Blog

lagoa

Vendo Artigos etiquetados em: lagoa

Escola de Capoeira Angola Resistência comemora os 125 anos de história do Mestre Pastinha

Entre os dias 31 de março e 6 de abril, a Escola de Capoeira Angola Resistência comemora os 125 anos de história do Mestre Pastinha, um dos principais mestres de Capoeira da história, com uma semana de diversas atividades.

Na programação da semana está uma exposição de fotos retratando um pouco da vida do Mestre Pastinha, a exibição do filme “Mestre Pastinha, Uma vida pela capoeira”,  roda de conversa, aula aberta de Capoeira Angola com professores, além de muita roda de capoeira.

As atividades acontecem em diferentes locais da cidade de Campinas e também em Hortolândia. Haverá rodas de capoeira na Praça Rui Barbosa, na Lagoa do Taquaral, na Estação Cultura, onde fica a sede da escola em Campinas, e nos núcleos de Hortolândia, Pirassununga e Barão Geraldo.

Mais informações em nosso site: www.escolaresistencia.com.br

Porto: Pedagogia e Metodologia no Ensino e na Prática da Capoeira

“Pedagogia e Metodologia no Ensino e na Prática da Capoeira” – Porto – Novembro 2013

Convidado Especial: Mestre Skysito


* Justificativa:

Um encontro de amigos, uma iniciativa conjunta de uma equipe de profissionais preocupados com a crescente e nuclear necessidade de unir seus grupos e pares, objetivando o pleno e democrático desenvolvimento da capoeira.

Desde a sua criação, o “Coletivo Capoeira”, vem trabalhando orgânica e incansavelmente para contribuir com o desenvolvimento da capoeira. Dele fazem parte diversas lideranças de vários grupos de capoeira, juntamente com estudiosos e alunos interessados, bem como outros participantes eventuais.

 

* O Coletivo (Presenças Confirmadas):

  • Mestre Magoo – Associação de Capoeira Negro Nagô de Angola
  • Mestre Barão – Lagoa da Saudade
  • Mestre Pernalonga – Arte Nossa
  • Mestre Caramuru – Porto da Barra
  • Contramestre Fantasma – Relíquia de Espinho Remoso
  • Contramestre Careca – CCCB
  • Contramestre Papagaio – Ginga Camará
  • Contramestre Milani – Portal Capoeira
  • Professor Salles – Grupo Zumbi
  • Professor Pelé – Lagoa da Saudade
  • Professor Stress – Lagoa da Saudade
  • Professor Lesma – Interação
  • Professor Tijolo – Irmãos Guerreiros
  • Professor Uires – Sul da Bahia

 

* Conteúdo/Programação:

 

02 de Novembro de 2013
16:00  ás 18:00
Vivência e  Mesa Redonda (Apenas para Profissionais)

 

03 de Novembro de 2013
15:00  ás 17:00
Vivência e Workshop

17:00  ás 18:00
Roda de Capoeira
(Aberto para todos os participantes)

 

Cidadania:

Todos os participantes do Encontro, inclusive os convidados e amigos, estão “convidados” a contribuir com 1Kg de Alimento não perecível que será destinado a uma entidade para crianças carenciadas (Causa das Crianças)

http://acausadacrianca.org

 

Serviço/Informações:

Local: Lagoa da Saudade
R. Duque de Saldanha, 301
4300-465 – Porto

 

* Inscrições / Outras Informações:


Tags:
coletivo capoeira, confraria, agremiação, associação, círculo, companhia, grémio, instituição, irmandade, liga, porto, matosinhos, gaia, mar shopping, parque da lavandeira.

18º Batizado e Troca de Graduações Lagoa da Saudade

Um dos pioneiros da capoeiragem no Porto, Mestre Barão, da Associação de Capoeira Lagoa da Saudade, trás a beleza e a magia da capoeira Santista para terras Lusitanas… 
Um encontro de amigos uma festa de camaradas… onde a capoeira se sente em casa e tem como principal objetivo a união e o Coletivo Capoeira.

