23 Jan 2006

Sampa: Aulas gratuitas de Capoeira

 Casal de alunos de Educação Física da UNIBAN é voluntário há cinco anos em Escola da zona Leste. Os estudantes de Educação

23 Jan 2006
 Casal de alunos de Educação Física da UNIBAN é voluntário há cinco anos em Escola da zona Leste.
Os estudantes de Educação Física da UNIBAN Glauber e Priscila são voluntários há cinco anos em escola da zona Leste.
Os estudantes de Educação Física da UNIBAN Glauber e Priscila são voluntários há cinco anos em escola da zona Leste.
 

Os alunos da UNIBAN – Universidade Bandeirante Glauber Eduardo Gomes e Priscila do Amaral Basso têm mais pontos em comum do que se possa imaginar: além de estarem matriculados no mesmo curso, Educação Física – Campus Maria Cândida (MC), são marido e mulher, capoeiristas, e ainda por cima, professores voluntários deste esporte na Escola Estadual Prof. Joaquim Silvério dos Reis.

Situada na periferia da zona Leste de São Paulo, a escola é um dos núcleos de ensino da família de Capoeira Paranauê, liderada pelo mestre Bigodinho. Ministradas gratuitamente aos sábados e domingos, das 9h30 às 11h30, as aulas atendem a crianças e jovens com média de idade entre 8 e 18 anos.


Um dos núcleos de ensino da família
Paranauê fica na zona Leste de São Paulo.


Glauber, mestre Bigodinho e Priscila
fazem parte da equipe Paranauê.

O objetivo da atividade, segundo Priscila, é muito mais amplo do que apenas incentivar a prática esportiva. “Desenvolvemos a amizade entre nossos alunos, passamos princípios de cidadania e ainda trabalhamos a cultura, o folclore e a história brasileira durante as aulas”. Depois dos treinos, o casal ensaia peças teatrais ligadas à tradição da Capoeira, que são apresentadas em encontros escolares, festivais e intercâmbios.

As disciplinas curriculares precisam andar juntas com o esporte e, de acordo com Priscila, constantemente é mantido contato com os familiares. “Algumas vezes os próprios alunos se aconselham conosco sobre os seus problemas”. Houve um caso, descrito com empolgação por Priscila, de uma criança que deixou as drogas para continuar com o grupo.

Multi-esportista, Priscila ainda é praticante de Jiu Jitsu, e chegou a ganhar o título de campeã do torneio organizado pela equipe Cohab TT JJ. Para mais informações sobre o trabalho desenvolvido por Priscila e Glauber, acesse o site:
http://paranauecapoeira.hospedagemdesite.com/saopaulo.asp

Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

19 − three =