Blog

pontos

Vendo Artigos etiquetados em: pontos

Belo Horizonte: II Encontro Feminino de Capoeira

Evento aconteceu em dois pontos da capital mineira

Neste fim de semana, Belo Horizonte recebeu o II Encontro Feminino de Capoeira. O evento é foi realizado em dois pontos da capital mineira e oferece programação voltada para a prática do esporte, mas com treinamentos, palestras e apresentações de capoeira durante todo o dia.

As atividades de sábado aconteceram no Point Barreiro e no domingo na Praça do Papa, onde aconteceu um aulão de capoeira com o tema “Não Jogue Lixo na Praça, Jogue Capoeira”.

Durante o período de aprendizado, capoeiristas de todas as idades, divididos em equipes, foram identificadas pelas cores da reciclagem e farão arrastão de limpeza na praça. Cada equipe tem seu lixo pesado e as informações são lançadas em um relatório com o objetivo de identificar os tipos de materiais de lixo mais encontrados e sugerir locais apropriados para sua destinação.

 

Programação

Sábado – Point Barreiro

09h às 12h30 –  Abertura: Papoeira – Dinâmicas e palestras;
12h30 às 14h – Horário de almoço;
14h às 17h – Treino de Capoeira com Professoras convidadas: Juma e Trilho;
19h – Noite “Capoeira Meninas de Minas”

Domingo – Praça do Papa

9h – Aulão na Praça do Papa

Pará: Ato público mobiliza a sociedade

Gente da música, da dança, do teatro, do cinema, da capoeira e de infinitas outras expressões culturais se reúne para tentar mais uma vez mobilizar a cidade para a criação de um projeto de lei, de iniciativa popular, para a implantação do Sistema Municipal de Cultura. O ato ocorrerá na Praça da República, a partir das 9 horas, e tem a proposta também de coletar novas assinaturas para o documento que pode ajudar na instalação do sistema.

Esse não é o primeiro ato dos setores culturais da cidade. No início de março, Músicos, atores, dançarinos, produtores culturais, além do público que circulava no domingo na Praça da República, no centro da capital, assinaram o documento ao longo da manhã de domingo. Para terem validade, as assinaturas – que devem representar 5% da população eleitoral do município (o equivalente a 50 mil assinaturas) -, precisam estar acompanhados do número do eleitor. E mais, só pode assinar quem vota em Belém e distritos. Região Metropolitana nem pensar. É lei. Simples assim. Várias entidades e instituições da cidade já funcionam como ponto de coleta ei. Simples assim. O projeto de lei foi lançado foi lançado na Câmara dos Vereadores em fevereiro. A meta do Fórum Municipal de Cultura, que em parceria com a Comissão de Cultura da Câmara, lidera a mobilização, é coletar tudo até 19 de abril.

Com a instalação do Sistema Municipal de Cultura, Belém poderá ter acesso aos recursos do Fundo Nacional de Cultura, o equivalente a 40%. partir da criação do Sistema Municipal de Cultura, serão implementados o Conselho Municipal de Política Cultural, o Fundo, o Plano e a Conferência Municipal de Cultura e Orçamento Participativo da Cultura. Esses elementos servirão para se articular, gerir, informar, formar e promover as políticas públicas para cultura, com a distribuição democrática dos recursos através da participação e controle da sociedade. O Sistema prevê políticas públicas para um período de dez anos, com planos de ações para atender às principais demandas a serem atendidas de cada segmento.

 

Pontos de coleta

 

Quem deseja colaborar com o Projeto pode ir até os pontos de coleta levando o seu título de eleitor. A coleta de assinaturas iniciou nos Restaurantes Universitários e continua no Instituto Universidade Popular (Unipop), no Espaço Experimental de Dança, no Espaço Cultural Coisas de Negro e na DAC/Proex. Nesta última, os formulários estão disponíveis até o dia 18 de abril e, além de assinarem, as pessoas também podem distribuí-los.

 

ACESSE: forumculturabelem.blogspot.com

Jogo de luta inspirado na capoeira será lançado para PC

O estúdio alemão Twelve Interactive, revelou em seu site o lançamento de mais um game de luta baseado exclusivamente na capoeira, arte marcial brasileira original da época da escravidão.

Martial Arts – Capoeira, que agora chega aos PCs, já teve versões para PlayStation 2, Wii, PSP e Nintendo DS, colocando lutadores de diversas nacionalidades em disputas do esporte que une dança e música.

O game traz um modo carreira, onde é possível treinar o seu personagem para aprimorar suas habilidades, ganhar campeonatos e atingir o status de maior capoeirista do planeta.

Como cenário para os embates, o jogo coloca os atletas em recriações de pontos turísticos por todo o mundo, como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, as piramides do Egito, e Times Square, em Nova Iorque.

