Blog

canal

Vendo Artigos etiquetados em: canal

Na Semana da Consciência Negra, Quilombolas é tema de programa ao vivo e interativo

Na semana da Consciência Negra, o Sala de Convidados, do Canal Saúde/Fiocruz, debate ao vivo a situação das comunidades Quilombolas, terça (18), às 13h. Apesar de protegidos por lei, mais da metade ainda não conseguiu a propriedade da terra. Esse é apenas o primeiro problema. Falta também: água encanada, saneamento básico, escola e transporte públicos, energia elétrica… O que fazer para evitar que as novas gerações tenham de enfrentar todas essas adversidades? Participe ao vivo.

Conheça Saracura, um dos 244 Quilombolas do Pará. Localizado à uma hora de Santarém, é a casa de mais de 130 famílias, que tiram do rio Tapajós o seu sustento. E acompanhe como foi o 1º Encontro Estadual da Juventude Quilombola do Rio de Janeiro, realizado em outubro.

Participe: Assista na Embratel, NBR ou WEB (www.canalsaude.fiocruz.br) e dê sua opinião no chat ou pelo telefone 0800-701-8122. Antecipe suas perguntas pelo e-mail canal@fiocruz.br.

 Na Semana da Consciência Negra, Quilombolas é tema de programa ao vivo e interativo

Quilombolas – As comunidades quilombolas, formadas por remanescentes de quilombos, são grupos étnicos, predominantemente constituídos pela população negra rural ou urbana, que se autodefinem a partir das relações com a terra, o parentesco, o território, a ancestralidade, as tradições e práticas culturais próprias. Os territórios quilombolas tiveram seu primeiro reconhecimento com a Constituição Federal de 1988. No Brasil, existem mais de 2.500 comunidades quilombolas. Menos da metade oficialmente registrada. Boa parte delas não oferece condições básicas de sobrevivência.

Sala de Convidados – Na internet, acesse , clique na TV com a inscrição “ao vivo” e participe a partir do chat associado à transmissão. Se preferir, antecipe suas perguntas: canal@fiocruz.br. No caso da televisão, é necessária uma antena parabólica conectada ao aparelho. Pela Embratel, o programa será veiculado na freqüência do Canal Saúde (polarização horizontal 3.930 Ghz ou 1.220 Mhz). Para saber como sintonizar a NBR em sua cidade, acesse http://www.radiobras.gov.br/nbr/cidadesnbr_2004.htm ou http://www.radiobras.gov.br/estati-co/tv_nbr_sintonize.htm. A Sala de Convidados é apresentado por Renato Farias.

Canal Saúde/Fiocruz : Quilombolas: sonho e realidade. A conquista da terra ainda é o maior desafio. Conheça as outras prioridades

Terça (18), às 13h, ao vivo na NBR ou em www.canalsaude.fiocruz.br. Acesse e participe

Assessoria de Comunicação – Canal Saúde/Fiocruz

Marcelo de Castro Neves

(21) 2598-2703 / 2598-2472 / 2560-6818 / 0800-701-8122 / ascom@fiocruz.br
Canal Saúde/Fiocruz

Levando educação em saúde e cidadania para todo o Brasil

Canal Brasil – Video Documentário: Papete, Berimbau e Suassuna

Matéria especial em homenagem ao Dia do Capoeirista

Através do camarada João Catira, conhecido na capoeiragem como Contramestre Catira, integrante do Associação de Capoeira Cordão de Ouro, que atualmente está desenvolvendo seu trabalho na região de Coimbra – Portugal, recebemos uma verdadeira pérola, uma raridade…

Trata-se de um Video Documentário do Canal Brasil, apresentado por Papete, um percussionista de grande renome, que tem o Berimbau, seus toques, origen e curiosidades como pano de fundo do documentário, além de falar do "instrumento maior da capoeira", o video também mostra o jogo da CAPOEIRA, representado por um dos principais expoentes da capoeira, Mestre Suassuna e sua turma na academia Cordão de Ouro em São Paulo. (o video é do final dos anos 70 / início dos anos 80)

De quebra ainda estamos publicando uma das fotos mais antigas da Associação de Capoeira Cordão de Ouro, datada de 1971, também nos oferecida pelo Contramestre João Catira. (Na Foto: Mestre Suassuna, João Catira, Malvina, Jurema, Laércio, Tarzam, Freguesia, Suassuninha, Japones, Rodolfo entre outros…)


Clique aqui para ver a foto no tamanho real.


Vale salientar a importância do documentário em seu mais amplo sentido… Saber entender a época e o contexto da narativa.

É preciso perceber que o apresentador (Papete) é um fantástico percussionista e não um capoeirista.

* abaixo segue maiores informações sobre Papete:

Grupo Cordão de Ouro - 1971Papete (José de Ribamar Viana) nasceu em 8/11/1947 na cidade de Bacabal no estado do Maranhão. é cantor e compositor e percussionista.

Papete trabalhou como produtor e arranjador. Foi eleito um dos três melhores percussionistas do mundo quando participou do Festival de Jazz de Montreux na Suiça em 82, 84 e 87.

Iniciou sua carreira artística aos 13 anos de idade, atuando como cantor na Rádio Gurupi em São Luis (MA). Apresentou-se na emissora até 1967 quando compôs sua primeira música, "O bonde".
 
Em 1969 Wanderley Cardoso gravou a música "Eu morro se perder você", foi a primeira vez que Papete teve registrado seu trabalho de compositor. Nessa época, já atuava como percussionista e violonista.
 
