Blog

artes

Vendo Artigos etiquetados em: artes

PFC Manhuaçu é sucesso na segunda edição

As dependências do Ginásio Poliesportivo Osvaldo Sad ficaram lotadas no último sábado, dia 9, para acompanharem a luta de artes marciais mistas que conquistou o Brasil. Esta foi à segunda edição do PFC Manhuaçu com lutadores da cidade e dos municípios de Lajinha, Caratinga, Alegre, Matipó, Iúna, Teófilo Otoni e Belo Horizonte.

A sigla MMA, que significa artes marciais mistas, inclui golpes de luta em técnicas de luta no chão vem chamando a atenção e novos adeptos. As artes marciais podem ser praticadas como sendo um esporte de forma regular ou em torneios, em que dois concorrentes tentam derrubar um ao outro.

O coordenador do evento, Jefferson Rocha destaca a importância do PFC Manhuaçu. “Isso está fazendo crescer a vontade de muitos praticarem o MMA. São combates que utilizam uma grande escala de técnicas permitidas, como golpes com os punhos, pés, cotovelos, joelhos, além de técnicas de imobilização, como lances e alavancas”, explica. O coordenador espera que, a partir de agora a cidade fique conhecida também como a “terra do MMA”, numa comparação com a força que o café tem. “Colocamos uma estrutura de padrão internacional, já que temos muitos atletas profissionais, que disputam MMA em outros estados e estiveram em Manhuaçu”, ressalta Jefferson Rocha.

VEJA AS PRINCIPAIS FOTOS

Marco Antônio (Marcão) se diz otimista depois da 2ª etapa do MMA e pede aos empresários que dêem o apoio necessário para patrocinarem o esporte na cidade. Marcão enaltece que outras regiões já estão tendo notícias do nível do evento de Manhuaçu e querem que as apresentações também aconteçam em outras partes do estado de Minas e Nordeste. “O MMA é uma modalidade de luta em que os praticantes não precisam seguir necessariamente um estilo específico de luta, por isso o nome de Artes Marciais Misturadas. O importante é que estamos fazemos algo de bom para Manhuaçu”, garante Marco Antônio.


RESULTADO DO CARD DO PFC MANHUAÇU 2ª ETAPA

No primeiro combate, Edinho – Capoeira Corpo e Ginga – Manhuaçu conseguiu vencer pela desistência de David Dutra – Jiu-jitsu – Academia Pit Bull – Manhuaçu.

Na segunda luta da noite, Pires – Jiu-jitsu – Equipe União – Iúna – ES venceu por submissão o lutador de Jiu-jitsu Vagner – Jiu-jitsu – Lajinha.

Já no terceiro combate, Plinio Ferreira – Jiu-jitsu- Equipe Fight Center – Lajinha superou Thiago Monteiro – Jiu-jitsu- Equipe Detroit MMA Belo Horizonte. Também finalizou a luta por submissão.

Henrique Batista – Equipe Maguila JJ Team / Full House e Detroit MMA – Linhares – ES venceu o capoeirista Bruno Ricardo – Capoeira Corpo e Ginga – Matipó, também por submissão.

Ratinho – Jiu-jitsu – Caratinga venceu Jorge “Wolverin” – Jiu-jitsu – Governador Valadares.

Asci – Jiu-jitsu – Equipe União – Iúna – ES venceu Rodrigão Jiu-jitsu – Equipe Detroit MMA – Belo Horizonte.

Lucas Gil – Jiu-jistu – Equipe One Teófilo Otoni  venceu por nocaute técnico Fernando “Pé Quente”, da Capoeira – Vilanova (Manhuaçu).

Ulisses – Sanshou – Equipe Strikers – Alegre ES superou por nocaute Ailton “Punho de ferro” – karate, capoeira – Santo Antônio do Grama – MG

http://www.portalcaparao.com.br

São Paulo: Prêmio Top Brasil de Artes Marciais

O Prêmio Top Brasil de Artes Marciais é a maior premiação jamais vista no país que visa o reconhecimento público dos mais variados destaques no ano de 2011. Serão confirmados os vencedores no dia 03/12 (Cerimônia de Homenagem) e no dia 04/12 haverá o evento comemorativo no Ginásio do Ibirapuera.

Para participar do evento de premiação, como candidato ou como expectador, visite o site da empresa promotora Forseti Eventos Esportivos (www.grupoforseti.com.br), ou ainda o site da CBKFS (www.cbkfs.com.br). Sobre o campeonato visite o site www.fatshan.com.br.

