são gratuitas e vão acontecer de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Os interessados em se inscrever devem comparecer a um dos seis Centros de Juventude existentes na cidade, preencher a ficha respectiva e escolher uma oficina.
 
Read More

VOVÔ CAPOEIRA

Vovô Capoeira
 
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
 
Meia-lua de frente cuidadosa… “prá num machucá u mininu!” 
 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da “família de capoeiristas” do seu neto, Mestre Edmilson “Canelão” e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
 
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
 
 
“Vovô Capoeira” exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
 
 
 
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
 
Mestre Edmilson “Canelão” e Manoel “Vovô Capoeira”
Neto e avô unidos pela “Boa Vontade” da “Associação de Capoeira”

VOVÔ CAPOEIRA

Vovô Capoeira
 
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
 
Meia-lua de frente cuidadosa… “prá num machucá u mininu!” 
 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da “família de capoeiristas” do seu neto, Mestre Edmilson “Canelão” e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
 
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
 
 
“Vovô Capoeira” exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
 
 
 
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
 
Mestre Edmilson “Canelão” e Manoel “Vovô Capoeira”
Neto e avô unidos pela “Boa Vontade” da “Associação de Capoeira”

VOVÔ CAPOEIRA

Vovô Capoeira
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
Meia-lua de frente cuidadosa… "prá num machucá u mininu!" 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da "família de capoeiristas" do seu neto, Mestre Edmilson "Canelão" e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
"Vovô Capoeira" exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
 
 
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
Mestre Edmilson "Canelão" e Manoel "Vovô Capoeira"
Neto e avô unidos pela "Boa Vontade" da "Associação de Capoeira"