Estão disponíveis doze capoeiristas no jogo, com habilidades divididas em força, velocidade, resistência, constituição física e talento acrobático.

 

Martial Arts – Capoeira será lançado no próximo dia 25, com preço de 20 euros (cerca de R$ 50). Mais informações, no site oficial (e verde-amarelo) do game.

 

Fonte: http://arena.ig.com.br

Estadual de Capoeira define equipe capixaba para o Campeonato Brasileiro

Disputado no último fim de semana, em Vitória, o 13º Campeonato Estadual de Capoeira reuniu cerca de 360 capoeiristas, nos Ginásios Jones Santos Neves e Jayme Navarro de Carvalho, na sede da Secretaria de Estado de Esportes e Lazer (Sesport), em Bento Ferreira, Vitória. Além de apontar os melhores na modalidade no Espírito Santo, a competição serviu de base para convocação da equipe que representará o Estado, no 13º Campeonato Brasileiro, que acontecerá nos dias 24, 25 e 26 de setembro, em Campo Grande (MS).

Em dois dias de competição, atletas de 15 municípios “duelaram” em busca de vagas para o torneio nacional. Ao todo, 29 capoeiristas foram convocados para representar o Estado no Centro-Oeste.

Na disputa por equipes, o título ficou com a Associação de Capoeira Aliança, de Vitória, com 18 medalhas, sendo 15 de ouro e três de prata. A equipe da capital somou ao todo 435 pontos, seguido da Associação Nossa União Capoeira, com 179 pontos e a Associação Capoeira São Salvador, com 142.

Vista como uma dança, a capoeira quer ser reconhecida como esporte de alto rendimento. Por isso, os duelos do Estadual desse ano serviram como uma espécie de laboratório para modalidade. Em vez de avaliar detalhes como vestimentas, por exemplo, os árbitros foram orientados a valorizar aspectos táticos e físicos ligados à luta.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sesport
(27) 9901-9914
(27) 3235-7192

Site: www.sesport.es.gov.br

Pontos de Cultura do Acre

FEM assina convênio de repasse financeiro com mais quatro instituições da sociedade civil, como parte da edição estadual do Programa Mais Cultura

Mais quatro convênios para repasse financeiro a iniciativas culturais foram assinados na manhã desta quarta-feira, 12, pelo presidente da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour, Daniel Zen, e pelos presidentes das associações beneficiadas com a edição estadual do Programa Mais Cultura – Pontos de Cultura do Ministério da Cultura.

Participaram da assinatura os representantes da Associação de Aposentados de Plácido de Castro, da Associação Cultural e Desportiva Candeias de Capoeira Acre, da Rede Acreana de Jovens em Ação (REAJA) e da Liga de Quadrilhas Juninas do Acre, que foram contempladas com o repasse no valor de R$ 180 mil correspondente a três anos de realização das atividades, totalizando o valor dos recursos aos quatro Pontos de Cultura em R$ 720 mil. Ao todo, foram contemplados com o programa 15 Pontos de Cultura.

A parceria entre o Ministério da Cultura (MINc) e o Governo do Estado, através da Fundação Elias Mansour, tem como ação a expansão do Programa Cultura Viva, que se baseia na descentralização de recursos orçamentários. O programa, que já contempla o projeto Culturalizando o Quinari, tem como objetivo apoiar os projetos de instituições da sociedade civil sem fins lucrativos, de caráter cultural ou com histórico de atividades culturais; instituições que atuem na produção artístico-cultural há pelo menos dois anos, contribuindo para a inclusão social, a construção da cidadania, seja através da geração de emprego e renda, seja por meio de ações de fortalecimento das identidades culturais.

Valorizando as histórias de Plácido – Para Marinete Oliveira de Araújo, presidente da Associação de Aposentados de Plácido de Castro, não só a inclusão social e a continuidade das atividades são frutos importantes do Ponto de Cultura Pacatuba Cultural, mas principalmente a valorização da cultura do município.

“Com esse projeto nós pretendemos não só promover oficinas e atividades para os idosos, que são nosso público alvo, embora a sociedade em geral também seja atendida, mas permitir, principalmente, que eles ajudem a reafirmar a cultura local, através das contações de histórias e dos conhecimentos populares que eles tanto sabem.”

Além do incentivo a leitura, o projeto Pacatuba Cultural de Plácido de Castro promove ainda atividades em outras áreas, como Artes Cênicas através de teatro e dança, Cultura Afro com a capoeira recreativa e Cultura Popular promovendo a quadrilha junina e o forró pé-de-serra.

Capoeira e cidadania

Com uma proposta mais voltada para a inclusão social, a Associação Cultural e Desportiva Candeias do Acre pretende, através do projeto Portas Abertas Capoeira e Cidadania, atender moradores e crianças que estão em situação de rua com escolinhas de capoeira. Não só estimular a prática do esporte é o objetivo do projeto, mas também incentivar a participação escolar dessas crianças e jovens.