Existem várias categorias de premiação, divididas por modalidade marcial e entre os principais estilos de cada segmento. O Brasil vai conhecer, finalmente, quem são os talentos que fazem da arte marcial um espetáculo impressionante e cada vez mais crescente.

No evento do dia 03/12, além da revelação e premiação dos talentos marciais, haverá ainda brilhantes apresentações marciais realizadas pelos TOPs de cada segmento. Brevemente será divulgada uma lista prévia com nomes já confirmados.

Se você deseja estar nesta festa, ao lado de nomes consagrados das artes marciais, para fazer contatos, colher autógrafos, tirar fotos, se apresentar, ou para qualquer outro objetivo, GARANTA JÁ O SEU INGRESSO, pois as vagas são limitadas.

Outras informações também podem ser obtidas pelo e.mail: [email protected], ou pelos telefones (11) 6134-9081 / 7508-9942. No site do Grupo Forseti você encontra outros telefones para contatos.

Com cobertura garantida pela Revista Academias, o evento terá a presença também de empresários, patrocinadores, políticos e celebridades que estão contribuindo para o crescimento do setor marcial no Brasil.

Não fique de fora e não perca a oportunidade de estar ao lado do maior time marcial do país.

Cenarte abre vagas para o 2º semestre

O Centro de Belas Artes de Alagoas (Cenarte), equipamento da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) vai iniciar na próxima segunda-feira (04), as matrículas para preencher 390 vagas nos cursos oferecidos pela escola no 2º semestre do ano.

As vagas disponíveis são para os cursos de atabaque, pandeiro, artesanato criativo, sopro, teatro, teoria musical, dança afro, violino, artes plásticas e história da arte. “Nosso objetivo é preencher todas as vagas desses cursos que são gratuitos e ofertados à população alagoana”, destacou o secretário de Estado da Cultura, Osvaldo Viégas.

Para o curso de atabaque estarão disponíveis 50 vagas, já para o de pandeiro serão 40 vagas. Serão 50 vagas para o curso de história da arte, mas os alunos deverão ser maiores que 18 anos. Os maiores de 10 anos poderão aprender sopro ou violino. Para as aulas de sopro estarão disponíveis 25 vagas e 60 vagas para as de violino.

Serão 80 vagas para as aulas de artesanato criativo e 20 para as aulas de artes plásticas, nessas duas turmas os alunos deverão ser maiores de 15 anos. Os maiores de 17 anos poderão participar das aulas de teatro para preencher as 30 vagas disponíveis. As 15 vagas para o curso de teoria musical poderão ser preenchidas com crianças maiores de 12 anos e as 20 vagas do curso de dança afro pelos maiores de 13 anos.

Criado há 27 anos, o Cenarte tem como objetivo promover o acesso aos bens culturais e a prestação de serviços em artes, dança, música e teatro. O secretário Osvaldo Viégas, destaca que como as vagas são limitadas os interessados devem fazer a matrícula com a maior brevidade.

Para se inscrever, os interessados deverão procurar a secretaria do Cenarte, na Rua Pedro Monteiro, no Centro de Maceió, com a cópia e original da carteira de identidade, do CPF, comprovante de residência, certidão de nascimento e uma fotografia 3×4.

Os alunos menores de idade devem estar acompanhados pelos pais ou responsáveis e munidos de cópia da certidão de nascimento e dos documentos de identificação dos adultos. As matriculas serão realizadas na secretaria do Centro até o dia 23 de julho, das 8h às 17h.

Mirella Costa

Secretaria de Estado da Cultura
Assessoria de Comunicação
(82) 8833-9056

Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente – CEDCA
Rua Ladislau Neto, 367, Centro 57.020-010
Maceió-Alagoas Fone/Fax: (82) 3315. 1739 Cel. (82) 8883.7564
[email protected]/ www.conselhodacrianca.al.gov.br
21º. Ano de aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente

Mato Grosso do Sul: 10º Festival de Artes Marciais e Lutas

Mestres e atletas de artes marciais repudiam associação do esporte com a violência

Durante o 10º Festival de Artes Marciais e Lutas de Mato Grosso do Sul, que acontece em Campo Grande neste fim de semana, estão reunidos no Ginásio Guanandizão 1.800 atletas, além de pais, treinadores e admiradores dos esportes.