 

Sexta-feira:

 

  • Roda no Cais da Ribeira do Porto, que marca o inicio do evento as 20 horas

 

 

Sábado:

 

  • Aula em frente a estação de Ermesinde, worshop com início as 10:00 hs até as 12:30 hs
  • Paragem para Almoço
  • Mega aulas das 14:00 as 16:00 hs
  • 3 Rodas: uma as 16:30 hs outra as 17:30 hs e outra as 18:00 hs todas em Ermesinde mas em locais diferentes.

 

 

Sábado a noite, churrasco na casa do Piu – com limitação de lugares e preço de 5 euros, quem quiser ir que avise ja porque depois pode nao ter vaga.

 

Domingo:

 

  • Baptizado e Troca de Cordas com inicio as 15:00 hs no parque urbano de Ermesinde.

 

 

Participação:

Mestres Barão, Pernalonga, Caramúrú e Magoo.

Contramestres Milani, Careca e Fantasma

Professores Pelé e Stress

 

Participação Grupo União na capoeira e Arte Popular de Lisboa.

 

http://www.facebook.com/lagoadasaudade.capoeira

Livro Jogo de Discursos é lançado em Pernambuco e Minas Gerais

O livro Jogo de Discursos: A disputa por hegemonia na tradição da capoeira angola baiana, de autoria do jornalista e capoeirista Paulo Magalhães, terá dois lançamentos nacionais neste mês de maio.

No dia 18, sábado, a partir das 19:00, o lançamento será em Olinda (PE), no 1º Encontro da ACANNE Pernambuco. Realizado nos dias 17, 18 e 19 pela Associação de Capoeira Angola Navio Negreiro, no Espaço Alternativo, o evento contará com oficinas do Mestre Renê Bitencourt (BA) e rodas de capoeira angola. O evento é organizado pelos capoeiristas Eduardo Ramos (Baygon) e Marco Antônio (Baixinho), e constitui um marco na articulação de mais uma linhagem angoleira no estado de Pernambuco.

No sábado seguinte, dia 25, a partir das 14:00, o lançamento ocorrerá na Gruta da Lapinha, em Lagoa Santa (MG), durante X Encontro de Culturas de Raiz – Lapinha Museu Vivo. Em seguida, haverá a mesa redonda: “Cultura de Raiz e Globalização”, com a participação dos mestres Zé do Lenço (BA), Dunga (MG) e Ernestino (PI), representantes da velha guarda do samba, do reinado de N. Srª do Rosário, pesquisadores e representantes do poder público. O evento é organizado pela Associação Cultural Eu Sou Angoleiro, sob a direção do Mestre João Bosco, e a programação completa pode ser encontrada no endereço http://www.eusouangoleiro.org.br/.

O livro Jogo de Discursos: A disputa por hegemonia na tradição da capoeira angola baiana trata da diversidade de concepções sobre a tradição na capoeira angola, a partir de mestres representantes de diferentes linhagens. As estratégias políticas de legitimação da capoeira angola e) as disputas em torno de sua organização ao longo da história são discutidas, utilizando fontes como jornais, observação direta e cerca de 20 entrevistas com mestres angoleiros renomados.

 

Maiores informações:

Paulo Magalhães: (71) 8741-1251 / 9273-7765

Eduardo Ramos (Olinda): (81) 9882-7467

Gercino Alves (Lagoa Santa): (31) 8561-5456

 

Serviço

 

Pernambuco:

O quê: Lançamento de Jogo de discursos: a disputa pela hegemonia na tradição da capoeira angola baiana no 1º Encontro da ACANNE

Quando: 18 de maio, a partir das 19h

Onde: Espaço Alternativo (Av. Guararapes, 847 – Jardim Atlântico – Olinda – PE)

Quanto: entrada gratuita

 

Minas Gerais:

O quê: Lançamento de Jogo de discursos: a disputa pela hegemonia na tradição da capoeira angola baiana no X Encontro de Culturas de Raiz – Lapinha Museu Vivo

Quando: 25 de maio, a partir das 14h

Onde: Museu da Lapinha (Gruta da Lapinha, acesso pelo km 44 da MG-010, direção Serra do Cipó – Lagoa Santa – MG)

Quanto: entrada gratuita

Seminário Internacional de Capoeiragem Acontece em Salvador e Santo Amaro da Purificação