“Para participar das escolinhas é necessário que o jovem esteja estudando ou, se não, que pelo menos firme o  compromisso de entrar na escola. E nós estaremos sempre incentivando para que isso se torne verdade.”, explica Janosson da Silva Carvalho, o Falcão, presidente da Associação Cultural e Desportiva Candeias de Capoeira Acre.

Música e luteria

Já o Ponto de Cultura Som Nativo, da Rede Acreana de Jovens Em Ação (REAJA), é voltado para a música feita por jovens acreanos. “Com a assinatura do convênio, o REAJA, além de produzir oficinas de iniciação musical  e de luteria, que é a construção de instrumentos de corda, vai incentivar a  produção de música independente através do estúdio que será construído com o repasse financeiro do Programa Mais Cultura” , relata Francisco Marnilson Neris da Silva,  presidente do REAJA.

Liga de Quadrilhas

Segundo Aurimar Aragão, presidente da Liga de Quadrilhas Juninas do Acre a partir desse convênio a Liga vai poder se organizar mais como representante de todos os grupos de quadrilhas do estado. “Desde a criação de adereços até a  formação de produtores culturais, o Ponto de Cultura ‘Cultura é Popular’ pretende fomentar a cultura das quadrilhas capacitando não só dançarinos e aderecistas mas, principalmente, multiplicadores que possam estender esse trabalho para todos os municípios”.

Sobre o Programa Mais Cultura, Aurimar Aragão acredita ser uma parceria muito vantajosa para a sociedade, uma vez que ela atinge diretamente a massa. “O Programa  dá oportunidade para a sociedade civil, que é a quem mais tem conhecimento sobre as suas precariedades, para desenvolver soluções que supram esse deficit de cultura, chegando nos mais distantes bairros, dentro da comunidade”, explica.

Semana dos Povos Indígenas

Programa Mais Cultura e SID/MinC participam do evento em São Grabriel da Cachoeira, no Amazonas

O Ministério da Cultura participa, no próximo dia 23, em São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, de três atividades que integram a Semana dos Povos Indígenas. O  município, localizado às margens do Rio Negro,  possui quase 90% da sua população de indígenas.

Pela manhã,  será realizado  o encerramento da Oficina de Capacitação em Audiovisual ministrada  pela ONG Rede Povos da Floresta em parceria com o Ponto de Cultura Vídeo nas Aldeias, nos 10 Pontos de Cultura Indígenas (PCIs) implantados na região do Alto Rio Negro.  O  secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do MinC, Américo Córdula, estará presente no evento. A instalação desses Pontos é uma ação do  Programa Mais Cultura   em parceria com as Secretarias da Identidade e da Diversidade Cultural, e  da Cidadania Cultural do MinC, da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), e da Associação Cultura e Meio Ambiente (ACMA).

Córdula destacará, na ocasião, a importância da criação dos Pontos de Cultura para os povos indígenas da região, e falará sobre as ações da Secretaria da Identidade e Diversidade Cultural voltadas para a promoção e proteção da cultura das comunidades tradicionais brasileiras como os indígenas. “Uma das nossas principais ações é a realização de editais de premiação de iniciativas culturais que promovam a cultura desses povos”, afirma o secretário.

A SID já realizou dois editais (2007 e 2008) voltados para a premiação de ações culturais desenvolvidas pelos indígenas em todo o Brasil, contemplando 184 iniciativas com investimentos totais de R$ 3,6 milhões.

No encontro, que contará com a presença do vice-prefeito de São Gabriel da Cachoeira, André Baniwa, será realizada uma Oficina sobre os Microprojetos Mais Cultura. O objetivo da ação é o de orientar os pequenos produtores culturais da região para a elaboração dos projetos do Programa que investirá R$ 13,8 milhões na Amazônia Legal integrada pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

No período da tarde, às 17h, haverá a exibição de dois filmes, um curta e um longa-metragem, da Programadora Brasil, no Cine Mais Cultura do Instituto Sócio Ambiental (ISA).

O Edital de Microprojetos,  executado em parceria com a Fundação Nacional de Artes (Funarte/MinC), a Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural (SID/MinC), o Banco da Amazônia (Basa) e os governos estaduais da região amazônica, está em sua segunda edição e tem como foco principal a promoção da diversidade cultural da Amazônia Legal por meio do financiamento, não reembolsável, de projetos de artistas, grupos artísticos independentes e produtores culturais. As iniciativas deverão ter como beneficiários diretos jovens, entre 17 e 29 anos, residentes nas localidades da região. A primeira Edição do Microprojetos Mais Cultura foi realizada na região do Semiárido brasileiro e premiou 1,2 mil produtores culturais. As inscrições dos projetos podem ser feitas oralmente, gravadas em meio digital ou fita cassete. A medida visa facilitar e democratizar o acesso ao edital.