Atuou em shows e gravações com Rosinha de Valença, Marília Medalha, Hermeto Pascoal, Osvaldinho da Cuíca, Toquinho e Vinicius, Benito de Paula, Inezita Barroso, Diana Pequeno, Renato Teixeira, Almir Sater, César Camargo Mariano, Rita Lee, Sadao Watanabe, Ornella Vanone e Alex Acuña, entre outros.
 
Obteve notoriedade internacional por sua técnica no berimbau, segundo ele, seu instrumento preferido.
 

Alguns Álbuns do Músico:

PAPETE – BERIMBAU E PERCUSSÃO – 1975
PAPETE – PROMESSA DE PESCADOR – 1980

PAPETE – ÁGUA DE COCO – 1980

Assista ao Vídeo Documentário do Canal Brasil:

Nota da Redação:

Esperamos que outros capoeiristas abram os seus baús… e mostrem ao mundo documentos, fotos, filmes e artigos de grande valor histórico…

Como diria um grande Mestre, aluno de Bimba: "Boa informação é aquela que é compartilhada…"

{mgmediabot}dmdocuments/Canal_Brasil_Papete.wmv|true|435|350{/mgmediabot}

DOCTV – Pierre Verger

O III programa de fomento a produção e teledifusão do documentário brasileiro – DOCTV III – será lançado hoje, 12 de março no teatro castro alves em salvador.
 
O projeto gira em torno de Arlete soares, fotógrafa e editora da obra de Pierre Verger no Brasil (Fatumbi).
Passará nas emissoras da rede pública no próximo domingo, às 23 horas. Em Brasília será no canal 2 – TV Nacional.
 
Como é de prache na comunidade capoeirística vamos gravar mais um documentario de suma importância para nosso acervo de capoeira. Já que Pierre Verger fotografou muito o negro e a capoeira no Brasil.
 
Mestre Alex Carcará
Centro Cultural Escola do Mundo Capoeira – Brasília

Discovery Channel, Cultura, Mundo & CAPOEIRA

A série ‘Discovery Atlas’ pretende mostrar a diversidade através de casos particulares, e no próximo dia 22 o canal pertencente a grelha de programação da TV paga Portuguesa, estará exibindo um documentário onde a CAPOEIRA estará presente…
 
Criar o registo visual mais completo da história, civilização, geografia e tecnologia de 30 países é o ambicioso objectivo da série documental ‘Discovery Atlas’, que estreou no passado domingo no canal Discovery. Ao contrário da maioria das produções sobre viagens, esta série não se limita a mostrar belas paisagens e os monumentos mais célebres de cada país. Para enfatizar a riqueza cultural e as tradições dos povos, o programa mostra-nos situações do quotidiano, centrando-se sobre pessoas comuns, cujas experiências são exemplificativas da realidade onde se enquadram. “Este é o maior projecto mundial do Discovery, uma visão única e profunda sobre vários povos do Mundo. A sua originalidade reside em mostrar os países através dos olhos dos seus habitantes”, afirma Yolanda Ausín, directora-geral do Discovery Ibéria.
  
Entre os personagens desta narrativa real contam-se figuras singulares como o artista aborígene Arthur ‘Turtle’ Tamwoy, fundador de uma companhia de dança indígena australiana, Vivaldo Conceição, um mestre de capoeira residente em São Salvador da Baía, que oferece aulas gratuitas da arte marcial às crianças pobres da região, e ainda Yang Fuxi, o último fabricante de arcos artesanais da China.
{jgquote}…Vivaldo Conceição, um mestre de capoeira residente em São Salvador da Baía, que oferece aulas gratuitas da arte marcial às crianças pobres da região…{/jgquote}Muitos outros cidadãos anónimos, com espantosas histórias de vida para relatar, contribuem para esta colecção de retratos de povos. “Viajar não é apenas conhecer a diversidade cultural. A viagem converte-nos num pequeno ponto da história e da geografia e é nesse momento que nos apercebemos da nossa própria pertença à diversidade. Depois de ter visto o episódio dedicado à China decidi que tenho de lá voltar para pôr em prática os conhecimentos que obtive”, diz Rosa Regás, directora da Biblioteca Nacional de Espanha e aclamada autora de livros de viagens.
 
Em cinco anos de cuidada produção, para além dos quatro episódios agendados para este mês, foram já rodados mais sete – dedicados a França, Índia, México, África do Sul, Egipto, Japão e Rússia –, que serão transmitidos no início do próximo ano. A rodagem e pós-produção dos restantes 19 episódios decorrerá ao longo dos próximos cinco anos. Cada episódio de ‘Discovery Atlas’, concebido como um projecto único, apesar da ideia base que serve de fio condutor a toda a série, foi entregue e diferentes produtoras. Uma particularidade desta série documental é ter sido gravada com equipamento de alta definição, que assegura uma imagem de qualidade superior. Os espectadores portugueses não poderão, no entanto, desfrutar desta grande riqueza visual pois o Discovery Ibéria por enquanto não está preparado para as emissões em alta definição.
DISCOVERY ATLAS
 
Vivências diversas que coexistem na mesma cultura são mostradas nesta série
 
Canal: Discovery
Hora: 21.00
Formato: Documentário
 
Portugal – TVCABO (Dia 22/10 – 21h00)
 
Este episódio analisa a história dos habitantes e costumes do Brasil, do Carnaval, à capoeira. Mostra-nos ainda relatos de vida no Amazonas e nas favelas.