Evento, que receberá capoeiristas do Brasil, Bélgica e Suíça, lança campanha pela preservação da Lagoa do Abaeté

A Associação Cultural Camugerê Capoeira promove, de 19 a 23 de outubro, o III Seminário Internacional de Capoeiragem. Este ano, o evento homenageará antigos mestres da capoeira e personalidades culturais do bairro de Itapuã, e contará com a presença de capoeiristas do Brasil, da Bélgica e da Suíça. Além das oficinas, apresentações culturais, e doação de sangue, que já são realizadas anualmente, o Seminário lançará uma campanha pela preservação do Parque Metropolitano do Abaeté.

A programação do evento se inicia no dia 19 (quarta), às 10h, com a tradicional doação de sangue de capoeiristas ao Hemocentro da Bahia (Hemoba), na Av. Vasco da Gama. O ato já acontece há 9 anos, e é uma forma de incentivar a doação de sangue durante todo o ano. Mestre Tosta, responsável pelo grupo de capoeira, comenta que “a campanha faz parte da preocupação do Camugerê em fazer o trabalho de conscientização sobre a saúde, e tem ajudado a comunidade de Itapuã a se interessar pela causa e, é claro, também ajuda a aumentar o estoque do banco de sangue”.

A mesa redonda “A importância da Figura do Mestre como orientador e educador” acontece no dia 20 (quinta), às 19h, na Sede do Camugerê, em Itapuã, com a presença de grandes mestres de capoeira da Bahia e de todo o Brasil. O debate tem como objetivo valorizar o trabalho dos mestres, responsáveis não só pelo ensino e manutenção da tradição da capoeira, como também pela formação ética, intelectual, e de vida de seus discípulos.

No dia 21, a partir das 18h30, no largo da Cira, haverá uma cerimônia de formatura, com apresentação das Ganhadeiras de Itapuã, homenagem a personalidades do bairro, como Cira do Acarajé, , o artista plástico Sante Scaldaferri, o puxador de rede Mafia, o músico Nengo, o pescador Pai Vei, Jocélio Araújo, do grupo afro Malê de Balê, Amadeu Alves, gestor da Casa da Música, entre outros.

A cerimônia promete relembrar os velhos tempos de capoeiragem da Bahia. Para isso, discípulos do Mestre Bimba e do Mestre Valdemar, como Mestre Itapoan, Mestre Flecha, Mestre Olavo, Mestre Montenegro, Mestre Salário Mínimo, Mestre Lázaro, Mestre Zé Dário, e Mestre Dedé também receberão homenagem. 

No sábado (22), pela manhã, será lançada a campanha ambiental pela preservação do Parque Metropolitano do Abaeté, com um abraço simbólico à lagoa, e a plantação de mudas nativas. Mestre Tosta, que frequenta a lagoa do Abaeté há 20 anos, observa que “cada vez mais, a degradação do meio ambiente na área avança. Nossa intenção é sensibilizar as pessoas para tomar uma atitude em relação ao nosso patrimônio ambiental, para que daqui a 20 anos, um jovem possa dizer que plantou aquela árvore quando criança, e ajudou a preserva a lagoa”.

No mesmo dia, pela tarde, a programação segue em Santo Amaro da Purificação, no recôncavo baiano, onde serão realizadas oficinas de Maculelê e Samba de Roda. No dia 22 (domingo), haverá festa de confraternização com apresentação de Samba de Viola na mesma cidade.

Durante a semana, também serão realizadas oficinas de capoeira, de instrumentos, além de rodas. Toda programação é gratuita e aberta ao público. A programação completa e outras informações estão no blog http://seminariocapoeiragem.blogspot.com

Camugerê Capoeira

Após 10 anos de trabalhos desenvolvidos com capoeira, o Mestre Hamilton Tosta fundou, em 2002, a Associação Cultural Camugerê Capoeira. O grupo é filiado à Federação Baiana de Capoeira e a Associação Brasileira de Professores de Capoeira. O Mestre Tosta, licenciado em Educação Física pela Universidade Católica do Salvador, criou a Associação com o objetivo de divulgar e elevar os ensinamentos socio-culturais desta arte, utilizando a capoeira como mais uma ferramenta de educação.