Pontos de Cultura Indígenas

Do total de dez Pontos de Cultura Indígenas (PCIs) previstos para a região, oito deles ficam em São Gabriel da Cachoeira, onde existem cerca de 23 etnias indígenas, dentre elas os Tukano, Baniwa, Baré, Dessana, Tuyuca, Piratapuya, Tariano e Rupda. Todos os PCIs foram instalados de outubro a novembro de 2009 e já estão funcionando.

As oficinas de capacitação dos indígenas são realizadas em três etapas pela Rede Povos da Floresta. “O projeto de PCIs conta com duas Rodas de Conversa, uma inicial e outra de fechamento, e com três oficinas, sendo uma de informática básica – Práticas Digitais, e as outras duas de Formação em Audiovisual. A primeira delas foca o processo de filmagem e a segunda o processo de edição”, explica a responsável da Rede Povos da Floresta pela implantação dos PCIs na região, Deborah Castor.

De acordo com ela, em cada uma destas oficinas a comunidade envia dois representantes que ficam responsáveis em compartilhar o que aprenderam com os demais moradores de sua comunidade. “No total, cerca de 40 indígenas estão participando das oficinas na região de São Gabriel”, informa Castor.

Para ela, é difícil enumerar o número de indígenas beneficiados com os Pontos de Cultura. “O número de pessoas beneficiadas em cada comunidade depende de diferentes fatores. Pensar nos povos que habitam esta região é compreender a diversidade da realidade de cada comunidade”. afirma. Segundo Deborah Castor, o projeto de PCIs inclui comunidades que nunca haviam entrado em contato com as tecnologias digitais, como também comunidades que já possuem uma rede de internet sem fio na escola indígena, como é o caso de Iauaretê.

A quantidade de pessoas beneficiadas depende também do número da população local, que vai desde comunidades com menos de 200 habitantes até a população do entorno de cidades como Santa Isabel do Rio Negro e Barcelos, onde estão localizados os PCIs da ACEMIRN e da ASIBA, associações indígenas do Médio Rio Negro.

Castor destaca, ainda, que a instalação dos Pontos de Cultura Indígenas têm proporcionado o desenvolvimento de projetos de registro da memória dos antepassados e de danças tradicionais pelas comunidades. “Os PCIs também têm como foco o registro da língua materna e a produção de cartilhas para as escolas indígenas”, ressalta ela, acrescentando que a busca, por esses registros, mobiliza a comunidade para se encontrar e debater sobre sua cultura, o que incentiva o valor de suas tradições e o fortalecimento de sua identidade cultural.

 

(Heli Espíndola e Rafael Ely- Comunicação SID/SAI)

(Fotos: Acervo Encontro Guarani e Ponto de Cultura Vídeo Nas Aldeias)

 

Comunicação SID/MinC

Telefone: (61) 2024-2379

E-mail: identidadecultural@cultura.gov.br

Acesse: www.cultura.gov.br/sid

Nosso Blog: blogs.cultura.gov.br/diversidade_cultural

Nosso Twitter: twitter.com/diversidademinc

Resultados: II JOGOS GERAÇÃO INTERATIVA DE CAPOEIRA realizado em Pirassununga

“II JOGOS GERAÇÃO INTERATIVA DE CAPOEIRA”

DIA 20 DE SETEMBRO DE 2009
HORÁRIO: DAS 09:00 ÀS 18:00 HORAS
LOCAL: GINÁSIO MUNICIPAL DE ESPORTES DR. LAURO POZZI
-CEFE PRESIDENTE MÉDICE – AV. PRESIDENTE MÉDICE S/Nº – JD.
CARLOS GOMES – PIRASSUNUNBGA-SP

-REALIZAÇÃO: APACAP EM PARCERIA COM A SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES

-DIREÇÃO: MESTRE LUIZÃO
-EQUIPE ORGANIZADORA: JANAÍNA, VERIDIANA, NAILA, MOINHO, MARCIA, PIMENTA (SÃO PAULO/SP), MARINA E BUIÚ

ARBITRAGEM: CONTRA MESTRES XENHO E DE PAULA; INSTRUTOR TUBARÃO; MONITORES CEZÃO, BUIU  E CAMARÃO, FORMADO JABA E ESTAGIARIO RAYOVAC.

-PARTICIPAÇÃO: MESTRES: LAU (ARARAS), SENA (POÇOS DE CALDAS), TAROBA (SÃO CARLOS), OSMAR (POÇOS DE CALDAS), CLÉO (SÃO PEDRO); CONTRA MESTRE DE PAULA (UBERABA/MG), PROFESSORES JUNINHO (GUARANÉSIA) E DANIEL (CASA BRANCA).

