Olinda: Terceira Mostra Municipal de Turismo Sustentável
27 Out 2011

Olinda: Terceira Mostra Municipal de Turismo Sustentável

Olinda discute turismo, cultura e economia durante mostra sustentável De hoje (26) até o próximo sábado (29), Olinda vai sediar a Terceira

27 Out 2011

Olinda discute turismo, cultura e economia durante mostra sustentável

De hoje (26) até o próximo sábado (29), Olinda vai sediar a Terceira Mostra Municipal de Turismo Sustentável, que vai contar com representantes da cadeia produtiva turística local, nacional e internacional. O encontro vai discutir temas como diversidade cultural, economia solidária, criatividade e participação por meio de seminários, palestras, oficinas, feiras e apresentações culturais. 

A abertura oficial acontece no Mercado da Ribeira, com o lançamento do Mapa de Turismo Sustentável e do portal web “Turismo da Gente”, onde os turistas e interessados nesse segmento poderão encontrar informações sobre as diversas manifestações da cultura local, sejam elas nos formato artístico-culturais, empreendimentos comunitários e/ou serviços turísticos. O primeiro dia de atividades será encerrado por diversos artistas da rede, apresentando a dança do frevo, capoeira, maracatu e coco, estilos representativos da cultura local.

No segundo dia do evento, o tema será  “Turismo, patrimônio e desenvolvimento sustentável em 2011”, que será detalhado pelo presidente do Instituto Cooperação Econômica Internacional, Alfredo Somoza; Aneide Santana, do Arquivo Público de Olinda e Marcel Levi, Fundação Getúlio Vargas. Rodas de diálogos também serão abertas debatendo sobre as “Experiências e boas práticas de turismo sustentável”, composta por membros da Rede de Turismos Sustentável de Olinda e Buenos Aires, Associação Italiana de Turismo Responsável, Associação Europeia para o Turismo Responsável e Hospitalidade (EARTH), Central de Turismo Comunitário do Amazonas e Rede de Turismo Criativo (Pontão de Cultura ITEIA).

Exploração sexual e trabalho infantil no turismo farão parte do seminário apresentado pela ONG Childhood e Coletivo Mulher Vida. O turismo como meio de inclusão social também fará parte dos debates, onde representantes do trade turístico e Associação dos Condutores Nativos de Olinda irão expor suas experiências.

Ainda no segundo dia de programação, as oficinas de confecção de livros com materiais reciclados (scrapbook), pintura contemporânea, capoeira e de gastronomia de terreiros serão ministradas pelos próprios protagonistas da cultura local aos alunos da Oficina Água Viva e das escolas da rede pública de ensino. Além disso, feiras de economia solidária e de gastronomia de terreiros estarão abertas a visitação na Praça Laura Nigro.

No terceiro dia (28), serão debatidos a valorização da cultura popular, turismo sustentável e economia solidária. Para comandar o evento neste dia estão Fabiano Santos (Afoxé Alafin Oyó), Fábio Lima (Representante regional NE do MINC), Adrianna Figueiredo (FUNDARPE) e o professor Antenor Vieira de Melo.

Adiantando o debate sobre a celebração de três décadas da declaração de Patrimônio Histórico da Humanidade que será comemorado pela cidade em 2012, a diversidade cultural e identidade popular também serão pautas acrescidas ao tema e discutidas por Márcia Souto (SEPAC), Maria Nazaré Reis (FUNDARPE), Fábio Cavalcanti (IPHAN), Bernardo José (Maracatu Nação PE) e Diego Di Niglio (ICEI). Ainda fará parte desse dia o Encontro Mensal de Economia Solidária.

A parte cultural vai contar com apresentações dos Integrantes da Associação de Teatro de Olinda e exibição de filmes sobre a cultura popular estarão em sessões abertas ao público para serem apreciados ao ar livre, no Anfiteatro do MAC (Museu de Arte Contemporânea). Finalizando a Mostra, convidados, estudantes de turismo e interessados poderão participar dos roteiros experimentais de turismo de base comunitária que serão realizados nos bairros do Varadouro, Guadalupe, Bonsucesso e Amaro Branco, onde nesse último acontece a festa de encerramento do evento com a intervenção urbana no beco do coco da “Turma do Pneu”, quando fotografias, intervenções urbanas e arte de rua farão uma grande homenagem aos coquistas locais.

 

Fonte: http://www.pernambuco.com/

Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

14 + 5 =