A Associação Camugerê já formou 18 profissionais, que desenvolvem trabalhos em mais de 20 escolas da rede pública e particular de ensino, além de realizar aulas em academias e condomínios, em Salvador e Região Metropolitana. Entre os professores formados, jovens que já estão desenvolvendo trabalhos em São Paulo, Alagoas, Espanha, Bélgica e Suíça.

A Associação mantém, também, o projeto social GINGA MENINO, onde atendem mais 100 crianças no bairro de Itapuã. Essas crianças não têm custo algum para fazer as atividades, ganhando inclusive o uniforme de treino. A única obrigação exigida pela Associação para participação nas atividades é que estejam estudando. 

O projeto GINGA MENINO tem o objetivo de educar crianças e jovens em situação de risco pessoal e social. O Camugerê desenvolve atividades em comunidades de baixa renda, utilizando a capoeira, o maculelê, o samba de roda, a puxada de rede, a dança afro, entre outras manifestações, como ferramenta de educação. 

III Seminário Internacional de Capoeiragem

Data: 19 a 23 de outubro de 2011
Mais informações: http://seminariocapoeiragem.blogspot.com
Ingressos: gratuito
Mais informações: Mestre Tosta 8725-1013 [email protected] / Cambuí Produções (71) 8606-3042 [email protected]

LAPINHA – Museu Vivo no mês da Abolição – Encontro de Cultura de Raiz

7º ENCONTRO DE CULTURA DE RAIZ

Entre os dias 28 e 30 de maio acontecerá a sétima edição do Encontro de Cultura de Raiz “LAPINHA – Museu  Vivo no mês da Abolição”, no município de Lagoa Santa, região metropolitana de BH. Nestes três dias o Teatro de Arena da Praça Dr. Lund, o Areão, a Igreja Nossa Senhora do Rosário e a Gruta da Lapinha serão cenário valorização e divulgação da Capoeira Angola e das manifestações culturais populares de raiz, como o congado, o candombe, a dança-afro e o boi da manta. O “LAPINHA Museu  Vivo no mês da Abolição” é o único evento do gênero no Estado, envolvendo mais de 300 agentes culturais da região metropolitana, com um público de mais de 1,5 mil pessoas por edição. Ele foi criado para promover para a população local o acesso à uma programação diversificada de cultura de raiz. Assim, durante os três dias do encontro, crianças e jovens de escolas públicas, e a população em geral, terão aulas gratuitas de capoeira angola, teatro, percussão, dança afro e educação ambiental. Anualmente o evento vem provando a importância da valorização da cultura popular e regional como um grande instrumento para a formação de cidadãos socialmente comprometidos. O encontro foi idealizado e realizado pela primeira vez em 2004 e é uma realização da Associação Cultural Eu Sou Angoleiro (Acesa), com a coordenação geral do Mestre João Angoleiro. A produção do evento fica por conta da frente de trabalho da Acesa “Irmandade Atores da Pândega”, de Lagoa Santa, coordenada pelo treinel Gercino Alves.

MANIFESTAÇÕES CULTURAIS – PROGRAMAÇÃO

Com uma programação eclética com shows de reggae, rap, samba e exibição de vídeos, o “Lapinha Museu Vivo” tem um público médio de mais de duas mil pessoas por edição. Um dos destaques do evento é a valorização da tradição oral e das trocas de saberes entre os mestres populares locais e mestres convidados de outros estados. No ano passado convidamos Mestre Moraes (Grupo Capoeira Angola Pelourinho- Gcap – Salvador/BA – responsável pela difusão da capoeira angola no Brasil a partir da década de 70), Mestre Manoel (Grupo Ypiranga de Pastinha – Conglomerado da Maré- Rio de Janeiro/RJ) e Mestre Gil Velho (Grupo Senzala- RJ). Também estiveram presentes os mestres mineiros Mestre Dunga e Márcio Alexandre (precursores da capoeira em Minas Gerais) além dos Mestres do Mamg (Movimento Angoleiro de Minas Gerais), do Candombe de Dona Mercês (Comunidade do Açude – Serra do Cipó) e da Mata do Tição (Jaboticatubas), os Reinados de Congo de Nossa Senhora do Rosário (da Lapinha) e o divertido e tradicional Boi da Manta, que mexeu com toda a criançada.