PROGRAMAÇÃO:

09:00 hs – Abertura com desfile das equipes, execução do Hino Nacional e juramento dos atletas;
09:30 hs – Início das Competições – Categorias: Mirim, Infantil e Infanto Juvenil (Jogo no ritmo de São Bento Grande);
12:00 hs – Intervalo para almoço; lançamento do Cd Capoeira Na Veia Vol. II “Cantigas de Mestre Luizão”; Show de saltos e Acrobacias.
13:30 hs – Reinicio das Competições – Categorias Juvenil, Adultos e Graduados – (Jogo de Benguela e São Bento Grande);
16:00 hs – Competições em ritmo de São Bento Grande para Categorias: Especial “Cadeirantes” e da 3ª Idade.
18:00 hs – Encerranento com entrega de troféus e medalhas aos atletas e equipes vencedoras.

PARTICIPARAM DO EVENTO AS SEGUINTES EQUIPES:

-APACAP (PIRASSUNUNGA, LEME E ITÚ)
-FILHOS DO BONFIM (POÇOS DE CALDAS E CASA BRANCA)
-ART-VIDA (GUARANÉSIA)
-ESCRAVO LIBERTO (SÃO PEDRO)
-JANGADEIROS DE OURO (SÃO CARLOS)
-PALMARES (ARARAS)

TOTAL: 215 ATLETAS

CATEGORIA MIRIM – ATÉ 10 ANOS DE IDADE:

FEMININO:

1º LUGAR:   VERONICA
GRUPO:   APACAP
CIDADE:   LEME

2º LUGAR:   TAILANE
APACA – PIRASSUNUNGA

3º LUGAR:   MARIA GABRIELA
FILHOS DO BONFIM – CASA BRANCA

CATEGORIA MIRIM – ATÉ 10 ANOS DE IDADE:

MASCULINO:

1º LUGAR:   MATHEUS
APACAP   LEME

2º LUGAR:   GUIUPER   
JANGADEIROS DE OURO – SÃO CARLOS

3º LUGAR:   JOÃO VITOR
FILHOS DO BONFIM ´CASA BRANCA

CATEGORIA  INFANTIL – 11 E 12 ANOS

FEMININO

1º LUGAR:   GISLAYNE
APACAP – PIRASSUNUNGA

2º LUGAR:   MARIELLE
APACAP – PIRASSUNUNGA

3º LUGAR:    MILENA
APACAP – LEME

CATEGORIA  INFANTIL – 11 E 12 ANOS

MASCULIO:

1º LUGAR:  JUNINHO
APACAP – PIRASSUNUNGA

2º LUGAR:   WESLEY
FILHOS DO BONFIM ´CASA BRANCA

3º LUGAR:  JEFERSON DE OLIVEIRA
APACAP LEME

CATEGORIA  INFANTO JUVENIL – 13 E 14 ANOS

FEMININO

1º LUGAR:   SIMONE
APACAP – PIRASSUNUNGA

2º LUGAR:   ELIANE
APACAP – ITÚ

3º LUGAR:  JÉSSICA
JANGADEIROS DE OURO – SÃO CARLOS

CATEGORIA  INFANTO JUVENIL – 13 E 14 ANOS

MASCULINO:

1º LUGAR:   RODNEY
ESCRAVO LIBERTO – SÃO PEDRO

2º LUGAR:  MURILO
FILHOS DO BONFIM – CASA BRANCA

3º LUGAR:  MICHAEL
APACAP – LEME

CATEGORIA  JUVENIL – 15 A 17 ANOS

FEMININO

1º LUGAR:   NAILA
APACAP – PIRASSUNUNGA

2º LUGAR:   GISLAINE
FILHOS DO BONFIM – CASA BRANCA

3º LUGAR:   SANDRA
APACAP – PIRASSUNUNGA

CATEGORIA  JUVENIL – 15 A 17 ANOS

MASCULINO:

1º LUGAR:   DANILO
FILHOS DO BONFIM – CASA BRANCA

2º LUGAR:   ALEX
ESCRAVO LIBERTO – SÃO PEDRO

3º LUGAR:   VALDECIR
APACAP – LEME

CATEGORIA  ADULTOS  – 18 ANOS ACIMA

FEMININO

1º LUGAR:   MAGDA
PALMARES – ARARAS

2º LUGAR:   MARINA
APACAP – PIRASSUNUNGA

3º LUGAR:   JANAINA
APACAP – PIRASSUNUNGA

CATEGORIA  ADULTOS – 18 ANOS ACIMA

MASCULINO

1º LUGAR:  CLAYTON
FILHOS DO BONFIM – CASA BRANCA

2º LUGAR:   IDAEL
APACAP – LEME

3º LUGAR:   RODRIGO
FILHOS DO BONFIM – CASA BVRANCA

CATEGORIA  GRADUADOS –  PROFISSIONAIS:

MASCULINO:

1º LUGAR:  CONTRA MESTRE  XENHO
APACAP – PIRASSUNUNGA

2º LUGAR:   MONITOR CEZÃO
APACAP – PIRASSUNUNGA

3º LUGAR:    PROFESSOR MARQUINHOS
JANGADEIROS DE OURO – SÃO CARLOS

Acreditando no poder da Superação - LEANDRO DA APACAP NA CATEGORIA ESPECIALCATEGORIAS ESPECIAIS:
CADEIRANTES E  FELIZ  IDADE:
DESTAQUE PARA OS ATLETAS:

LEANDRO – APACAP DE LEME/SP
MARIA E VITORIA – SÃO CARLOS/SP

CLASSIFICAÇÃO GERAL POR EQUIPES:

1º LUGAR:
APACAP – 107 PONTOS

2º LUGAR:
FILHOS DO BONFIM – 39 PONTOS

3º LUGAR:
JANGADEIROS DE OURO – 15 PONTOS

4º LUGAR:
ESCRAVO LIBERTO – 12 PONTOS

 

Atenciosamente,

Luiz Carlos Desideri – Mestre Luizão
Presidente da Apacap

II Jogos Geração Interativa de Capoeira

DIA 20 DE SETEMBRO DE 2009
HORÁRIO: DAS 09:00 ÀS 18:00 HORAS
LOCAL: GINÁSIO MUNICIPAL DE ESPORTES DR. LAURO POZZI
CEFE PRESIDENTE MÉDICE – AV. PRESIDENTE MÉDICE S/Nº – JD.
CARLOS GOMES – PIRASSUNUNBGA-SP

REALIZAÇÃO: APACAP PIRASSUNUNGA
APÔIO: SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES E PREFEITURA MUNICIPAL

DIREÇÃO: MESTRE LUIZÃO

PROGRAMAÇÃO:

09:00 hs – Abertura com desfile das equipes, execução do Hino Nacional e juramento dos atletas;
09:30 hs – Início das Competições – Categorias Pré Mirim, Mirim, Infantil e Infanto Juvenil (Jogo no ritmo de São Bento Grande);
12:00 hs – Intervalo para almoço;
13:30 hs – Reinicio das Competições – Categorias Juvenil, Adultos e Graduados – (Jogo de Benguela e São Bento Grande);
18:00 hs – Encerranento com entrega de troféus e medalhas aos atletas e equipes vencedoras.

REGULAMENTO:

1)-Das inscrições:

Não será nescessário o preenchimento de fichas para inscrição, basta os participantes pertencerem a um dos grupos convidados, comparecendo no dia, horário e local do evento. Tambem não serão cobradas nenhum tipo de taxa de participação.

Obs: Para comprovação de idade, os atletas deverão, no dia da competição, portar o RG ou RA escolar.

2)-Das Categorias:

a) Pré Mirim: de 6 á 8 anos
b) Mirim: 9 e 10 anos
c) Infantil: 11 e 12 anos
d) Infanto-Juvenil: 13 e 14 anos
e) Juvenil: de 15 á 17 anos
f) Adulto: 18 anos acima

Idade completada até o dia da competição.

CATEGORIA GRADUADOS:

g) Formados, Monitores, Instrutores, Professôres e Contra-Mestres

Idade mínima: 18 anos completados até o dia da competição

3)-Regras de competição

Individual:

A roda será formada aleatóriamente.

Será cronometrado o tempo de um minuto para cada volta.

Os atletas classificados seguem para a fase posterior até que seja apurado os vencedores de cada categoria.

4)-Da Arbitragem e Classificação:

Haverá um arbitro central, o qual deverá conduzir o jogo quanto ao seu início e termino, e tambem aplicar as advertências que se acharem necessárias e no mínimo treis jurados que classificarão ou desclassificarão os vencedores utilizando-se do sistema de bandeiras, nas mesmas cores das cordas usadas pelos competidores. Vence aquele que tiver um maior numero de bandeiras erguidas nas cores a seu favor.

A mesa de jurados será composta em numero mínimo de treis jurados, sendo “um” Mestre ou representante qualificado de cada grupo convidado.

5)-Critérios de Avaliação:

Nas categorias: Pré Mirim, Mirim, Infantil e Infanto Juvenil, os participantes irão competir em jogo no ritmo de São Bento Grande; já nas categorias: Juvenil, Adultos e Graduados, os atletas competirão em jogos nos ritmos de Benguela e São Bento Grande.

Nas categorias Juvenil, Adultos e Graduados, serão classificados e premiados os atletas que somarem a maior quantidade de pontos nos jogos de Benguela e São Bento Grande.

Os Jurados irão julgar o conjunto de movimentos baseados na tecnica, destreza, malícia, volume de jogo e harmonia, fundamentados no estilo contemporâneo e composto em: ginga, negaça, floreios, golpes, contra-golpes, fintas, esquivas, entradas e saídas. Não serão computados pontos para movimentos especificos e sim pelo conjunto dos movimentos.