Com as lutas em evidência no evento, o Midiamax foi conversar com pais, atletas e treinadores sobre a importância de ressaltar a prática esportiva e evitar as agressões físicas.

O professor Bento Vanildo Campos, de 52 anos, é proprietário de uma academia de boxe há dez anos em Ponta Porã e responsável por orientar vários atletas. Ele explica que nos treinamentos os alunos aprendem a não praticar violência e lutar por esporte, apenas.

“Quando um atleta se apresenta mais violento nós conversamos com ele e com os pais, dou exemplo de atletas renomados e fazemos treinamentos mais específicos com o aluno para ele gastar as energias dentro da academia”, destaca o professor.

Nauir Riods, de 14 anos, começou a treinar boxe com dois anos de idade, acompanhando sua irmã nas aulas. “Gosto de lutar, mas só dentro do ringue”, diz Nauir enquanto olha fixamente para o ringue, onde acontecia uma luta.

A mãe Marenil Fátima da Silva, de 45 anos, se enche de orgulho ao ver seu filho, atleta de karatê, Victor Hugo, de seis anos, ganhar uma luta no tatame. Marenil explica que seu filho começou a treinar no ano passado na escola e que adora o esporte.

Ela diz que Victor é um menino muito calmo e que o karatê ajuda em seu desempenho escolar e físico. “Não tenho medo dele se tornar violento, porque sei que o treinador ensina como ele deve agir”, destaca.

Já Lucas Ramos de Campos, de 23 anos, seis dos quais dedicados a capoeira e diz que aprendeu a modalidade em um projeto sócioeducativo da Capital. Para ele, pessoas que usam os golpes que aprendem nos esportes para brigar são covardes. “É uma covardia, porque a pessoa que luta sabe os pontos fracos do adversário e pode machucá-lo”, diz.

Lucas ainda ressalta que nunca se envolveu em brigas e nunca usou os golpes que aprende nas aulas de capoeira fora da academia, nem mesmo para defesa pessoal, além disso, explica que se alguém de seu grupo se envolver em brigas, é punido dentro da academia.

Atletas de 11 modalidades estão reunidas, sendo karatê oficial, kung-fu kuoshu, jiu-jitsu, taekwondo, muay-thai e judô, karatê tokay-kan, kung-fu wushu, lutas associadas e boxe.

 

Fonte: http://www.midiamax.com/

 

SID/MinC: Aprendizados do Encontro de Saberes

Alunos da disciplina Artes e Ofícios dos Saberes Tradicionais apresentaram na manhã desta quarta-feira, 19 de janeiro, no Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília (UnB), o que aprenderam com os mestres e mestras da Cultura Popular brasileira ao longo do segundo semestre de 2010 pelo projeto Encontro de Saberes. Américo Córdula, secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (SID/MinC) participou e interagiu com os estudantes durante o evento.

O objetivo desta iniciativa do MinC foi promover o diálogo entre os saberes acadêmicos e os saberes tradicionais, populares e indígenas, além de contribuir para o processo de reconhecimento de mestres de artes e ofícios como docentes no ensino superior.

Para a apresentação de hoje, – haverá outras turmas na sexta-feira (21) – os alunos representaram todos os mestres e mestras com que conviveram na disciplina. Mostraram o lhes foi ensinado como o cuidado com as plantas e a importância dos valores que as culturas populares trouxeram para suas vidas. Eles dançaram e serviram um delicioso chá aos presentes. Os alunos do projeto Encontro de Saberes estão fazendo suas apresentações finais. Eles tiveram liberdade para escolher o formato de suas apresentações, sendo assim, alguns estão realizando performance, outros fizeram um filme ou artigos.

“Obter um conhecimento desses dentro da universidade, no meio acadêmico, está sendo uma experiência maravilhosa. Vou levar comigo para sempre porque são saberes para a vida”, afirmou a estudante de Artes Cênicas da UnB, Camila Paula. Para a aluna, aprender a cuidar das plantas e de sua saúde por meio da natureza figura uma nova maneira de ver o universo. “Hoje olho para uma planta e vejo que ali tem vida e muito a oferecer.”

Sobre a convivência com os mestres e mestras da Cultura Popular do país, Camila garante que a humildade e o prazer em ensinar fez toda a diferença no compartilhamento de saberes: “Isso é maravilhoso porque a gente vive em um mundo onde algumas pessoas querem guardar o conhecimento para si, ou outros professores que humilham alunos por julgar saberem mais.”