Uma semana antes do Evento (18 a 22 de maio) os capoeiristas, pesquisadores e educadores da Acesa estarão realizando nas escolas públicas de Lagoa Santa diversas oficinas atendendo 1.500 alunos, essas atividades serão acompanhadas também com uma oficina voltada para   professores, supervisores e diretores das escolas discutindo a importância das manifestações culturais na Construção da Identidade do povo brasileiro, atendendo também a Lei 11.645/07 ensino da história africana e afro-brasileira e indígena nas escolas. Outro destaque está para Mostra FórumDoc.MG: 3ª mostra itinerante do filme documentário e etnográfico, traz os mais expressivos filmes produzidos sobre a temática indígena e negra.

O Lapinha museu vivo no mes da abolição – 7º Encontro de Cultura de Raiz, em breve estará divulgando pelo site www.eusouangoleiro.org.br a programação completa para esse ano de 2010.

Axé Baba

 

Paulo A. Magalhães Fº

Jornalista, mestrando em Ciências Sociais
http://lattes.cnpq.br/9776286470259455

Portimão: XIII Encontro Internacional de Capoeira

Portugal, Portimão: XIII Encontro Internacional de Capoeira dia 14

Vai decorrer no Auditório Municipal de Portimão, dia 14 de Novembro o XIII Encontro Internacional de Capoeira, promovido pela Associação de Capoeira do Distrito de Faro e com o apoio da Câmara Municipal de Portimão.

Estarão presentes na competição, que arranca às 14:00 horas, 60 atletas provenientes de 11 entidades convidadas:

Capoeira Internacional de Raiz (Alemanha), Associação de Capoeira Oriazambi e Grupo de Capoeira Libertação (Espanha), Escola de Arte Circense Chapitô, Sporting Clube de Portugal e Grupo União na Capoeira (Lisboa), Associação Cultural e Recreativa Ajax e Associação Cultural e Recreativa do Patameira (Odivelas), Associação de Capoeira Lagoa da Saudade II (Porto), Alforria Capoeira (Santarém) e Grupo Capoeira Raízes (Quarteira).

Também colaboram neste evento as associações nacionais de capoeira de Leiria e Castelo Branco, a Associação de Capoeira Agbara de Lisboa e a Companhia Contemporânea de Capoeira, segundo o divulgado em comunicado.

 

Fonte: Diário Digital – http://diariodigital.sapo.pt

Lapinha Museu Vivo no Mês da Abolição: 6º Encontro de Cultura de Raiz

Entre os dias 22 e 24 de maio acontecerá a sexta edição do Encontro de Cultura de Raiz “LAPINHA – Museu  Vivo no mês da Abolição”, no município de Lagoa Santa, região metropolitana de BH. Nestes três dias o Teatro de Arena da Praça Dr. Lund, o Areão, a Igreja Nossa Senhora do Rosário e a Gruta da Lapinha serão cenário valorização e divulgação da Capoeira Angola e das manifestações culturais populares de raiz, como o congado, o candombe, a dança-afro e o boi da manta.

 

O “LAPINHA Museu  Vivo no mês da Abolição” é o único evento do gênero no Estado, envolvendo mais de 300 agentes culturais da região metropolitana, com um público de mais de 1,5 mil pessoas por edição. Ele foi criado para promover para a população local o acesso à uma programação diversificada de cultura de raiz. Assim, durante os três dias do encontro, crianças e jovens de escolas públicas, e a população em geral, terão aulas gratuitas de capoeira angola, teatro, percussão, dança afro e educação ambiental.  

 

Anualmente o evento vem provando a importância da valorização da cultura popular e regional como um grande instrumento para a formação de cidadãos socialmente comprometidos. O encontro foi idealizado e realizado pela primeira vez em 2004 e é uma realização da Associação Cultural Eu Sou Angoleiro (Acesa), com a coordenação geral do Mestre João Angoleiro. A produção do evento fica por conta da frente de trabalho da Acesa “Irmandade Atores da Pândega”, de Lagoa Santa, coordenada pelo treinel Gersino Alves.