Serão proibidos quaisquer gestos ou atitudes anti-desportiva, assim como ficam proibidos os golpes contra-golpes e entradas aplicados com intensidade de forma que possa comprometer a integridade física ou moral o companheiro de jogo.

Serão proibidos movimentos excessivos que venham coibir o companheiro de desenvolver os seus movimentos. O competidor joga com o seu companheiro de jogo e não contra ele. Caberá apenas aos jurados julgar quem desenvolveu o melhor jogo tendo o melhor aproveitamento naquele momento.

6)-Da Pontuação individual e por as equipes:

Atletas cassificados em:

1º lugar: 5 pontos
2º lugar: 3 pontos
3º lugar: 2 pontos
4º lugar: 1 ponto

Para apurar-se os vencedores individuais em cada categoria, serão somados os pontos conquistados em cada modalidade, sagrando-se vencedores os atletas que mais somarem pontos.

7)-Da Premiação:

Medalhas para os treis atletas melhores classificados em cada categoria.
Troféus para as treis equipes que somarem mais pontos.

Editais do MinC: Seleções Públicas

Seleções Públicas
Confira os Editais do MinC que encerram os prazos para inscrições neste mês de agosto

 

O Ministério da Cultura e suas instituições vinculadas apoiam, por meio de editais de seleção pública, projetos e iniciativas culturais. Até o final deste mês de agosto estão abertas as inscrições para diversos processos seletivos. Confira os concursos e premiações, conforme o segmento cultural:

Diversidade Cultural

  • Prêmio Cultural Loucos pela Diversidade – Edição Austregésilo Carrano – Voltado para destacar iniciativas que relacionam Cultura à Saúde Mental. Inscrições prorrogadas até 27 de agosto. Saiba mais.
  • Prêmio Culturas Populares 2009 – Mestra Dona Izabel – Premia a atuação exemplar de mestres e de grupos/comunidades praticantes de expressões da cultura popular brasileira em duas categorias: Mestres e Mestras dos Saberes e Fazeres; e Grupos e Comunidades Tradicionais. Inscrições até 28 de agosto. Saiba mais.

Artes Integradas

  • Microprojetos Mais Cultura Minas Gerais – Tem como finalidade fomentar e incentivar artistas, grupos artísticos independentes e pequenos produtores culturais por meio de financiamento não reembolsável de microprojetos culturais na região do semiárido brasileiro. Inscrições até o dia 7. Saiba mais.
  • Prêmio Funarte Artes Cênicas na Rua 2009 – A Funarte, em parceria com o Instituto Cultural Sérgio Magnani, viabiliza projetos de grupos, companhias, trupes e artistas independentes que busquem, em apresentações de rua, um novo significado para o espaço público.  Inscrições até 7 de agosto. Saiba mais.
  • Bolsa Funarte de Produção Crítica sobre Conteúdos Artísticos em Mídias Digitais /Internet – Cria condições materiais para que pesquisadores, teóricos, artistas e estudantes possam se dedicar à produção de conhecimento crítico sobre a atual arte brasileira e sua relação com as tecnologias digitais. Inscrições até 13 de agosto. Saiba mais.
  • Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural – Apoio financeiro para custeio de transporte para viagens em novembro. Inscrições até o dia 31. Saiba mais.

Audiovisual

  • DOCTV América Latina – Visa estimular e fortalecer o intercâmbio cultural e econômico entre os povos latino-americanos, implantar políticas públicas integradas de fomento à produção e teledifusão de documentários nos países da região e difundir a produção cultural desses países no mercado mundial. Inscrições até 7 de agosto. Saiba mais.
  • 2º Edital de Co-produção Brasil-Galícia – ANCINE – Concede apoio financeiro a um projeto de produção de obra cinematográfica independente de longa-metragem, no gênero ficção e/ou animação, cujas filmagens não tenham sido iniciadas. O projeto deve ser realizado conjuntamente por empresa produtora brasileira e empresa produtora galega, sendo possível a participação de um coprodutor de um terceiro país que não o Brasil ou a Espanha. Inscrições até 17 de agosto. Saiba mais.