A disciplina Artes e Ofícios dos Saberes Tradicionais fez parte da grade regular de graduação do segundo semestre de 2010 da UnB e esteve acessível a estudantes de todos os cursos. O Encontro de Saberes é realização da SID/MinC em parceria com a UnB e o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) de Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa, órgão do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Saiba mais sobre o projeto Encontro de Saberes

(Texto: Sheila Rezende, SID/MinC)
(Fotos: Marina Ofugi, ASCOM/MinC)

Tekken o filme

O famoso Eddy Gordo que começou com o grande Mestre Marcelo Caverinha que vive na California, e colocou todos os seus movimentos de sua capoeira plástica e eficiente, nos deixando o maravilhoso jogo para video game, que a melhor jogabilidade é com este personagem o Eddy, que agora no filme é protagonizado por Lateef Crowder *.

O foco do filme é em Heihachi Mishima, o líder da organização corrupta Tekken que está sendo investigado por assassinato. Em 2039, ele inicia um torneio de artes marciais para eleger o “Rei do Punho de Ferro”, lutador que ganhará a chance de se tornar seu guarda-costas pessoal. Porém, conforme alguns lutadores se reúnem, percebem que estão ligados por algo mais que seu desejo em parar com o reinado de Mishima.

Read More

Paulínia: Secretaria de Cultura irá promover semana de Capoeira

A partir do dia nove de maio, a Secretaria de Cultura com o apoio da Prefeitura Municipal de Paulínia irá promover a Semana da Capoeira. O evento contará com apresentações e palestras sobre uma das mais antigas formas de cultura popular, que mistura dança com arte marcial.

A programação será realizada nas instalações do Theatro Municipal da cidade.

O projeto foi divulgado através do Secretário de Cultura Emerson Alves, na última segunda feira, na primeira audiência pública do fungo municipal de cultura. O Secretário foi questionado sobre a falta de apoio a projetos na área de conscientização á cultura negra.

A Capoeira

A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura luta, dança, cultura popular, música esporte, artes marciais e ás vezes até brincadeira. Desenvolvida no Brasil por escravos africanos e seus descendentes, é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando os pés, as mãos, a cabeça, os joelhos, cotovelos, elementos ginástico-acrobáticos, e golpes desferidos com bastões e facões, estes últimos provenientes do Maculelê. Uma característica que a distingue da maioria das outras artes marciais é o fato de ser acompanhada por música.

 

Fonte: http://portaldepaulinia.com.br/

CREF X Profissionais da Capoeira: Aprovação da Lei 1371/07

A Comissão de Educação e Cultura aprovou nesta quarta o Projeto de Lei 1371/07, da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), que determina que os  conselhos regionais  e federal de Educação Física CREF não podem fiscalizar e nem exigir o registro de profissionais de dança, capoeira, ioga, artes marciais e pilates.

Para o relator da proposta, deputado Paulo Rubem Santiago (PDT-PE), que é formado em Educação Física, a atuação dos conselhos é equivocada desde o ponto de vista cultural.

Na sua avaliação, há uma nítida diferenciação no ensino dos profissionais de dança, que é feito em suas faculdades específicas, e os conteúdos que são desenvolvidos nas escolas de educação física no tocante à dança e às atividades corporais.

Nova regulamentação:

“São duas questões distintas. Acho que fizemos justiça e estamos reconhecendo agora a necessidade do próximo desafio: que é desmembrarmos a lei que regulamenta a profissão de artista, que tem mais de 40 anos, com uma nova proposta de lei para a profissionalização da dança no Brasil”, informou a deputada. “É um compromisso que nós temos e vamos apresentar a partir de agosto.”

Profissionais da dança que acompanharam a votação aplaudiram a aprovação da proposta. A principal queixa desses profissionais é a de que os fiscais dos conselhos buscam fechar academias de dança porque os profissionais não são formados em educação física.

Tramitação

O projeto ainda será analisado, de forma conclusiva, pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Reportagem de Geórgia Moraes)

TRADUZINDO essa última frase,  significa que esse Projeto de Lei ainda será avaliado nessas Comissões, mas, a princípio, ele está aprovado e não precisa mais ser votado em Plenário. Dessa vez, prevaleceu a justiça e o bom senso sobre as aspirações dos Conselhos Regionais e Federal de Educação Física de encampar as nossas atividades. Este é um momento histórico para todos os profissionais de Yoga, dança, capoeira, artes marciais e Pilates! Namaste, obrigado e parabéns àqueles que tanto lutaram pela preservação dos nossos direitos!