 

MANIFESTAÇÕES CULTURAIS – PROGRAMAÇÃO

Com uma programação eclética com shows de reggae, rap, samba e exibição de vídeos, o “Lapinha Museu Vivo” tem um público médio de mais de duas mil pessoas por edição. Um dos destaques do evento é a valorização da tradição oral e das trocas de saberes entre os mestres populares locais e mestres convidados de outros estados. Neste ano convidamos Mestre Moraes (Grupo Capoeira Angola Pelourinho- Gcap – Salvador/BA – responsável pela difusão da capoeira angola no Brasil a partir da década de 70), Mestre Manoel (Grupo Ypiranga de Pastinha – Conglomerado da Maré- Rio de Janeiro/RJ) e Mestre Gil Velho (Grupo Senzala- RJ). Também está confirmada a presença dos mestres mineiros Mestre Dunga e Márcio Alexandre (precursores da capoeira em Minas Gerais) além dos Mestres do Mamg (Movimento Angoleiro de Minas Gerais), do Candombe de Dona Mercês (Comunidade do Açude – Serra do Cipó) e da Mata do Tição (Jaboticatubas), os Reinados de Congo de Nossa Senhora do Rosário (da Lapinha) e o divertido e tradicional Boi da Manta, que mexe com toda a criançada.

Uma semana antes do Evento (18 a 22 de maio) os capoeiristas, pesquisadores e educadores da Acesa estarão realizando nas escolas públicas de Lagoa Santa diversas oficinas atendendo 1.500 alunos, essas atividades serão acompanhadas também com uma oficina voltada para   professores, supervisores e diretores das escolas discutindo a importância das manifestações culturais na Construção da Identidade do povo brasileiro, atendendo também a Lei 11.645/07 ensino da história africana e afro-brasileira e indígena nas escolas.

 

Outro destaque está para Mostra FórumDoc.MG: 2ª mostra itinerante do filme documentário e etnográfico. Neste ano a Mostra traz os mais expressivos filmes produzidos sobre a temática indígena e negra, como “O casamento de Gina” (de Martin Marden, Nova Guiné) e “Os Mestres Loucos” (de Jean Rouch, França) e faz também a pré-estréia do documentário “Paz no Mundo Camará a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá- Minas Gerais” (de Carem Abreu, produzido pela ATOS Central de Imagens em parceria com a Associação Cultural Eu Sou Angoleiro).

 

 

SERVIÇO:

 

Evento: “Lapinha Museu Vivo no Mês da Abolição: 6º Encontro de Cultura de Raiz”

Data: 22 a 24 de maio em Lagoa Santa

Local: Praça Central de Lagoa Santa (Dr. Lund), Areão, Gruta da Lapinha e Igreja Nossa Senhora do Rosário/Lapinha.

Realização: Associação Cultural Eu Sou Angoleiro (Acesa)

Inscrição: Sede da Acesa em BH – Rua da Bahia, 570 – 12º andar – Belo Horizonte/MG ou Site www.eusouangoleiro.org.br

 

  

Valor: R$ 35,00 (TRINTA CINCO REAIS) OU R$ 50,00 (CINQUENTA REAIS) (3 DIAS COM ALIMENTAÇÃO, OFICINAS, CAMPING, SHOWS + CAMISA).

 

Sede da Acesa em Lagoa Santa: Rua Melo Viana,420 B. Várzea – Lagoa Santa.

Informações: (31) 4063-9822 (FIXO) / (31)  88136692 (Gersino Alves), (31) 99982756 (Rosângela Silva) (31) e  93271557   (Matheus)

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – Júnia Bertolino (0011097/MG) – (31) 99176762, Carem Abreu (31) 9297-1582/ 9751-6869 ,Luiz Gabriel Lopes (9791 4493),Daniel Iglesias e Liliane Martins (31) 8884-7476 

 

LINKS PARA O EVENTO:

 

PROGRAMAÇÃO

 

DE 18 A 21 DE MAIO

“LAPINHA NA ESCOLA” – PRÉ LAPINHA MUSEU VIVO NO MÊS DA ABOLIÇÃO

Local: Escola Municipal Prof. Mello Teixeira, UNIPAC/Escola Doutor Lund, Escola Municipal Herculano Liberato e Gruta da Lapinha

Horários: variados – conferir programação da Mostra FórumDoc, anexa.