Educação e Cidadania

  • Prêmio Interações Estéticas – Residências Artísticas em Pontos de Cultura 2009 – Oferece a artistas de diversos segmentos a possibilidade de desenvolver projetos integrados a ações de Pontos de Cultura de todo o país. Inscrições até o dia 13. Saiba mais.
  • Edital de Seleção para Pontos de Cultura do Estado de São Paulo – Concessão de apoio na forma de prêmio, por meio de repasse de recursos financeiros do Programa Mais Cultura – Pontos de Cultura, para projetos culturais que desenvolvam ações continuadas em pelo menos uma das áreas de Culturas Populares, Grupos Étnico-Culturais, Patrimônio Material, Audiovisual e Radiodifusão, Culturas Digitais, Gestão e Formação Cultural, Pensamento e Memória, Expressões Artísticas, e/ou Ações Transversais. Inscrição até 24 de agosto. Saiba mais.
  • Edital de Seleção para Pontos de Cultura de Curitiba – Apoio projetos de instituições da sociedade civil sem fins lucrativos, de caráter cultural ou com histórico de atividades culturais, cujo trabalho contribua para a inclusão social e a construção da cidadania. Inscrições até o dia 28. Saiba mais.
  • Bolsa Agente Escola Viva 2009 – Iniciativa para apoiar projetos pedagógicos que integrem Cultura e Educação e visem contribuir para um sistema de ensino com melhor qualidade. Inscrições até 28 de agosto. Saiba mais.

Literatura

  • Bolsa Funarte de Criação Literária – Objetiva fomentar a produção de textos literários inéditos nos gêneros lírico e narrativo. Serão contemplados 10 autores brasileiros, dois de cada região do país. Inscrições até 13 de agosto. Saiba mais.

(Comunicação Social/MinC)

Comunicação SID/MinC

Telefone: (61) 3316-2129

E-mail: identidadecultural@cultura.gov.br

Site: http://www.cultura.gov.br/site/categoria/politicas/identidade-e-diversidade/

Blog: http://blogs.cultura.gov.br/diversidade_cultural/

Mais Cultura em comunidades indígenas

MinC implantará 150 Pontos de Cultura em comunidades indígenas até 2010. Rodas de conversa iniciam dia 3 de junho

Na próxima quarta-feira, 3 de maio, o Programa Mais Cultura, do Ministério da Cultura, inicia uma série de rodas de conversa para promover a inclusão digital de comunidades indígenas de todo o Brasil. As rodas fugirão do modelo tradicional de capacitação e buscam envolver as comunidades indígenas com as novas tecnologias da informação (TICs) e com a produção de conteúdos audiovisuais a partir de seus próprios referenciais. A ação será desenvolvida em parceria com a Fundação Nacional do Índio (Funai) e com a Associação Cultura e Meio Ambiente (ACMA) – Rede Povos da Floresta, responsável pela implantação do projeto e pela formação dos indígenas.

De 3 a 5 de junho, a roda de conversa acontece no Ponto de Cultura Indígena de Rio Branco, no Acre. De 10 a 12 de junho, a roda será realizada no Centro Yorenka Ãtame, localizado no município de Marechal Thaumaturgo, também no território acreano. De 20 a 22 de junho, o encontro será na sede da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (FOIRN), no município de São Gabriel da Cachoeira, Estado do Amazonas.

As rodas integram o processo de implantação dos primeiros 30 Pontos de Cultura em comunidades indígenas de cinco estados: Acre, Amazonas, Mato Grosso, Rondônia e Roraima. A meta do Programa Mais Cultura é implantar até 2010, em todo o país, 150 Pontos de Cultura Indígenas, por meio de um acordo de cooperação firmado com a Funai e de convênios com entidades indígenas e indigenistas. O investimento inicial é de R$ 6,4 milhões. Outros 60 Pontos de Cultura Indígenas serão implantados até o final de 2009, e os 60 restantes até 2010.

Cada Ponto de Cultura receberá um kit multimídia. O objetivo é que as comunidades indígenas utilizem as novas tecnologias como ferramentas para a preservação e fortalecimento de sua identidade cultural. De acordo com o secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, Américo Córdula, “o uso de equipamentos multimídia nas comunidades indígenas, ao contrário do que se imagina, têm reforçado a tradição oral e a busca dos mais jovens pelos fundamentos de suas culturas tradicionais, que passam a ser objeto de uma enorme produção de conteúdos audiovisuais e motivo para a intensificação das trocas com outras comunidades indígenas e com os não-índios, que fomentaremos ainda mais através da articulação com a Rede Povos da Floresta, a rede de Pontos de Cultura e a rede criada a partir do Prêmio Culturas Indígenas, dentre outras”.

Composição do Kit Multimídia

Computador desktop com acesso à Internet banda larga, leitor e gravador de DVD, monitor 17 polegadas, teclado, mouse, par de caixas de som e placa de vídeo para edição; servidor, placa de rede, cabos, conectores, no break, web cam, fone de ouvido com microfone, placa de captura de vídeo, material para montagem de rede e estabilizador; filmadora digital, câmera fotográfica digital, microfone supercardioide, bateria para filmadora, fone de ouvido e fita minidv; kits de painel fotovoltaico, bateria, controlador de carga, módulo solar e inversor de voltagem de 12vcc para 110 V.

Mais informações no site http://mais.cultura.gov.br

 (Comunicação Social/MinC)