Pedro Kupfer.

Enviado por Mestre Burgues – [email protected]

Gabão: Libreville – Apresentações do Raízes do Brasil

Grupo de capoeiristas brasileiros promovem diversas atividades na capital do Gabão

Integrantes do Centro Cultural de Capoeira Raízes do Brasil realizaram diferentes atividades, entre os dias 23 e 26 de maio de 2009, na cidade de Libreville. O grupo é composto por: Ralil Salomão (Mestre Ralil), Carey Million (Guru), George Fredson (Touro), André Costa (Foca), Nagi Ahmad (Nagi) e Rogério do Nascimento (Bocão).

No dia 23, os capoeiristas representaram o Brasil na XVIII Noite de Artes Marciais da Gabão. O maculelê também foi mostrado. As lutas com bastões, facas e navalhas no pé revelaram aspectos marciais que se encontram nas origens da capoeira. Outras modalidades marciais de diversos continentes e de grupos locais integraram evento. A noite contou com público significativo.

A praia, próxima ao Hotel Tropicana, foi palco para a segunda apresentação do Raízes (24/05). O público, formado em sua maioria por jovens, interagiu com a performance, apesar de Libreville não possuir grupos de capoeira. Mostras informais da modalidade, em espaços públicos, também fizeram parte do roteiro do grupo, na segunda-feira, dia 25.

Como última atividade, os capoeiristas visitaram a Escola Piloto São-Tomense, única escola primária local em que o ensino é conduzido em língua portuguesa. Os integrantes fizeram apresentações de capoeira e maculelê e mostraram às crianças vários movimentos de animais. As crianças reagiram positivamente, aprendendo alguns fundamentos da capoeira.  O mestre Ralil presenteou a escola com um berimbau e orientou os estudantes como tocá-lo.

O Diretor do Museu de Artes e Tradições do Gabão também recebeu um berimbau e afirmou que a instituição possui um exemplar do instrumento em seu acervo. Todas as atividades desenvolvidas pelo Raízes tiveram grande repercussão e difundiram a modalidade como importante traço da cultura brasileira.

Fonte: http://www.dc.mre.gov.br/

III Fesman – Festival Mundial de Artes Negras

MinC e Fundação Cultural Palmares participam de reunião sobre o Fesman no Senegal

O ministro da Cultura do Brasil, Juca Ferreira, e o Presidente da Fundação Cultural Palmares, Zulu Araújo, vão participar de reunião do Comitê Internacional de Orientação do Festival Mundial de Artes Negras (Fesman), de 2 a 4 de março, em Dacar, no Senegal. A reunião vai estabelecer um balanço parcial da organização do III Fesman, discutir as perspectivas para o evento e reunir as contribuições dos diversos países para a realização do festival.

 

O III Fesman terá como tema o Renascimento Africano e será realizado do dia 1º ao dia 21 de dezembro de 2009, em Dacar, no Senegal. O Brasil é país convidado de honra do festival, por possuir a segunda maior população negra do planeta e conseguir conservar as manifestações de origem africana. O III Fesman vai discutir o papel do mundo negro no terceiro milênio, com enfoque na união das políticas nacionais e na integração com as culturas dos países da Diáspora. Um dos sub-temas do festival será “Afrodescendência na América”.

O Comitê de Organização Internacional do Fesman está montando uma grande estrutura de comunicação e teledifusão, que transmitirá o evento para toda a África, Europa e Américas em inglês, francês e português.

A primeira edição do Fesman aconteceu em Dacar, Senegal, em 1966, promovido pela República do Senegal e pela UNESCO. O tema do festival foi “O significado das artes e cultura negra na vida dos povos e para os povos”. A segunda edição aconteceu em Lagos, Nigéria, em 1977, com o tema “Civilização Negra e Educação”.

Assessoria de Comunicação
Inês Ulhôa – assessora de imprensa (9966-8898) \n [email protected] Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Jacqueline Freitas – \n [email protected] Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Marília Matias de Oliveira – \n [email protected] Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Marcus Bennett – \n [email protected] Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Telefones: (61) 3424-0165/0166    Fax: (61) 3424-0164
wwww.palmares.gov.br