Eventos: oficinas de capoeira angola, dança afro, percussão, Meio Ambiente e mostra de vídeos nas escolas e na Gruta da Lapinha.

 

MOSTRA FORUMDOC.MG

 

18 de maio – segunda-feira

19hs – Duas aldeias, uma caminhada

Escola Municipal Prof. Mello Teixeira – Bairro Santos Dummond

 

19 de maio – terça-feira

19h – O casamento de Gina

UNIPAC/Escola Doutor Lund  – Bairro Centro

 

20 de maio – quarta-feira

19h – Casca do chão

Escola Municipal Herculano Liberato  – Bairro Aeronautas

 

21 de maio – quinta-feira

10h – Vai ou racha, 20 anos de luta + Vamos à luta

Escola Estadual Cecília Dolabella Portela Azeredo  irro Várzea

 

 

 

DE 22 A 24 DE MAIO

LAPINHA MUSEU VIVO NO MÊS DA ABOLIÇÃO: 6º ENCONTRO DE CULTURA DE RAIZ

 

SEXTA-FEIRA – 22/05

ABERTURA

16h – Concentração na Praça Dr. Lund – Roda de Capoeira Angola

Centro – Lagoa Santa

 

18h – Cortejo

Saída: Praça Dr. Lund, sentido bairro Várzea.

Av. Getúlio Vargas, entre Rua Aquileu de Oliveira e Rua Tíbério Batista – Areão.

Participação de diversos grupos culturais, entidades e movimentos sociais.

 

19h – Mostra FórumDoc e shows

Exibição Crioulo doido -Areão – Bairro Várzea

 

SÁBADO – 23/05

9h – Oficinas e roda de conversa

Gruta da Lapinha – Lagoa Santa

 

18h – Shows

OCA – Tenda Armada

Rua do Rosário – 425

Próximo à Igreja de Nossa Senhora do Rosário – Lapinha – Lagoa Santa

 

19h – Mostra FórumDoc

Pré-estréia do filme

“Paz no Mundo Camará: a capoeira angola e a volta que o mundo dá – Minas Gerais”

 

Mestres Loucos

 

DOMINGO – 24/05

9h – Recepção das Guardas de Congo e Moçambique e dos Grupos de Candombe

Oficina com Mestre Moraes – Salvador/BA
Roda de conversa – Roda de Capoeira Angola

Igreja de Nossa Senhora do Rosário

Rua do Rosário – Lapinha – Lagoa Santa

Encerramento

 

QUEM SOMOS: A Acesa realiza em Belo Horizonte desde 1993 trabalhos de formação nas áreas de capoeira angola, dança afro, percussão e teatro com atividades nas 15 frentes de trabalho (Centro, Vila Acaba Mundo, Morro do Cascalho, Santa Tereza, Barro Preto, Pampulha, Santa Luzia, Jardim Canadá, Contagem, Betim, Ibirité, Lagoa Santa, Nova Lima, Codisburgo, Ribeirão das Neves e Coronel Fabriciano), atendendo mais de 300 alunos.

 

O QUE ACONTECE NO LAPINHA MUSEU VIVO : O encontro visa a valorização do patrimônio imaterial brasileiro através do intercâmbio cultural promovido entre grandes mestres da tradição oral. Assim, o evento tem trazido para Minas grandes mestres da Capoeira Angola, como os baianos e alunos diretos de Mestre Pastinha, Gildo Alfinete e Boca Rica (representantes da Associação Brasileira de Capoeira Angola) e João Pequeno (Academia João Pequeno de Pastinha, guardião da Capoeira Angola neste século). Esse intercâmbio promove a troca de experiências e saberes com outros mestres da Capoeira Angola e de outras manifestações culturais do Estado, como Dona Mercês do Candombe e Dona Isabel, Rainha Conga de Minas Gerais, do Reinado de Nossa Senhora do Rosário.  

 

MOSTRA FÓRUMDOC.MG

 

: A proposta do Forumdoc.mg – mostra itinerante do filme documentário e etnográfico – surgiu não apenas de uma vontade, mas da urgência em ampliar e democratizar o acesso à cultura em Minas Gerais. Há alguns anos a equipe do forumdoc.bh

 

e a equipe do Encontro de Cultura de Raiz firmam parceria, com exibições de filmes que aprofundam e diversi­ficam os pontos de debate sobre os modos da “cultura”. A parceria este ano está mais planejada, contudo sem perder aquilo que a gerou:  a possibilidade de pensar uma atuação cultural alheia à lógica utilitária e mercantil. A mostra não está limitada à exibição dos filmes, ela é permeada por  debates que serve como estímulo à reflexão.

Portugal: VII Algarve Open de Capoeira

Na sequência da programação desportiva para 2009, a Associação de Capoeiragem Malta do Sul / Grupo Muzenza de Capoeira está a organizar com o patrocínio da Câmara Municipal de Lagoa e da Junta de Freguesia de Lagoa o  “7º Algarve Open de Capoeira”, sob a orientação do Mestre Namorado e Professor Pena, decorrerá nos dias 1 e 2 de Maio de 2009, em Lagoa (Algarve – Portugal), no Pavilhão da Escola EB2/3 Jacinto Correira.
 
O “7º Algarve Open de Capoeira”, visa principalmente o intercâmbio dos diversos capoeiristas de Portugal e da Europa, bem como o desenvolvimento e a importância da prática e divulgação da capoeira na Europa e no Mundo.
 
O “7 Algarve Open de Capoeira” é, fundamentalmente, vocacionado para as turmas infantis, composto pelo Rodas de Rua | Gincanas| Baptizado e Troca de Graduações.

 

VII Algarve Open de Capoeira 

1 e 2 de Maio 2009 | Lagoa

 

PROGRAMA:

 

 

 

 

 

Sexta dia 1

 

 

16:00h – Inauguração e Assinatura do Protocolo de Cedência da Sede (Sesmarias – antiga escola primária de Vale de Lapa)
19:00h – Aula com o Mestre Burguês (Presidente do Grupo Muzenza)
20:30h – Roda de Abertura do Evento (Jardim 5 de Outubro)

 

 

 

 

 

Sábado dia 2

 

 

9:00h às 14:00h – Aulas com Mestres e professores convidados

                         – Gincana Infantil

                        (Pavilhão da Escola EB2/3 Jacinto Correia)

 

 

16:00h – Apresentação 2009

           – Baptizado e troca de graduações

           (Pavilhão da Escola EB2/3 Jacinto Correia)

 

 

 

20:00h – Festa de Encerramento (Sede da Associação)

 

 

 

PARTICIPAÇÃO DE:

 

 

MESTRES:
Burguês (BRA), Carson (BRA), Zambi (BRA), Sargento (POR),Feijão (ESP), Nikimba (ESP)

 

CONTRA-MESTRES:
Nil (POR), Fabinho (ESP)

 

PROFESSORES:
Busca Longe (BRA)

 

Professores, instrutores de toda a Europa

Co-Organização:
Associação de Capoeiragem Malta do Sul | Câmara Municipal de Lagoa

 

Realização:

Mestre Namorado | Professor Pena

Secretariado:

Nuno Guerreiro – Internético

Tres Lagoas: Esporte e meio ambiente apresentados em praça pública

A Praça Senador Ramez Tebet foi palco de evento voltado para o esporte e meio ambiente, numa parceria da Escola de Capoeira Atleta do Bem e Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer (Sejuvel). Conforme o professor Mário Márcio, organizador do evento, no sábado (14) foram entregues 400 mudas de plantas às pessoas que estiveram curtindo o logradouro.

Ainda segundo ele, escolas da cidade foram visitadas, onde o principal tema abordado foi a preservação do meio ambiente nos próprios estabelecimentos de ensino.

Por volta das 16 horas de sábado, uma árvore foi plantada na Circular da Lagoa, simbolizando o esporte local. “Temos que ter consciência de que o meio ambiente concorre para que tenhamos saúde para praticarmos esportes”, comentou Mário Márcio, acrescentando que o professor de capoeira Riskin, do Pantanal, se encontra na cidade para ministrar um curso na modalidade.